Com episódio intitulado The Children, Game of Thrones termina sua quarta temporada virando a página de vários personagens importantes na história. Mostrando os principais destinos de fuga, Pentos e Braavos, a história deu um alívio em muitos fãs. Eu sei que ainda tem muita gente que não viu o último episódio, então já adianto que rola spoiler, rola comentários e rola apreensões sobe o fim desta temporada e o começo da próxima. E mais um detalhe, eu consigo dividir livro de seriado na minha mente, então relax, esse post aqui é sobre a série apena, ok? Nem adianta pegar sua pedra desde agora.

Vamos começar falando da minha queridinha, mais do que queridinha, Arya Stark! Eu conheço já a trajetória da personagem nos livros, mas acompanhar esse mistério todo no seriado é bom demais. Fiquei arrepiada com a cena dela no porto, conversando com o capitão e mostrando a moeda, como era tão esperado. Arya ainda tem muito o que fazer pela história, e tenho certeza que a maioria dos fãs que assiste apenas a série, ainda vai ficar desesperado quando assistir. Nota para o encontro dela com Brienne, a mulher ficou emocionada e a cena foi linda, para os saudosistas de Catelyn Stark. Alipas, todas as cenas de Brienne e Podrick tem sido ótimas. Estou adorando essa jornada dos dois. 😉

dragões

Outra parte bem emocionante de se assistir, que me fez chorar até, foi o momento em que Daenerys recebe mais uma reclamação sobre seu dragão matando crianças e animais e resolve dar um fim nisso. Ela prega por uma sociedade sem injustiças, sem escravidão, sem morte e conquistas. Por isso, nada mais justo que perceba que seus filhotes dragões estão fazendo muito mal para os camponeses de seu reino. A forma que ela levou seus dois dragõezinhos para a corrente e a despedida dela com choro e deles com gritos foi de deixar qualquer fã arrepiados. E se preparem, que pela sequência de fatos de RR Martin, na próxima temporada, ela se ferra bastante.

lannisters

Agora vamos falar dos nossos leões! Os Lannisters dominaram o barraco nesse último episódio, aliás, podemos dizer que durante toda a quarta temporada. A começar pelo fofo Jaime soltando Tyrion e permitindo sua fuga – muito fofo gente. Depois com Tyrion indo parar exatamente no quarto de seu pai, onde sua ex-cadela, quer dizer, ex-amante Shae estava dormindo. Tyrion fez tudo o que não pôde fazer nesta temporada, matou a cadela, matou seu pai (em uma situação extremamente constrangedora) e ainda deu tchau de navio lindo e pequetitinho, junto com Lord Varys. Posso dizer que adorei o desfecho.

Para completar o circo Lannister, nada como assistir a cena em que Cersei enfrenta seu pai e diz que não vai, de jeito nenhum, se casar com Sir Loras. E não foi só isso, impagável ela dizendo que ama Jaime, tem um caso com ele desde sempre, debaixo do nariz do pai e que seus filhos são fruto desse incesto. A cara de desconcertado de Tywin foi ótima. Convenhamos. Ansiosa para saber o que vai rolar na quinta temporada, e vocês?

brandon stark

Brandon Stark! Gente, o que foi essa trajetória de Bran? O que são os pequenos fofos magos-druídas-f0f0s-warg? Amei amei amei. Os mísseis mágicos (pequenos e com mais de 1d4 de dano, com certeza) foram a salvação de Bran e sua trupe. O encontro de Bran com a árvore dos antigos, com os pequenos, com o todo poderoso Warg, o corvo de três olhos, que vai lhe ensinar não só a viver novamente de uma forma mais linda e sincera, mas que também vai lhe ajudar a voar. Essa história promete e muito ainda!

jon snow

E agora vamos falar de coisa boa? Vamos falar de Jon Snow? O cara é peitudo e honrado mesmo, como era seu pai. Ele saiu da muralha sozinho e, por conta própria, resolveu negociar com o rei-para-lá-da-muralha. A cena foi digna de César (entendedores, entenderão). A conversa até que estava indo bem (sqn), até que chegou o pessoal de Baratheon, matando todo mundo, mostrando quem é o verdadeiro rei nessa história e considerando os conselhos de Jon apenas por ele ser filho de Ned Stark! Lindo demais. As cenas foram ótimas e nos deixaram muito mais animados para a quinta temporada. Aliás, posso dizer que o final foi digno demais, foi bonito, foi do tamanho que queríamos e com certeza foi um fechamento incrível para vários núcleos. Até ano que vem com Game of Thrones e sua quinta temporada 😉

Compartilhe: