Existe uma cena na primeira temporada de Game of Thrones que marcou a mente dos fãs, mas que também criou uma grande força no seriado: as mulheres. A cena é de Daenerys Targaryen. A herdeira do trono de ferro caminha para uma grande fogueira em que está seu marido recém falecido, o grande garanhão e seus três ovos de dragão. Ela passa a noite inteira dentro da fogueira e sai, na manhã seguinte, nua, toda suja de fuligem e com três pequenos dragões-filhotes em seu corpo. Ali estava marcada a história, que de paralela não tinha nada: as mulheres são peças fundamentais em todos os reinos e famílias da guerra dos tronos.

A série (e os livros) sempre tratou de temas muito polêmicos como estupros, assassinatos, guerra dos sexos, roubos, incestos – mesmo assim, nunca deixou de focar suas histórias também na sutileza feminina. As mulheres escolhidas para interpretar as principais representantes das famílias da história são lindas e, de igual tamanho, possuem uma grande presença e opinião quando se trata de um rumo que movimentará Westeros.

Antes de Game of Thrones (e de muitas outras séries que temos hoje em dia), as mulheres eram fofoqueiras e companheiras sexuais – ou então lindas elfas ou fadinhas que brilhavam no escuro. Comparado aos grandes nomes de filmes nerds, como por exemplo, Senhor dos Anéis, Game of Thrones conseguiu conceituar a guerreira feminina de uma forma bastante única. Galadriel e Éowyn tem seus momentos, claro, Arwen motivou meninas a serem mais delicadas e meninos a amar mais e distribuir mais colares lindos e encantados. Mas, sinceramente, nada além disso.

Game of Thrones, em contrapartida, conseguiu criar esse conceito de mulheres que vão à luta, que reúnem exércitos, que são capazes de manipular, matar, politizar, enganar e reinar tanto quanto os homens. O número de mulheres sobreviventes na série é muito maior do que o número de homens, mesmo que, na primeira temporada, o foco delas tenha sido muito maior em bordéis e nas camas dos poderosos homens como os Lannisters e Starks.

Cersei Lannister

Para começar, temos a politizada e cobra mór, Cersei Lannister. Esta é uma vilã de carteirinha e com uma linha de personagem perfeita. Apesar de sempre ter odiado a jovem Sansa Stark, a ex-rainha costumava dar conselhos blindados e cheios de segundas intenções à menina, inclusive, a frase “Quando você joga o jogo dos tronos, ou você ganha, ou você morre”, é dela. Chupa essa. Hoje, Cersei mostra que, mesmo sem poder, sem um grande marido ao seu lado e cheia de pecados e problemas, ela consegue ter mais foco na tomada de decisão do que muitos homens que continuam batendo cabeça na história!

LEIA TAMBÉM: CONHEÇA MELHOR A MULHER MARAVILHA E ALGUMAS CURIOSIDADES

Melisandre

Meus olhos brilharam quando chegou Melisandre na história – ela é uma feiticeira que domina a mente do último Baratheon que importa. Além de toda a feitiçaria e macumba comum de suas aparições, ela ainda conseguiu dar a luz de uma forma extremamente bizarra a uma fumaça negra que saiu matando Deus e o mundo por Westeros. Não está fácil para os homens da guerra dos tronos. Hoje, prestes a começar a sexta temporada, seu papel pode ser muito mais incrível e fundamental – não estamos todos torcendo para ela reviver Jon Snow?

Daenerys Targaryen

Daenerys Targaryen, a famosa mãe dos dragões, filha da tormenta, nunca será afetada pela força do fogo! Ela começa a história como sendo a parte mais inferior da cadeia alimentar sexual, vendida por seu irmão para se casar com um bárbaro e ser estuprada em sua noite de núpcias. Ela sobrevive à devastação do povo de seu marido e perde seus dois novos amores: marido e filho. Depois, Daenerys deu a volta por cima e varreu todo o período de tormenta com glória e perfeita liderança. Mesmo estando completamente aleatória agora, perdida no tempo e no espaço por causa de seu filhote Drogon, ainda tem poder o suficiente para chegar ao trono, não é mesmo?

LEIA TAMBÉM: BATALHA NAVAL – O QUE SABEMOS DE NÓS MESMOS?

Brienne de Tarth

Daenerys e Cersei são rainhas, mulheres criadas com pompa por suas famílias, mas Brienne de Tarth é uma verdadeira guerreira musculosa e cheia de destreza para lutar! Ela salva a vida de Jaime Lannister e ainda lhe diz: “Por toda a minha vida, homens como você zombaram de mim e, por toda a minha vida, eu tenho os transformado em pó”. Brienne é o tipo de mulher que suja as mãos na hora de resolver algum problema e realmente não pede nada a ninguém!

Arya Stark

Arya Stark, apaixonada por esgrima e uma verdadeira moleque tem um talento extremamente especial para a sobrevivência. O legal dessa personagem é que ela não foi nos apresentada pronta, acompanhamos todas as fases de Arya até ela ser o que é hoje em dia e, acreditem, não é nem metade do que ela é capaz na história. Desacreditada e ridicularizada, muitas vezes, por seus irmãos, Arya sobreviveu e alguns deles não – Como faz agora hein? Acho que ela será uma das peças fundamentais nessa sexta temporada – estamos todos ansiosos para conferir seu verdadeiro treinamento, não é mesmo?

LEIA TAMBÉM: VAI TER 3ª TEMPORADA DE FEAR TWD SIM SENHOR!

Maegaery Tyrell

Na capital Porto Real, Margaery Tyrell e sua avó Lady Olenna, criam uma verdadeira teia de aranha em volta do trono do Rei Jofrrey. Usando a imprudência e sede de poder do pequeno rei, as duas cobrinhas muito bem criadas puxam, aos pouquinhos, o poder para a família Tyrell. Ambas ditaram as regras por um bom tempo em Game of Thrones, mostrando exatamente a que vieram e salpicaram em todas as suas cenas, uma combinação perfeita de generosidade, inteligência e crueldade. Mas, agora, parece que as coisas mudaram um pouquinho – ansiosos para conferir para onde vai toda aquela autoridade de Miss Margaery? Porque eu estou!

Qual a sua personagem feminina favorita e, mais importante: por que você a admira tanto? Comente aqui!

LEIA TAMBÉM:

VIVA NO UNIVERSO DE HARRY POTTER!

ROGUE ONE: SERÁ UMA MISSÃO IMPOSSÍVEL?

Compartilhe: