Não estamos sonhando, finalmente o outono chegou, abril começou e Game of Thrones voltou!  É uma alegria poder acompanhar essa jornada sobre tudo o que rola lá pelas bandas de Westeros, junto com vocês. Há cinco anos que faço reviews sobre esse seriado, semanalmente, entendendo como a mente de vocês funciona, as diferenças entre livros e série, as brigas de opiniões e times de torcida! Bom, cá estamos, depois de cinco longos invernos (só para nós), novamente, para ver Daenerys sambando na cara da sociedade, Tyrion brilhando com suas taças de vinho e Jon Snow sendo Jon Snow, sem saber nada, claro. Vamos viajar juntos pelos próximos três meses?

A quinta temporada promete muito, inclusive, fiz um post na última semana sobre as perguntas que precisam ser respondidas – veja aqui -, será que vai rolar? Só sei de uma coisa: o primeiro episódio, de exatos 55 minutos, exibido mundialmente pela HBO, passou mais rápido que um raio de luz. Como assim nunca estamos satisfeitos? 🙂 O recomeço de uma temporada de Game of Thrones é sempre muito emocionante, só eu quase choro com a abertura, toda vez?

game of thrones s05e01

Como andam as coisas na muralha? Baratheon e sua trupe chegaram, no final da quarta temporada, para acabar com a autoridade dos selvagens nos arredores da muralha. Tudo bem que a guerra de todo mundo é importante, mas, convenhamos, só Baratheon está preocupado, verdadeiramente, em proteger Westeros da forma correta. Ele matou muitos selvagens levando outros tantos para a muralha e, com maestria, colocou Jon Snow em conflito – todo mundo tem esse poder.

O resultado foi uma cena bem emocionante do líder dos selvagens sendo colocado na fogueira, negando se rebaixar ao ajoelhar aos pés de Baratheon. Foi colocado então na fogueira e iniciou-se o processo de queimação. Jon Snow, dividido pelo que acredita, o que quer e seu coração mole, não permitiu que o homem que aprendeu a respeitar, fosse lembrado de uma forma tão triste por seus seguidores. Tascou-lhe uma lança no coração e acabou com aquele sofrimento de uma vez. You know nothing Jon Snow.

Tyrion Lannister

Tyrion Lannister, depois de uma longa e desconfortável viagem de navio, dentro de uma caixinha de madeira, chegou ao seu destino, finalmente. A casa de um amigo comerciante de Lord Varys, regada a vinho (tudo o que Tyrion precisa), serve de plano de fundo para uma pequena depressão do anão mais amado de Westeros. Ele está claramente perturbado pelo fato de ter assassinado friamente sua amante e pai, em uma só noite. Sentimento de “dever cumprido”, arrependimento e ódio são misturados em todo o episódio.

No final, com o objetivo de explicar melhor o motivo pelo qual ajudou Tyrion a fugir, Varys contou-lhe seu plano. O objetivo não é “salvar” um Lannister, um lord, como diriam muitos. Seu principal propósito é defender que homens certos estejam vivos durante a guerra que está por vir em Westeros. Varys entou revelou a Tyrion que pretende levar-lhe para conhecer Daenerys Targaryen, a mãe dos dragões, a verdadeira herdeira do trono de ferro. E nesse momento entramos em êxtase, claro, Daenerys & Tyrion! <3

Jamie Lannister e Cersei Lannister

Logo no começo do episódio, pudemos acompanhar o mini funeral de Tywin Lannister, assassinado por Tyrion no final da quarta temporada. Claramente revoltada e muito preocupada, Cersei dá seu show, como sempre. Ataca quem pode no caminho para ver seu pai por uma última vez, ataca Jamie, como sempre e esbraveja palavras intensas por onde passa. Claro que os Lannisters estão com o ego abalado, eles tiveram menos baixas que os Stark, sabemos bem, mas, baixas mais intensas e polêmicas. Doida para ver no que vai dar toda essa revolta e falsas relações em King’s Landing.

Sansa Stark e Mindinho

Sansa está se mostrando uma menina bem espertinha, quem diria? Ela, ao lado de Mindinho, conseguiu se livrar de seu primo retardado, deixando-o aos cuidados de alguns senhores na terra em que morava. Claro que os dois, que devem muito a muita gente, vão fugir para bem longe, iniciando mais uma saga independente com subtítulo “Stark”. Sansa cruza, por alguns segundos, o caminho de Brienne. A guerreira, admirada por Jamie Lannister e cheia de rancor da vida, está inconsolável por não ter conseguido salvar Arya Stark. Calma Brinne, Arya é complicada mesmo e sua saga não é sendo salva por você! 🙂

Brienne, como já disse na temporada passada, terá uma das mais bonitas histórias de Westeros! Agora, por enquanto, vamos continuar acompanhando a temporada que ela vai ser impressionantemente. Olha quem já aparece no próximo episódio:

Arya Stark

Nossa amada e fofa guerreira Arya Stark iniciará a jornada do herói nesta temporada. Quem está doido para acompanhar? #ansiosa Beijos! 

Compartilhe: