Henry Bromell, roteirista e produtor de Homeland se foi :(

-por , em 20/03 -
Henry Bromell, roteirista e produtor de Homeland se foi :(

Não sei qual a relação de vocês com Homeland, mas a minha é muito intensa. Desde que eu assisti ao primeiro episódio da primeira temporada, fico correlacionando tudo o que acontece por lá com o nosso dia a dia moderno e globalizado do reinado americano. É inevitável, pelo menos para quem curte um pouquinho de história. Por isso que notícias que podem mudar pelo menos um pouquinho da série já me deixa um pouquinho nervosa, como esta aqui…

 

Henry Bromell, roteirista e um dos produtores de uma das séries de maior sucesso atualmente, Homeland, faleceu ontem, dia 19 de março de 2013, aos 66 anos. 🙁 Ele era um dos roteiristas de maior sucesso de diversos seriados famosos da década de 1990 foi vítima de um ataque cardíaco, segundo informou a United Press. Alfred Henry Bromell nasceu no dia 19 de setembro de 1947, filho de um funcionário da CIA (olha que máximo). Ele iniciou sua carreira de escritor na década de 1970, época em que ganhou o Houghton Mifflin Literary Award por sua obra The Slightest Distance.

 

Nos anos seguintes, continuou seguindo carreira na área literária, chegando na TV no início da década de 1990. Seu primeiro trabalho foi com a série Nothern Exposure, com a qual atuou como produtor executivo e editor de roteiros. Em 1992, ele exerceu as mesmas funções na série I’ll Fly Away. Mas foi com Homicide: Life on the Street que ele se estabeleceu como roteirista e produtor. Bromell permaneceu com a equipe da série entre 1994 e 1997, retornando em 2000 para trabalhar como o filme reunion, Homicide: The Movie.

 

Nos anos seguintes ele trabalhou com episódios das séries Chicago Hope, That’s Life, Carnivàle, Brotherhood e Rubicon. Atualmente, ele atuava como produtor e roteirista na série Homeland, para a qual chegou a escrever três episódios: The Good Soldier, Representative Brody e Q&A. Ele foi casado três vezes. A primeira com uma mulher chamada Caroline Thompson, a segunda com a atriz e roteirista Trish Soodik, com quem teve um filho (o casamento terminou em divórcio antes da morte dela em 2009, vítima de câncer). Atualmente ele estava casado com uma mulher chamada Sarah, com quem teve outro filho.

 

Só tenho a dizer: Vai com Deus Henry e obrigada por ter abrilhantado a TV americana e os nossos dias com histórias de sucesso e verdadeiramente tocantes! Obrigada por tudo mesmo.

 

Perfil Coxinha

Coxinha Nerd

O mundo dos seriados policiais perde um verdadeiro herói!
A favor dos nerds e contra a tirania dos Kibes.
Facebook | Twitter

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você