Escolha uma Página

Filme traz Viggo Mortensen e Mahershala Ali

Conforme nos aproximamos da maior premiação do cinema, os favoritos vão chegando as telas. Enquanto muitos já estrearam nos Estados Unidos, aqui no Brasil estão começando a chegar. Sobretudo após saírem os indicados a outras celebrações, como o Globo de Ouro, diversos filmes se destacam dentre os demais lançamentos. Um deles nos traz Mahershala Ali e Viggo Mortensen nos papéis principais. Conheçam, portanto, Green Book!

Apesar de ter caído nas graças do público por um papel na trilogia Senhor dos Anéis, foi fora dela que Viggo Mortensen mais se destacou. Após o gigantesco sucesso de Capitão Fantástico, que lhe rendeu uma indicação ao Oscar, chegou a hora de Mortensen brilhar em Green Book. E dessa vez ele está ainda mais sensacional do que na produção anterior!

O Filme

Green Book traz a história do motorista ítalo-americano Frank Anthony Vallelonga. Um sobrenome desse é, decerto, complicado de falar e soletrar, e por isso, o personagem de Mortensen prefere ser chamado de Tony Lip. Vallelonga ganha a vida como segurança na casa de shows Copacabana, onde trabalha para os grandes ricos da cidade. Através de favores e pequenos golpes, ele se destaca. Mas quando menos espera, a casa de shows é fechada e Frank precisa de um novo emprego.

Dr. Don Shirley é um dos melhores pianistas do mundo. Por consequência do período racista que assola os Estados Unidos na época em que o filme se passa, ele receia sair nas ruas. Mas quando sua carreira exige que ele faça uma viagem pelo sul do país em 1962, Shirley decide contratar alguém para defendê-lo. É então que as vidas que Vallelonga e Shirley se cruzam, resultando em uma lição de vida belíssima.

Green Book

Embora Green Book pareça só mais uma produção falando sobre racismo, é algo muito maior. A essência do longa está nos detalhes, nas minuciosidades das cenas. Os diálogos entre os protagonistas são um show a parte, além de suas atuações.

Como já mencionado previamente, Viggo Mortensen dá um show ao interpretar Tony Lip. As expressões, o jeito charlatão e a maneira como desenvolve seu personagem são, sem dúvida, sublimes. Sempre brincalhão e falastrão, eventualmente se vê precisando de um novo emprego, e termina por encontrá-lo com Don Shirley.

Dr. Don Shirley é interpretado pelo vencedor do Oscar Mahershala Ali. Conforme Green Book se desenvolve, percebemos a maneira como as personalidades de ambos se contrastam. Enquanto Lip é excêntrico e espalhafatoso, Shirley é quieto e extremamente reservado. Mas surpreendentemente, é esse contraste que faz do relacionamento um show a parte.

A História

Mesmo que não seja o enfoque principal, Green Book lida sim com questões racistas. Mas inegavelmente, a maneira como o diretor Peter Farrelly aborda tal assunto é genial. Seguindo o que seria o “senso comum”, o relacionamento entre um homem branco e um homem negro naquela época seria algo quase impossível. O que temos aqui, porém, é um homem branco defendendo os direitos de seu amigo negro mais do que ele mesmo o faz.

O roteiro é co-escrito por Nick Vallelonga, filho de Tony, o que torna a história ainda mais bonita e intensa. Antes que percebamos, os créditos estão subindo e permanecemos ansiosos para saber mais da vida de Tony e Don.

Por fim, podemos dizer que Green Book certamente merece todas as indicações que recebeu. O filme se desenvolve de maneira rápida e orgânica, mesmo que traga alguns clichês no decorrer. O elenco se adapta perfeitamente a história, e apenas a torna ainda mais incrível.

APROVEITE PARA CONHECER NOSSO CANAL DO YOUTUBE:

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: