Ju Amora e seus banquinhos criativos!

-por , em 27/10 -
Ju Amora e seus banquinhos criativos!

Uma das coisas mais práticas na decoração são os bancos, eles são pequenos, lindos, multifuncionais e básicos. Se bem que quando falamos dos banquinhos da Ju Amora, eles não são tão básicos assim. Na verdade são quase uma obra de arte! São daqueles que você olha e com certeza vai ter algum que levará para casa. Pois tem para todos os gostos e estilos. Seja para sentar, decorar, usar como mesinha, criado mudo ou pendurar na parede os banquinhos da Ju Amora estão virando quase uma obrigatoriedade decorativa rs. Conheçam um pouco da Ju Amora e seu trabalho lindo.

Design mais amor: Sua idade, onde vive, o que estudou?

Ju Amora: Tenho 28 anos e moro na cidade de São Paulo. Me formei em artes cênicas no Senac. Mas, quando me perguntam onde estudei, dois lugares me tomam a cabeça. A minha primeira escolinha, a Invenções, que incentiva toda forma de expressão artística, talvez meu amor pelas artes tenha surgido dela. E o Boni Consilli que cursei do fundamental ao médio. Tenho um enorme carinho por estes dois lugares.

DMA: Quando surgiu a ideia do atelier ?

JA: A ideia do ateliê surgiu de uma grande inquietação minha. Estava afastada do teatro havia alguns anos, trabalhando em empregos que inicialmente eram legais, mas que não me completavam. Queria ter algo meu, algo que eu realmente amasse fazer, algo único e que me fizesse feliz. Então, decidi mesmo sem saber ainda o que fazer, pedir demissão do meu último emprego e ir em busca do que motivaria a acordar todas as manhãs. Naquele momento eu era uma atriz desempregada que trabalhava numa loja de design e arte e que também estava desempregada. Estava completamente perdida. Então decidi unir todas as minhas experiências. Quando era criança, adorava fazer coisas para vender, coisas manuais. No teatro sempre gostei muito da parte de cenografia e adoro design de mobiliário. Pronto! Sabia que queria produzir algo para ter em casa. Mas, o que? Olhei para o meu antigo apartamento que na época já estava todo decorado e me perguntei. O que eu gostaria de ter aqui, que fosse prático, bonito e que iria agregar na minha decoração…E os bancos vieram, quase que instantaneamente. Surgiu daí o Ju Amora. De uma reunião de experiências.

atelier ju amora

DMA: Porque bancos?

JA: Eu amo bancos. Os acho simpáticos. São um convite pra uma boa conversa. Lembram casa de vó, festa organizada na hora, bolo quente no final da tarde. Acho que é um utilitário afetivo. E como comentei anteriormente, acho prático ter bancos em casa. Sempre digo para os meus amigos/clientes, use as banquetas como vocês quiserem, como mesa, como objeto decorativo, para pendurar na parede e também para sentar.

DMA: Suas inspirações…

JA: Tudo me inspira, a natureza, os Beatles, estampas geométricas nas roupas das pessoas, exposições, viagens e meu namorado, Loro Verz. Tenho a grande sorte de contar com um artista talentoso em casa. Ele me inspira o tempo todo.

Darth Vader Ju Amora

DMA: Quais foram os principais obstáculos que você encontrou ? E o que você pode aprender com eles?

JA: Acho que o grande primeiro obstáculo foi o financeiro, começar um negócio do zero não é fácil. Exige muita dedicação e capital de giro. Como comecei o negócio sem dinheiro para investir, esse foi o grande obstáculo. Sem investimento para mostrar o que eu estava fazendo. Precisei de muita paciência e criatividade para fazer meu negócio girar. Acho que a maior lição que tirei desse obstáculo foi a perseverança. Se você realmente acredita e se dedica, é só uma questão de tempo para tudo fluir.

DMA: Você tem algum projeto favorito ou aquele que você tem um carinho especial?

JA: Tão difícil dizer. Mas, quando tem alguma encomenda especial, um pedido carinhoso para presentear alguém que ama. Eu fico muito feliz em saber que de alguma forma estou presente em um momento tão gostoso e especial da vida dessas pessoas.

Ju amora

DMA: Uma mensagem…

JA: Queria dividir uma frase muito especial pra mim. No período que eu estava completamente perdida, fiz uma viagem a Europa e encontrei a frase que motiva minha vida no lugar mais inusitado. No cemitério de Père Lachaise, no túmulo do artista Amedeo Modgliani. “Seu real dever, é salvar o seu sonho”. É o que eu acredito e o que me move. Espero que de alguma maneira motive vocês também.

com amor ju amora

Curtiram a entrevista? Acesse o blog Design Mais Amor da Vanessinha e curta outras dicas incríveis de decoração e design! 🙂 Beijos

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você