Escolha uma Página

MONEY MONSTER!

Julia Roberts e George Clooney estão entre os mais aclamados artistas de Hollywood! Foram tantos sucessos, recordes de bilheteria, que perdemos a conta de qual produção é a melhor. E qual a melhor maneira de aumentar os números do que colocando-os juntos em um único filme? Roberts e Clooney atuaram juntos na franquia Doze Homens e Um Segredo, mas não é dele que falaremos hoje. Jogo do Dinheiro estreou em 2016, mas está entre os melhores trabalhos de Clooney. A parceria com Julia Roberts culmina em um filme divertido, tenso e brilhantemente desenvolvido!

JOGO DO DINHEIRO

Há muito o cinema vem sendo usado como crítica à sociedade e/ou ao governo vigente. Com sua trama superficial, Jogo do Dinheiro nos leva a refletir sobre o quão imersos estamos nos programas exibidos em televisões ao redor do mundo. Quantas pessoas não têm sua vida transformada por ouvir o conselho de um apresentador engravatado na tela? Diariamente somos bombardeados com conselhos falsos, visando o lucro e a audiência. Enquanto muitos apenas trocam o canal, outros tomam as palavras ditas em um microfone como uma espécie de doutrina.

Jogo do Dinheiro lida com a especulação financeira e o concorrido mercado da bolsa de valores. Lidando com o mercado de Wall Street, o longa se constrói sob o programa de auditório de Lee Gates (Clooney). O programa, que dá nome ao filme, é encarregado de dar dicas financeiras ao público. Contando com efeitos sonoros, brincadeiras e danças bizarras, Gates conquista os telespectadores e os incentiva a gastar seu dinheiro. O sucesso do programa ia bem, até uma das empresas recomendadas por Gates declarar a perda de 800 milhões de dólares. E o público não perdoa.

O FILME

Jogo do Dinheiro dura o tempo exato do sequestro de Lee Gates por um de seus fãs. O jovem, interpretado por Jack O’Connell, está entre aqueles que perderam dinheiro com a possível falência da empresa de Walt Camby (Dominic West). Com uma arma apontada para a cabeça de Gates, tudo o que Kyle quer é uma explicação. E a resposta para tal surpreende até mesmo a diretora do programa, interpretada por Julia Roberts. Patty comanda o Jogo do Dinheiro há anos, mas o lado fútil e mesquinho de Gates estão saturando-a. Mesmo que muitos não saibam, os dias no programa de Patty estão contados.

Quando Kyle invade o cenário do Jogo do Dinheiro com uma arma, Patty se vê obrigada a se desdobrar em uma solução. O apresentador está com uma bomba presa no peito e qualquer passo em falso pode ser uma catástrofe. A sugestão de Gates levou Kyle a perder tudo, e tudo o que a personagem de Roberts pode fazer é achar uma explicação para a perda do dinheiro em uma única tarde.

A TRAMA

Embora seja cômico e tenha um ritmo linear, há um objetivo por trás de Jogo do Dinheiro. As consequências da invasão de Kyle resultam na abertura de uma investigação na IBIS, empresa de Camby. Dessa forma, o filme aborda a corrupção existente dentro do mercado financeiro, na qual muitos investidores amadores perdem suas finanças. Por trás de números, transações milionárias são feitas sob os panos. E a consequência reflete na situação que acontece com Kyle, representando todos aqueles que já perderam tudo em ações da Bolsa de Valores.

Jogo do Dinheiro conta com a parceria icônica de Roberts e Clooney. Os personagens se completam, visto que ele é egocêntrico e atrapalhado, enquanto ela é organizada e determinada. Gates é o grande destaque da trama, pelo jeito carismático e bobo, mas acabamos ansiando pelas cenas em que Roberts irá aparecer. Mas apesar da dupla protagonista, não há como não mencionar a interpretação brilhante de Jack O’Connell. O jeito desesperado é evidente nos olhos do ator, que dá um show de atuação. Jack entrega o perfeito “sequestrador” e é responsável pelas cenas mais tensas do filme.

VALE A PENA VER DE NOVO

Já se passaram três anos desde o lançamento de Jogo do Dinheiro, mas o filme de Jodie Foster é sempre uma ótima pedida. É impossível não pensar no que o jornalismo sensacionalista se transformou ao longo do tempo, nas mais diversas áreas. O filme aborda apenas o lado do mercado financeiro, mas quantos outros não são exibidos diariamente? Jogo do Dinheiro, embora fictício, é extremamente realista. E ao pensarmos na situação atual do país, fica difícil não relacionar.