Grace and Frankie: Já amo muito!

-por , em 28/05 -
Grace and Frankie: Já amo muito!

Para quem ama séries, como eu, Grace and Frankie  é um presente da Netflix! Aliás, um parênteses para aplaudir (de pé) a Netflix e suas séries originais que invadiram nossas vidas esse ano. Já acompanhava House of CardsOrange is the new black, séries incríveis e originais do stream, que já estão na terceira temporada. Mas, esse ano, gente, o que é essa avalanche de criatividade que veio até nós? É muita coisa boa junta! Tem para criança, para adulto, para quem ama, odeia, quer guerra, heróis, tudo! Eles cercaram nossas necessidades de verdade e nos deixaram fazendo maratonas, em casa, comendo pipoca e curtindo muito. Então, antes de elogiar mais uma série, preciso agradecer a Netflix por ter tornado nossa vida muito, mas muito mais, feliz!

Grace and Frankie é uma série que só em sua apresentação, já chama muita atenção. O elenco principal é experiente e super de peso: Jane Fonda, Lily Tomlin, Sam Waterston e Martin Sheen. Não tem como negar a brilhante escolha, eles se completam de uma forma surpreendentemente apaixonante. A criadora da série é, ninguém menos que, Marta Kauffman – a co-criadora da minha série favorita de todos os tempos: Friends. O roteiro é incrível, a fotografia é linda, a trilha sonora é cativante, os diálogos são gostosos, a gente se joga na história com tudo o que temos de bagagem de seriados.

Sol and Robert

A série conta a história de dois casais, Frankie e Sol e Grace e Robert, no auge de seus 70 anos de idade. Eles são casados há 40 anos, os homens são sócios e parceiros de negócios desde sempre e as mulheres, com estilos completamente diferente, implicam uma com a outra o tempo todo. O que guia a história é o encontro que acontece logo no primeiro episódio em que os homens informam para suas esposas que eles estão se divorciando delas para ficarem juntos: sim, eles revelam que possuem um caso homossexual há 20 anos.

Frankie and Grace

Esse detalhe, que parece ser incrivelmente grande no começo da história, perde a força quando o contexto se desenrola. A relação delas, a relação deles, o crescimento da amizade, o nascimento de um novo relacionamento, os filhos e como eles reagem a esta mudança, a sociedade como um todo, os aprendizados… Enfim, tudo deixa a história mais real, a gente passa a ter certeza que poderia estar ali, sentado na mesma mesa que eles. É muito tangível.

Frankie and Grace

A maior lição da história é que sempre podemos recomeçar, nunca estamos velhos demais, isso é coisa da nossa cabeça. Somos aptos para criar novas vidas e histórias a qualquer momento e fica tudo bem sim no final. Não tem problema em virar a página em descobrir novos prazeres, em ser diferente a cada dia. Comemos a primeira temporada, rapidamente, como sempre, rs, e já estamos ansiosos pela segunda temporada também – como sempre também. Volta logo Grace and Frankie! Já te considero pacas! <3

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você