Se você ficou preocupado com nosso futuro depois de ler que os robôs estão aprendendo a se comunicar secretamente pode ficar tranquilo, pelo menos é o que diz a Google.

A gigante está pesquisando sobre a criação de um botão de emergência para caso um dia as máquinas resolverem se rebelar contra a humanidade. A empresa quer que o gatilho seja à prova de qualquer contra ataque ou desativação por parte dos robôs, e tomasse o controle da situação de volta imediatamente.

A decisão veio como resultado de um estudo publicado pelo DeepMind, empresa focada no estudo das inteligências artificiais comprada pela Google em 2014, em conjunto com a The Future of Humanity Institute (Instituto do Futuro da Humanidade).

A preocupação gira em torno dos recentes – e rápidos – avanços nessa área. No estudo foi dado um outro exemplo: um bot criado para aprender maneiras de vencer no jogo Tetris. A solução foi curiosa: a máquina descobriu que não poderia perder nunca se simplesmente pausasse o jogo.

Com robôs aprendendo sozinhos e tendo características cada vez mais inesperadas, é claro que as responsáveis por isso precisam estar cientes dos perigos e preocupações da sociedade. Verdade seja dita: os filmes de ficção que falam sobre robôs também não ajudam no nosso medo.

Enquanto empresas como Google, Amazon e Facebook investem em melhorar os sistemas de inteligência, pessoas importantes como Elon Musk e Stephen Hawking se dizem cautelosos e acham que a inteligência artificial pode apresentar um risco para a humanidade.

Qual a sua opinião sobre o assunto? Devemos continuar a evoluir as máquinas ou precisamos parar antes que seja tarde? Não deixe de comentar aí embaixo, na nossa página no Facebook e nas outras redes sociais: Como diriam agora Cris e Panda: é tudo COXINHANERD (tudo junto mesmo!).

Leia mais sobre Tecnologia

Compartilhe: