DIRETOR JAPONÊS TENTA ACABAR DE VEZ COM A POLÊMICA ENVOLVENDO GHOST IN THE SHELL!

Após o anúncio de Scarlett Johansson como Major na nova adaptação de Ghost in the Shell para os cinemas, muitos fãs ficaram revoltados com o fato de uma atriz americana branca ter sido escolhida para interpretar uma personagem asiática.

Porém, o diretor Mamoru Oshii, que dirigiu as duas primeiras adaptações do mangá para os cinemas, defendeu a escolha da atriz:

“Qual é o problema em tê-la no elenco? O nome Motoko Kusanagi e seu corpo não são seu nome e corpo originais, portanto não há qualquer base para dizer que uma atriz asiática deveria interpretá-la. Ainda que seu corpo original, assumindo que tal possibilidade existisse, fosse de uma japonesa, mesmo assim não faria sentido!” disse o diretor em uma entrevista com a IGN.

Ele já havia dito em novembro que o novo longa irá honrar o anime original (do próprio diretor). Para completar, ele comentou que as reclamações são movidas por questões políticas, e que as expressões artísticas deveriam se libertar de tudo isso.

Além de Johansson, temos no elenco Pilou Asbaek como Batou, Takaeshi Kitano como Chefe Daisuke Aramaki, Juliette Binoche como Dr. Ouelet, Michael Pitt como Hideo Kuze, Chin Han como Togusa, Lasarus Ratuere como Ishikawa e Pete Teo como Tony. A direção está nas mãos de Rupert Sanders, enquanto o roteiro foi escrito por Jonathan Herman e Jamie Moss.

A estréia do longa nos cinemas nacionais está marcada para o dia 30 de março.

Veja mais sobre Filmes