Jason Momoa mais uma vez se pronunciou sobre a situação envolvendo Ray Fisher e a Warner Bros. O ator que interpreta o Aquaman do universo da DC usou suas redes sociais para falar em defesa do ator por trás do Ciborgue da Liga da Justiça. Fisher comentou sobre o andamento da situação perante a Warner no Twitter. Ele afirma que os investigadores não estão ouvindo as testemunhas chave, que possuem informações pertinentes para o caso. 

Até agora, a firma “independente” contratada pela Warner Bros. tem evitado contatar testemunhas chave que deram declarações condenatórias ao departamento de Relações Humanas da WB. Eles também começaram entrevistas com (e desde então desapareceram) testemunhas que implicaram executivos de alto nível, atuantes ou antigos, no caso. Outros (incluindo um indivíduo envolvido que me ligou para se desculpar) já foram ouvidos. Nós não vamos deixar nenhum investigador escolher entrevistados que sirvam à falsa narrativa da Warner Bros. e suas tentativas de criar um bode expiatório. Todos com histórias SERÃO ouvidos! 

Após o pronunciamento de Fisher, Momoa usou o Instagram para dar sua opinião:

Essa merda tem que acabar e precisa ser investigada. Ray Fisher e todos que presenciaram o que aconteceu sob a vigilância da Warner Bros. precisam de uma investigação adequada. Acho foda que tenham lançado um anúncio falso de Frosty sem a minha permissão para tentar desviar o foco do Ray Fisher falando sobre a maneira de merda que fomos tratados nas regravações de Liga da Justiça. Coisa séria aconteceu. Isso precisa ser investigado e essas pessoas tem de ser responsabilizadas. #EuEstouComRayFisher.

A situação ainda está muito longe de acabar e todos precisam ser ouvidos!