HORA DE JOGAR | Conheça os mais épicos Monstros de D&D, o clássico dos RPGs!

AGORA COM LICENÇA QUE VOLTAREI AO MEU JOGO!

Era mais uma madrugada jogando RPG, minha bruxa chamada Ginevra Inferi (quem pegar a referência tem o meu coração) estava conversando com sua mestra que contente com os feitos da jovem pensa em lhe recompensar:

– Eu te darei qualquer monstro/criatura que você quiser.

Bom, deu pra perceber que a Inferi não era boa e ficou feliz com a notícia, já a Hegle ficou pensando “E agora, que monstro que eu escolho?”, foi assim que nasceu essa pesquisa. Hehehe! Conseguem adivinhar qual monstro eu escolhi? Quem acertar ganha um doce!

Conheça os monstros mais marcantes de Dungeons and Dragons

BEHOLDER

Esse bicho não é muito bonito não. O Beholder é um olho gigante e flutuante com uma boca cheia de presas e dez outros olhos em talos que saem da sua cabeça; cada olho tem um poder diferente, que vão desde poderes anti-magia até raios de levitação, tornando-o uma verdadeira dor de cabeça para os aventureiros. Os beholders são criaturas inteligentes, não são monstros despreocupados e é perfeitamente bom matá-los com cuidado, ok aventureiros?

PANTERA DESLOCADORA

A Pantera Deslocadora é um puma com dois tentáculos que saem de seus ombros. Ou seja, é um gato grande com tentáculos que realmente projeta sua própria imagem a poucos metros do seu corpo real, então, enquanto as pessoas estão tentando atacar uma ilusão, a pantera está a dois metros da direita prontinha para fazer coisas muito desagradáveis. Os olhos das Panteras Deslocadoras são usados como amuletos de boa sorte por ladrões, então não é a toa que esses gatinhos estão cheios de ódio.

MÍMICO

Por mais que eu tenha ouvido milhões de piadas sobre mímicos eu nunca encontrei um, isso é muito triste. Imagina o cenário: Um grupo de aventureiros batalha arduamente  através de uma masmorra infestada de monstros e, finalmente, encontram um enorme cofre do tesouro. À medida que chegam a reivindicar seu prêmio duro, o baú abre sozinho e morde ferozmente as mãos daquele que tentou pegar o “tesouro”, puts é um Mímico e não um verdadeiro baú do tesouro.Os mímicos são criaturas amorfas que podem se disfarçar de madeira ou pedra, mas eles realmente adoram ser baús para o deleite do DM. A melhor parte sobre Mímicos? Eles podem alterar seus interiores para se parecer com ouro e joias, garantindo que os aventureiros queiram tocar o que tem dentro. (Se um mímico aparecer pra mim, com certeza vai colocar um diploma dentro do baú.)

MONSTRO DA FERRUGEM

Há poucas criaturas em D&D tão temíveis como o Monstro da Ferrugem. Por si só, essa criatura grande, blindada e bastante bonita – quase não morde e não ataca a menos que seja provocada. Mas se sente cheiro de metal, ela virá procurar pelo “lanchinho” e consequentemente irá destruir as suas armas, armaduras e tudo quanto é metal – lembrando que itens mágicos não são imunes.

CUBO GELATINOSO

D&D é cheio de gosmas, mofos, pudins e outros vários monstros semi-sólidos. Mas o mais memorável é o Cubo Gelatinoso, que evoluiu para se tornar um cubo quadrado de 10 pés, para se encaixar perfeitamente nos 10 a 10 quartos e salões dentro de 95% das masmorras de D&D. Eles podem se mover – lentamente – absorvendo e digerindo qualquer coisa que entre em contato com ele.

URSO CORUJA

Um urso com uma cabeça de coruja. É isso aí crianças, vão pra casa. É um urso com olhos grandes, um bico e a capacidade de torcer o pescoço a 360 graus. Ah, e também tem uma grande cauda, tornando-o ainda mais estranho. É bonito, porém um bichão extremamente assustador.

LICH

Se você não joga RPG, você deve conhecer o Lich do desenho Hora da Aventura, em D&D não é muito diferente: Lich é feiticeiro inteligente, morto-vivo e imortal. Os Liches são geralmente maus, não necessariamente pela natureza, mas porque feiticeiros que não se importam em se transformar em mortos-vivos são, geralmente, idiotas misantrópicos. Existem alguns bons liches – na verdade, eles permanecem com o mesmo alinhamento que tinham antes de morrerem. Além disso, os liches não precisam ser humanos então qualquer criatura inteligente pode se tornar um, o que significa que existem dracoliches, dragões de feiticeiros mortos-vivos, uma ótima ideia para DMs que realmente odeiam seus jogadores.

DROW

ADORO! Drows, também conhecidos como Elfos Negros, foram um dos primeiros “vilões” em D&D. Estes elfos de obsidiana vivem subterrâneos em cavernas, têm cabelos brancos, adoram uma deusa aranha e odeiam todos, inclusive a si mesmos. Então veio Drizzt Do’Urden (fofo lindo maravilhoso), um Drow de bom coração, que abandonou sua linhagem de pessoas malignas para se tornar um lobo solitário que insiste em se aliar a tudo e todos. Agora faz todo sentido todo mundo querer fazer um Drow como se fosse a coisa mais natural do mundo.

DEVORADOR DE MENTES

Obrigada Stranger Things, nem preciso explicar sobre esse monstro né? Mas vamos lá: O Devorador de Mentes é  um mini-Cthulu com poderes psíquicos, que podem paralisar os homens ou deixá-los insanos com suas explosões psiônicas; seus tentáculos de quatro faces são usados para alcançar a cabeça das pessoas para acessar os cérebros e comê-los. Devoradores de mente são preponderantes em toda a galáxia e na maioria dos planos da realidade e se consideram a raça suprema no universo, embora eles odeiem os mortos-vivos, principalmente porque eles não têm cérebros para controlar (ou comer).

TARRASQUE

A maior, mais perigosa e mais apelona criatura de D&D, o Tarrasque é basicamente um híbrido de Godzilla e Galactus – um monstro tipo tiranossauro gigantesco que não faz nada além de comer e matar. O bichão é impermeável à maioria das coisas, e se regenera super-rápido. A única maneira de matar um Tarrasque é remover todos os seus pontos de vida e, em seguida, usar a magia Desejo – fazendo apenas um ou outro não funciona! O Tarrasque é basicamente o que aventureiros enfrentam quando o mestre do jogo lhes deu muita XP, tesouros e equipamentos mágicos e eles ficaram muito poderosos para todo o resto.

Se você já matou um Tarrasque em qualquer uma de suas campanhas de D&D, você provavelmente teve um mestre muito bondoso (ou um mestre ruim, sorry). Lembro de uma história que me contaram que esconderam um tarrasque atrás de um arbusto (?). Se alguém me lembrar eu conto pra vocês. (RISOS)

Querem saber qual monstro eu escolhi? Sra. Inferi escolheu a Pantera Deslocadora e a apelidou de Gatolú (Gato+Cthulhu). <3

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ:

NCIS | É hora de dizer adeus à Abby Sciuto, de NCIS!

Vai fazer falta! BOKU NO HERO ACADEMIA | PRIMEIRO TRAILER DO FILME MOSTRA ALL MIGHT NO INÍCIO DE CARREIRA! Depois de 15 temporadas como a excêntrica Abby Sciuto, Pauley Perrette se despede de uma das personagens mais queridas da TV. Seus dois últimos episódios,...

MICROSOFT | Criadores de We Happy Few promotem mais jogos malucos!

Se for no mesmo estilo eu quero cada vez mais! JURASSIC WORLD: REINO AMEAÇADO | O MELHOR FILME DE TODA A FRANQUIA? CRÍTICA DO COXINHA! A empresa produtora do jogo We Happy Few, que será lançado em agosto, anunciou que continuará a produzir jogos malucos para a...

Compartilhe:

Quem escreveu?

Coxinha Nerd

O maior site fã service do Brasil, recheado de conteúdos e informações, todos os dias! Acompanhe a gente também pelas redes sociais, é tudo COXINHA NERD! Você vai amar!!!

Receba todas as notícias do mundo nerd em primeira mão!

Receba todas as notícias do mundo nerd em primeira mão!

Inscreva-se na newsletter do Coxinha!

Por favor, cheque seu email para confirmar a inscrição!