Quem ainda não assistiu Homeland, precisa começar urgentemente! É simplesmente fantástica a forma que o roteiro é criado, a estrutura dos episódios, das sub-tramas, a profundidade dos personagens, tudo, tudo, tudo! Só o fato do tema ser atual e extremamente real já dá um super gás para assistir e se surpreender com as histórias.

 

Para começar, Homeland está partindo para a sua terceira temporada no canal Showtime nos Estados Unidos e pela FOX no Brasil, a estréia será em um domingo, no dia 29 de setembro de 2013. Eu demorei para começar a assistir, mas já engoli as duas primeiras temporadas do seriado para poder acompanhar a partir da terceira temporada, juntinho de vocês.

 

A primeira temporada explodiu minha cabeça em vários sentidos, seja no histórico ou no do contexto do seriado em si. A personagem Carrie Mathison, analista da CIA é bipolar, viciada em trabalho e muito determinada. O personagem Nicholas Brody era um militar, prisioneiro de guerra da Al-Qaeda e, secretamente, passou para o lado negro da força. O personagem Saul Berenson é o Chefe de Divisão do Oriente médio da CIA e mentor de Carrie. David Estes é o diretor do centro contra terroristas da CIA e chefe de Carrie. Jessica Brody é a esposa de Nicholas, que ficou oito anos afastada do marido, acreditando que ele estava morto e cuidando sozinha de seus dois filhos, Chris e Dana. Ela tem um caso romântico com Mike durante este período, ele era o melhor amigo de Nicholas.

 

homeland 2

 

Depois que somos apresentados de forma direta a todos os personagens principais, a trama começa com a corda toda. Brody retorna do Iraque como um herói de guerra, mas ele está cheio de traumas e manias esquisitas e enigmáticas. Carrie soube, por uma fonte, que um soldado americano havia se convertido, e ela acredita fielmente que este é Brody. Começa então uma caçada por evidências sigilosa, já que o vice presidente americano investe na imagem de Brody e é um dos principais “patrocinadores” da carreira de Estes.

 

Carrie conta apenas com um pequeno apoio de Saul, que mesmo assim, em determinados momentos, ainda desconfia da sanidade mental da protegida. O melhor de tudo é ver como Brody consegue disfarçar seus planos e objetivos até o final de primeira temporada, quando, em busca de resolver seus conflitos internos e externos, quase comete um ato terrorista contra os maiores líderes americanos. Carrie, correndo contra o tempo para resolver os problemas de Brody, vai até a família do militar pedindo credibilidade com relação a tudo o que ela pensa que Brody é. É claro que ninguém consegue acreditar nela, ainda mais sabendo que os dois tiveram um pequeno caso extra conjugal.

 

homeland 3

 

Brody, ao receber uma ligação de sua filha, desiste do atentado terrorista e, para distanciar Carrie de sua vida e de seus planos, conta a Estes que a ex amante tem problemas mentais sérios. O que a faz ser expulsa da CIA e decidir por fazer tratamento de choque para diminuir os impactos da bipolaridade em sua vida.

 

A primeira temporada termina assim, com Carrie afastada de seu cargo e Brody novamente, sendo reconhecido como herói e convidado para ser deputado no partido do vice presidente americano. A segunda temporada começa no mesmo ritmo, só que com uma diferença: a CIA está sem Carrie, a única especialista no terrorista mais famoso Abu Nazir (o tutor de Brody). Surge uma necessidade urgente de contactar Carrie, já que uma de suas fontes decidiu entrar em contato com Saul para informar sobre um ataque contra os Estados Unidos.

 

Mas Saul enfrenta um problema, a fonte só confia em Carrie e exige a presença dela para contar o que irá acontecer. Carrie então é retirada de seu tratamento e levada ao Líbano, onde encontra sua fonte e diz à Estes que Abu Nazir estará no país no dia seguinte para um encontro com um de seus homens. Estes desconfia, mas Saul acredita em Carrie. Eles armam um cerco no local do encontro e Brody, informado de tudo o que está prestes a acontecer (assassinato de Abu Nazir), consegue melar a operação.

 

Gente, é tanta coisa, tanto detalhe, que vocês nem precisam ficar irritados com os spoilers que dei aqui. Porque tem muito mais. A parte que contei da segunda temporada é apenas o começo, mas a mais empolgante, já que marca a necessidade de Estes em trazer Carrie de volta para a CIA. A única coisa que posso dizer para vocês é: corra para assistir a primeira e a segunda temporada, se não assistiu ainda e torça junto comigo pela chegada de setembro logo, para termos novas histórias e tramas de Homeland!

 

Perfil Coxinha

Coxinha Nerd

É tanto seriado bom que tive até que fazer uma planilha para acompanhar tudo!
A favor dos nerds e contra a tirania dos Kibes.
Facebook | Twitter

Compartilhe: