Ok, eu nunca fui muito fã de Glee, mas resolvi pegar direito essa série para ver e estou acompanhando de perto a quarta temporada. Posso dizer que, comparado às temporadas anteriores, a série está muito mais madura e gostosa de assistir. As partes que se passam em NY com Rachel e Kurt estão simplesmente fantásticas. Como não sou fanática, estou acompanhando pela FOX – explicando: os fanáticos (como eu sou por outras séries e por isso não recrimino), andam baixando os episódios. Mas está sendo gostoso acompanhar no tempo brasileiro da série, até porque, está completando a minha semana de seriados… A quarta feira estava meio perdida no meio de tantas coisas legais rolando né?

 

Eu realmente não sei o que irá acontecer nos próximos episódios porque evito spoilers sobre tudo o que acompanho, então nem adianta esperar isso por aqui. Claro, faço resumos dos episódios que já vi, porque se o pessoal já baixou e já passou na FOX, sinceramente, deixou de ser spoiler né? 😉 No segundo episódio que passou ontem (21/11), Rachel tentou impressionar sua professorinha de dança para conseguir mais apoio em sua carreira. Parece que deu um pouquinho certo, devido às suas explosões mimadas, a professora – diga-se de passagem, incrivelmente interpretada pela atriz Kate Hudson – passou a se identificar um pouquinho mais com ela.

 

 

Estou torcendo para Rachel desencanar um pouquinho do Finn. A menina foi tão mal acostumada a ser o centro das atenções que acha realmente que o sumiço de Finn tem alguma coisa a ver com ela. O cara está vivendo sua própria vida ué, o que tem de mal isso? A Rachel precisa superar a vidinha de adolescente, mais para a frente, em sua vida, as coisas podem até dar muito certo entre eles dois, mas para isso eles precisam amadurecer e viver outros relacionamentos. Nada contra a Rachel experimentar um pouquinho da vida na cidade grande com o Brody.

 

Outro ponto forte da alta temporada, na minha opinião, é a participação do novo personagem do New Directions – Wade “Unique” Adams – gente, o que é essa pessoa? A-do-ro todas as cenas que ele aparece, e adorei muito a interpretação de Womanizer que ele puxou para dar um toque em Marley de que o carinha que ela está apaixonadinha – porque esta temporada precisava de um Puck substituto – é mulherengo. Muito bom!

 

Marley parece que será um destaque bem interessante nesta temporada, tirando de lado aquela tradição que Glee conseguiu criar com a Rachel – da menina perfeita, mimada e linda que tem voz de anjo. Marley tem os mesmos trejeitos de Rachel na hora de cantar e interpretar, mas passa por sérios problemas com sua mãe – aliás, o preconceito nunca deixou de ser um tema presente e polêmico em Glee.

 

 

Confesso que fiquei um pouquinho assustada com as cenas do segundo episódio sobre a nova vida de Brittany. A personagem arrancou suspiros de muitos homens com seu relacionamento homossexual com Santana e suas interpretações de Britney Spears. Mas agora, nesta temporada, depois de repetir de ano, ficar sozinha [longe de sua namorada], passou a ter seu jeitinho infantil e inocente aguçado. Suas notas caíram mais ainda e a menina foi expulsa do grupo das Cheerleaders – algo nada difícil de Sue fazer né? Santana anda bem ocupada com seu crescimento pessoal e não está conseguindo dar muita atenção para a namorada – nem mesmo pelo skype e sms.

 

Em uma crise de “personalidade perdida” Brittany começa a comer compulsivamente, se veste mal e perde toda aquela auto estima bem conhecida por todos nós. Na apresentação da escola pelo New Directions, Schuester tenta colocar a menina para cima refazendo o musical inspirado em Britney – ídola da personagem. Os amigos de Brittany ajudam um pouquinho mais a colocando em destaque, mas ela não está muito afim de ser ajudada. Resolve fazer um playback digno de Britney em sua queda – colocando em risco a carreira de todo o grupo e de seu professor. Se sentindo 100% no buraco, Brittany pede para sair do New Directions e chega ao fundo do poço literalmente – just like Britney. Vamos ver no que vai dar essa história toda, porque a trama está esquentando e semana que vem eu não perco o terceiro episódio por nada nesse mundo! Até lá! 😉

Compartilhe: