Sergio Roma – um dos cabeças do genial “Jogando Offline” – convida o Zumbicaster Fabio Zonatto e a Coordenadora ZC São Paulo Denise Oliveira para uma noite regada a muitos board games e Apocalipse Zumbi. Saiba o que rolou!

Img1

Já não é segredo pra ninguém: a galera do Jogando Offline é uma das parceiras do nosso Zumbicast. Mais ainda que isto: o Sergião é um amigo de longa data do Zumbicaster Zonatto, e tal tinha que render uma noite onde as duas marcas colocaram os brasões de lado e reuniram-se em uma noite de jogatina descontraída – mas sem que o olhar crítico fosse deixado de lado.

Assim sendo, Denise Oliveira e eu incursionamos à morada de Sergião para conhecer de perto alguns dos mais badalados e geniais board games sobre o temido Apocalipse Zumbi. Sim: nós pudemos experimentar toda ação e emoção dos espetaculares “Zombicide” e “Last Night on Earth” – e coloca ação e emoção nisso!

Nossa viagem começou pelo famoso “Zombicide” que, como já dissemos em matéria anterior, chegou à sua segunda temporada com novos cenários, missões ainda mais elaboradas, personagens clássicos do mundo pop à disposição para escolha (eu não consegui me conter e fiz uma matadora dupla com as contrapartes in-game de Bruce “McLane” Willis e Danny “Machete” Trejo), novos tipos de zumbis e novas regras que implementam mais estratégia e ação às partidas.

Img2

Nesta cena, Sergião, Denise e eu deveríamos deixar a segurança de um presídio bem-abastecido para nos aventurarmos nas ruas infestadas das mais amedrontadoras e nojentas criaturas. O objetivo: encontrar uma máquina de solda em um prédio do outro lado da rua, equipamento que usaríamos para selar as portas da prisão definitivamente e vencer a missão. As coisas começaram bem calmas (o que fez-me pensar haverem falhas na mecânica do jogo pela tranquilidade que tivemos enquanto procurávamos suprimentos), mas logo o caos tomou conta por completo quando os zumbis começaram a se acumular à entrada do presídio. Logo, uma verdadeira horda com aberrações terríveis já estava acumulada diante dos sobreviventes… Não havia chances de enfrentar à todos…

Foi quando o Sheldon Cooper cover (personagem da Denise) conseguiu criar o poderoso coquetel molotov que, nas mãos da punk-gótica Amy (também sob o comando da nossa coordenadora SP), tornou-se o nêmese de toda a horda morta-viva. Ufa! Problema resolvido!

…Ou não?

A tal mecânica que me traíra fazendo-me pensar ser falha logo cobrou minhas sinceras desculpas…
A personagem Amy, ao exterminar todos os mortos vivos acumulados às portas, explodiu em experiência ganha e transformou-se em uma máquina de matar zumbis! Mas ao mesmo tempo que isto aconteceu, segundo as regras do jogo, os pontos de “procriação” de zumbis começaram e cuspir cada vez mais grotescas e numerosas monstruosidades! Como apenas Amy estava preparada para o combate (os demais personagens ainda encontravam-se em nível de experiência baixos), não tardou até que estivéssemos em um beco sem saída. O que aconteceu em seguida fica apenas para os que participaram daquela macabra noite…

Img3

Com isso, agora posso falar em primeira pessoa quando lhes digo que “Zombicide” é, na falta de melhor palavra para descrevê-lo, viciante. A implementação de estratégias em grupo, a troca bem pensada de objetos e armamentos entre os jogadores, a emoção dos combates em si – cada um destes elementos me faz pensar o que teria acontecido com o rumo dos games da série “Resident Evil” se o segmento “Outbreak” tivesse ganhado o tratamento que merecia.
Acrescento ainda que a sensação de exterminar vários zumbis e ganhar pontos de EXP com isto torna a ação toda tão alucinante quanto o clássico estilo Arcade – me fez lembrar “Dino Crisis 2” para o PSone de tão divertido e matador. A nota final que deixo ao jogo são nada menos que cinco caveiras!

Nota 5

Agora se jogabilidade parecida com games não lhe agrada tanto quanto aquele saudoso e clássico feeling de filmes trash de zumbis dos anos 80, então você tem mais é que conhecer o segundo board game que Jogando Offline e Zumbicast desbravaram em parceria: “Last Night on Earth”!

Porém, deste vamos falar em um outro momento…

Por agora eu posso lhes dizer que o JOL esta preparando algo que os fãs vão curtir e muito – mas como será que eles planejam trazer mais alguma coisa se a temporada esta acabando?

Fiquem ligados…

 

Compartilhe: