A vingança pelo cachorro

Filmes de ação nunca deixam de cair nas graças do público. Mesmo que muitos apresentem um roteiro fraco, sempre acabamos dando boas risadas em meio aos milhares de tiros disparados. Desde o lançamento do primeiro filme em 2014, John Wick se juntou a enorme lista de filmes de ação adorados pela audiência. A produção protagonizada por Keanu Reeves passou a ser, inclusive, aguardada pelos fãs ansiosos por mais aventuras do assassino de aluguel. Correndo o risco de ser ainda mais do mesmo, John Wick retorna dois anos após o segundo filme. Conheça John Wick 3: Parabellum. 

O terceiro capítulo da franquia se tornou necessário após o final enigmático de Um Novo Dia Para Matar. A trama clamava por uma continuação, que felizmente chega aos cinemas no próximo dia 16. Keanu Reeves retorna ao papel principal, assim como outros rostos conhecidos. Ian McShane volta a interpretar Winston, enquanto Laurence Fishburne retorna com seus pombos, como Bowery King.

O filme

John Wick 3: Parabellum retorna exatamente do ponto em que o segundo filme nos deixou. Após ser “excomunicado”, John perdeu todo os privilégios e recursos que tinha pela Alta Cúpula. Ele não apenas foi descartado, como também está sendo caçado por todo o mundo. Uma quantia exorbitante foi oferecida por sua cabeça, mas caso você conheça o personagem de Keanu Reeves, sabe que tirar sua cabeça não é assim tão fácil.

Parabellum é o terceiro capítulo de uma história iniciada há 4 anos. Personagens introduzidos nos dois primeiros filmes retornam, dando uma espécie de nostalgia ao público. Suas aparições serão melhor compreendidas a quem tiver assistido às produções anteriores. O longa consegue, entretanto, seguir caminho de forma independente, visto que seu roteiro se explica ao longo da trama. Temos uma história com início, meio e fim, mas com uma ponta solta para uma possível continuação.

John Wick 3: Parabellum

Os filmes de John Wick sempre foram fundamentados em lutas, tiros e explosões. O nível dos movimentos aumentou com o passar dos filmes, assim como o número de inimigos. John se tornou um rival da Alta Cúpula e por isso, os mais perigosos assassinos estão lhe procurando. O longa nos proporciona cenas memoráveis, onde o protagonista é obrigado a enfrentar sozinho mais de 10 homens ao mesmo tempo. E são momentos assim que tornam John Wick: Parabellum o melhor filme da franquia.

Em uma produção baseada apenas em suas cenas de ação, a intensidade das mesmas é o que a qualifica. Em seu mais novo filme, Reeves dá uma aula de como ser o protagonista falando pouquíssimas palavras. Suas cenas de luta são de tirar o fôlego e arrancar aplausos do público. Cada detalhe ajuda a compor o cenário exato que o filme precisa.

E o resultado não podia ser diferente de uma grande produção. John Wick: Parabellum é a prova de que filmes de ação ainda fazem sucesso e certamente ainda podem ser muito bons.

Inscreva-se em nosso canal do Youtube, postamos vídeos todos os dias de diversos temas como filmes, séries, tecnologia, eventos, viagens e muito papo divertido! Além, claro, das lives que rolam toda semana por lá! Venha fazer parte da nossa galera Coxuda do youtube: youtube.com/coxinhanerd

ENTRE NOS NOSSOS CLUBINHOS  http://bit.ly/nossosclubinhos

APOIE O COXINHA NERD http://coxinhanerd.com.br/apoia-se

COMPRE SUA COXINHA http://desejonerd.com.br

JÁ ASSISTIU NOSSO ÚLTIMO VÍDEO DO CANAL?

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: