São vários os estudos que comprovam os benefícios dos vídeo games na nossa saúde – desde que seja um uso controlado, obviamente. Mas um novo relatório vai além e faz uma constatação interessante sobre esse tipo de produto, principalmente para quem descarrega a ansiedade na comida, no álcool ou em cigarros. De acordo com pesquisadores da Universidade de Plymouth, na Inglaterra, jogar três minutos de Tetris por dia ajuda a diminuir a ansiedade e, como consequência, a largar os vícios e emagrecer.


A pesquisa foi publicada no portal MedicalXpress e, segundo os cientistas, o segredo por trás do Tetris está justamente na estimulação visual do jogo. Os médicos afirmam que o ato de montar o quebra-cabeça com as peças coloridas reduz a ansiedade e pode ser uma solução rápida e viável para as pessoas evitarem impulsos e manter a força de vontade na hora de manter uma dieta ou evitar uma recaída no consumo de tabaco e bebidas alcoólicas.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores colocaram um grupo de voluntários para jogar Tetris por três minutos. Em seguida, pediram para que eles avaliassem a intensidade do próprio desejo pelo cigarro, álcool ou comida. No final dos testes, os desejos dos pacientes foram 24% menores em comparação aos desejos das pessoas que não jogaram Tetris.

“Episódios de desejo normalmente duram apenas alguns minutos, durante os quais o indivíduo visualiza o que quer e qual será a recompensa. Muitas vezes esse sentimento faz com que a pessoa consuma justamente o que está tentando evitar. Mas jogando Tetris você impede que seu cérebro crie essas imagens atraentes e os desejos começam a desaparecer gradualmente”, explica Jackie Andrade, uma das coordenadoras do estudo.

Os cientistas ainda afirmam que as imagens, em qualquer aspecto da vida, são fundamentais para despertar o desejo. Dessa forma, uma tarefa visual deve ajudar a controlar essa vontade e diminuir desejos impulsivos. “Se sentir no controle é importante para manter a motivação e jogar Tetris ajuda o indivíduo a permanecer no controle quando a ansiedade aparece”, completa Andrade.

Canal Tech

Compartilhe: