Olá Coxinhos blogueiros! Eu tenho acompanhado alguns blogueiros iniciantes aqui no blog, no Facebook, e na vida pessoal e descobri que algumas das maiores dúvidas de todo mundo são exatamente pontos que eu já bati muita cabeça até aprender. Como lá no começo da Coxinha Nerd eu sempre dizia que não se cresce sem parceria, sem ajuda, sem apoio, sem conversa e sem trabalho em equipe, nada como retribuir a todos que me ajudaram “filosoficamente”, com um GRACIAS QUERIDOS e fazer a mesma coisa para aqueles que precisam de ajuda.

 

Escolhi para começar esta coluna um tema procurado demais por todo mundo que está começando, seja nas plataformas WordPress ou Blogger. Os tais Posts relacionados que a maioria dos blogs utiliza no final de cada post e que muita gente, ainda, não sabe como fazer e, principalmente, não sabe se é legal ou não fazer. Bom, primeiro vamos à minha opinião sobre o tema: É muito importante sim, caso você queira aumentar o número de visualizações e de tempo dos leitores em seu blog. Vou explicar melhor.

 

Um leitor acessa um post direto através do Facebook, por exemplo, ele lê o post completo e, no final, ele encontra uma dica de alguns posts com temática semelhante que ele poderia curtir também. Ele vai no primeiro, lê até o final e encontra a mesma dica. Quando ele se dá conta, já está há uns 10 minutos pelo menos em seu site, rodando os posts ciclicamente devido às suas dicas. Você aumenta o número de visualizações de página, aumenta o tempo do leitor no site e melhora muito a qualidade do seu conteúdo para o Google e para os demais mecanismos de busca. Tem coisa mais legal do que isso para um blogueiro? 😉

 

Help blogueiro - related posts

 

Bom, agora que eu já te convenci a utilizar os Posts relacionados (ou related posts, em inglês), basta te mostrar como fazer isso sem ter dor de cabeça – coisa que todo blogueiro sonha. 😉 Vamos lá: Para os avançados em códigos e afins, existe uma forma mais direta de criar seu próprio Widget, mas para os mais afastados deste mundo profundo da TI, como eu, foram criados vários “jeitinhos” para resolver essas questões. O primeiro exemplo que vou citar é o 2leep!

 

O site 2leep oferece um widget de artigos relacionados com imagens que é, a princípio, muito fácil de ser adicionado ao blog – o passo a passo encontrado no próprio site é intuitivo demais. O painel de controle dele é bem tranquilo de mexer também, possui até mesmo um relatório de cliques que faz você ter uma boa noção do funcionamento deste widget. Em caso de dúvidas, acesse este tutorial aqui e aprenda o passo a passo de como instalar e configurar seu 2leep. Disponível para Blogger e WordPress.

 

Minha opinião: Não curti a demora na atualização dos posts após a instalação. Fiquei mais de 24 horas aguardando a atualização das imagens no final dos meus posts, mas tudo continuou com a imagem padrão do widget e nada linkava para nada. Dizem que era uma instabilidade momentânea, mas eu preferi não arriscar. Tem gente que curte muito esse widget, fica a seu critério definir qual usar. Se adaptar ao widget nem sempre é uma opção, precisamos de alguma coisa que nos caia como uma luva! 😉

 

Outro widget que testei foi o LinkWithin – o widget oferece uma forma de cadastro bastante intuitiva também, é muito utilizado por diversos blogueiros e tem uma vantagem bem grande com relação aos formatos das imagens, quando comparado ao 2leep. O legal deste é a possibilidade de não ter nenhum tipo de propaganda, limpa mais o visual do seu blog. Em caso de dúvidas, acesse este tutorial aqui e aprenda o passo a passo de como instalar e configurar seu LinkWithin. Disponível para Blogger e WordPress.

 

Minha opinião: Não curti muito também, o programinha deles de leitura de feed não conseguiu puxar meus posts todos e ficou com alumas imagens/links trocados. A formatação no final do meu post ficou meio feia, por isso fiquei com ele algumas horas e depois decidi mudar. A configuração intuitiva acaba sendo prejudicada pelo congelamento do painel de controle depois. Não curti.

 

O terceiro e que estou utilizando atualmente é o NRelated, um widget super fácil de instalar, de configurar e de manusear posteriormente. O NRelated fugiu um pouquinho daquele formato padrão de imagens no final do post, inovou e trouxe aos usuários uma quantidade bem legal de opções, todas se adaptando à vários formatos de blog. Em caso de dúvidas, acesse este tutorial aqui e aprenda o passo a passo de como instalar e configurar seu NRelated. Disponível para Blogger e WordPress.

 

Minha opinião: Bom, estou utilizando o widget em meu site atualmente, trabalho com WordPress e posso dizer a todos os marinheiros de primeira viagem que é simplesmente fenomenal. A edição do widget depois da instalação se dá de forma bem completa dentro do próprio wordpress, vale muito a pena e qualquer iniciante consegue fazer direitinho. Super indico este widget a todos os iniciantes! 😉

 

Perfil Coxinha

Coxinha Nerd

Tem alguma dúvida? Mande por e-mail que ajudamos!
A favor dos nerds e contra a tirania dos Kibes.
Facebook | Twitter

Compartilhe: