GAME OF THRONES | Perfil de personagem: Theon Greyjoy!

A DECISÃO QUE MUDOU SUA VIDA!

Como vimos no post anterior, Lorde Balon Greyjoy, Senhor da “Ilhas de Ferro” tentou levantar uma rebelião contra a coroa de Rei Robert Baratheon, tornando-se novamente um Rei livre das amarras dos “Sete Reinos”, no entanto, acabou sendo derrotado e forçado a se render. *Link com detalhes de sua rebelião a baixo:

http://www.coxinhanerd.com.br/game-of-thrones-veja-mais-sobre-a-historia-da-casa-greyjoy/

Rei Robert foi misericordioso e permitiu que Balon mantivesse seu título de “Lorde Protetor” das Ilhas de Ferro, com a condição de que seu último filho homem vivo, Theon Greyjoy, se tornasse um protegido da Casa Stark, como um refém, para garantir seu bom comportamento daquele dia em diante.

Derrotado, Balon teve que dobrar o joelho para o rei e jurou novamente fidelidade ao “Trono de Ferro”, aceitando as novas regras impostas pela coroa, bem como o envio de seu único filho homem ainda vivo para ser criado sobre a tutela Stark.

Theon tinha entre oito a dez anos na época.

Com Theon em Winterfell, Balon decide educar sua filha Asha como sua herdeira, passando a ensinar a menina a ser uma líder e mestre navegadora. *na série eles alteram o nome de Asha para Yara, devido ao nome original dos livros, ter à sonoridade muito similar ao da personagem selvagem Osha.

A narrativa de Theon nos livros foi muito bem adaptada para a série da Hbo e possui poucas alternâncias, sendo assim, irei seguir com a narrativa do livro ate onde for possível: ao chegar em Winterfell Theon já era mais velho que Robb Stark, primogênito de Lorde Eddard Stark, assim como mais velho que Jon Snow, na época proclamado como bastardo de Ned.

Theon nunca foi tratado pelos Starks como um inimigo, devido a sua idade precoce, ele viveu dentro dos aposentos dedicados as crianças Starks legitimas, e compartilhou com elas a educação, própria para cada fase de sua idade. *Theon recebia mais atenção do que Jon Snow, por exemplo, principalmente no que se referia ao contato com Lady Catelyn.

*Seu relacionamento com Jon Snow, no entanto, era de rivalidade, já que ambos buscavam a aprovação dos Starks quase diariamente.

Sua relação com os Stark sempre foi respeitosa e cordial e ele considerava Robb Stark como seu irmão mais novo, porem, as demais crianças Starks não fazia muito parte de suas rotinas diárias.

Theon é descrito como irritadiço, estando constantemente insatisfeito, boa parte devido a seu status “de refém – não refém” ou por desejar uma figura paterna real.

Buscava a atenção em tudo o que se propunha a fazer: era fraco em combates físicos ou ao manejar uma espada, no entanto, ninguém podia negar que com um arco em mãos ele era capaz de “quase tudo”.

Inicialmente, ele é arrogante, pretensioso, zombeteiro e orgulhoso.

Alto e esguio, de cabelos escuros e olhos acinzentados: charmoso, de fala afiada e atraente.

Theon esta presente em momentos muitos importantes para o inicio de narrativa de Got como por exemplo: na execução do patrulheiro por Ned Stark logo no inicio da trama; ao encontrar a matilha de lobos gigantes e zombar de Jon Snow; após Ned Stark partir para Porto Real, ele permaneceu como mão direita de Robb Stark e ate mesmo salvou Bran Stark quando o mesmo foi feito refém de selvagens, durante um passeio a cavalo.

Quando a “Guerra dos Cinco Reis” teve inicio, Theon tornou-se um confiável companheiro de batalha, para o agora Rei Robb Stark, estando ao seu lado em batalhas como a “Batalha dos Acampamentos” e na “Batalha do Bosque dos Murmúrios”: sempre ágil e esperto, venceu muitos soltados e gabou-se posteriormente de “quase” ter cruzado espadas com Jaime Lannister “O Regicida”.

Em situação difícil, o Rei Robb Stark, tomado pela confiança cega em Theon Greyjoy, acaba por enviá-lo ao encontro do pai Lorde Balor Greyjoy a fim de firmar um acordo que beneficiaria ambas as partes: Lorde Balon ganharia a independência das “Ilhas de Ferro” e se proclamaria Rei tendo o apoio do Norte e em contra partida, o mesmo forneceria ajuda bélica através de sua frota de navios, atacando as “Terras Ocidentais” e pegando de surpresa a Casa Lannister, bem como seus aliados. *Catelyn Stark é contra o envio de Theon de volta a sua casa e mas uma vez é ignorada pelo filho e agora Rei Robb.

Ao chegar às Ilhas de Ferro e se apresentar ao pai, bem como ao tio Aeron chamado também de “Cabelo Molhado”: Theon acaba sendo ridicularizado e taxado de nortista, por se vestir, falar e agir como um nativo westerosi. *Para Balor, Theon não é mais um “nascido do ferro”, viveu tempo demais com os nortistas e, portanto, não é digno de confiança, sendo assim, rejeita a proposta; porem, Theon não desiste e se mantém nas Ilhas para tentar convencê-lo.

CURIOSIDADE 1: O encontro de Theon e sua irmã mais nova Asha *na série chamada de Yara* ocorre de forma bem similar ao da série, no entanto, boa parte de seu diálogo ocorre dentro de um Drácar, onde Asha se passa por esposa de um barqueiro simples; quando Asha revela quem realmente é e o humilha Theon, ele acaba por chama-la de “Cadela do Mar”, ela ri e diz que esse deveria ser o nome de seu navio, o que realmente acaba ocorrendo.

Após alguns dias Theon descobre o plano do pai de aproveitar-se do momento de fraqueza Stark, para devastar o Norte e se tornar Rei de toda a região: em meio à confusão de sentimentos, Theon toda uma decisão que contraria tudo que lhe foi ensinado durante anos de convivência aos Stark e fica a favor de sua família de sangue.

CURIOSIDADE 2: na série antes de partir para consolidar sua traição para como Rei Robb Stark, Theon passa pelo ritual do “Deus Afogado” chamado de “Batismo de Sal”. *durante o “Batismo de Sal” tradicional dos livros, o garoto é mergulhado na água rasa da praia ate ocorrer seu afogamento, ele é tirado e se espera retornar; se o jovem voltar significa que ele deve seguir com as tradições locais como tantos outros, navegar e conquistar o mar; caso o jovem não volte significa que ele foi escolhido como um dos remadores do “Deus Afogado” fazendo parte agora dos guardiões dos mares que terá como responsabilidade a proteção dos marinheiros que ainda vivem, portanto, morrer nesse ritual significa uma honraria. *é desse ritual que veio o lema local: – O que está morto, não pode morrer… Mas volta a se erguer, mas duro e forte!. *Na série o batismo de Theon foi mais simples, apenas com palavras antigas e agua salgada jogada sobre sua cabeça e a cerimonia do afogamento ficou para as cenas de Euron Greyjoy assumindo o “Trono de Sal” *SE DESEJA SABER MAIS SOBRE A ORIGEM DAS ILHAS DE FERRO, ASSIM COMO OS MISTERIOS DO “DEUS AFOGADO”, ACESSE O LINK:

http://www.coxinhanerd.com.br/game-of-thrones-ilhas-de-ferro/

Agora, o auto-proclamado Rei Balon Greyjoy, envia seus “Nascidos do Ferro” para atacarem pontos estratégicos: seu irmão Victarion Greyjoy invade e mantém para si o “Fosso Cailin” no Gargalo, evitando assim que os Lordes fiéis ao Rei Robb Stark, possam retornar para suas sedes e impedir o avanço dos “Nascidos do Ferro” sobre as terras nortenhas; Enquanto isso, Asha/Yara toma “Bosque Profundo” e Theon tem por missão tomar a “Costa Pedregosa” em companhia de seu tio Aeron “Cabelo Molhado” e Dagmer “Boca Rachada”. *Aeron Greyjoy se tornou um sacerdote de sal e passou a ser responsável pelas cerimônias mais importantes nas Ilhas de Ferro, por isso ganhou o apelido de “Cabelo Molhado”.

Todos os ataques ocorrem de forma impecável e dentro do planejado, no entanto, Theon Greyjoy ainda desejava provar ao pai que é de confiança e que era tão bom como os demais “Nascidos do Ferro”, sendo assim, ele elabora uma missão extra e muito ousada, onde ele toma Winterfell em um ataque surpresa, sem a permissão de seu tio ou de seu pai.

Após essa traição para com os Stark, Theon Greyjoy passa a ser chamado dentro do Norte como: Theon “Vira Casaca”.

Inicia aqui uma seqüência de decisões problemáticas que geraram grandes impactos na vida de Theon: ao tomar Winterfell, ele liberta um prisioneiro de apelido “Fedor” e este passa a bajular o novo “Senhor do Castelo” de forma insistente, o que agrada Theon, afinal ele gosta de atenção.

Sua irmã Asha/Yara chega e tenta argumentar com Theon, alegando sua imprudência ao tomar um Castelo tão grande e o lembra que os “Nascidos do Ferro” nunca em sua historia, conseguiram manter castelos localizados tão longe do mar, e acaba por deixar apenas uma força simbólica para ajudá-lo a manter sua ocupação e parte em seguida.

Pouco tempo depois: Bran e Rickon Stark desaparecem, bem como o cavalariço Hodor e a selvagem Osha, deixando Theon em desespero, afinal perder dois reféns nobres seria o inicio de sua derrocada.

Diante da fuga das crianças Stark, Theon acaba matando duas crianças camponesas e as apresenta ao povo alegando serem os pequenos Lordes fujões, na intenção de manter o controle dos cidadãos que vivem ali através do medo.

CURIOSIDADE 3: o povo nortenho ate esse momento estava aceitando sem muitas revoltas a regência de Theon dentro de Winterfell, boa parte por acharem que ele estava dentro de um plano maior elaborado por  Rei Robb Stark, no entanto, com a apresentação de dois corpos de meninos e com a declaração de que se tratavam de Bran e Rickon Stark, o então submisso povo nortenho, passou a se amotinar, causando muitas situações desconfortáveis ao jovem e inexperiente Theon.

Ao receber as noticias da tomada de Winterfell, bem como da morte de seus dois irmãos mais novos, Rei Robb Stark se vê obrigado a recuar com suas tropas, para retomar o controle do norte novamente, no entanto, em sua ultima batalha, ele se machuca e acaba sobe os cuidados de Jeyne Westerling, filha mais velha de Lorde Gawen Westerling e Sybell Spicer, vassalos Lannister.

CURIOSIDADE 4: A Casa Westerling é uma Casa nobre das “Terras Ocidentais” e é juramentada a Casa Lannister; Os Westerlings são uma casa antiga e orgulhosa, descendentes dos Primeiros Homens da Era dos Heróis, porem, com o passar dos séculos, foram perdendo terras e riquezas, com suas minas sendo vendidas até que eles acabaram se tornando uma Casa relativamente pequena e pouco influente. *é importante informar que na época do enredo, os Westerlings mal tem meios de manter sua “Fortaleza de Despenhadeiro”. *Robb Stark consegue junto a eu exercito tomar a fortaleza, no entanto, ele é ferido por uma fecha e é levado para dentro da fortaleza para cuidados médicos. Enquanto isso Sybell, esposa do Lorde Gawen, junto a seu irmão Rolpf, iniciam em segredo negociações com o seu suserano, Lorde Tywin Lannister, em troca de promessas de casamento dignas para as fiilhas de Sybell, Jeyne e Eleyna; Rolph e Sybell fazem Jeyne, a filha mais velha, ir cuidar de Robb que esta ferido e muito triste por saber da morte dos dois irmaos menores: Bran e Rickon; Jeyne e Robb acabam fazendo sexo e, após tirar a virgindade da menina, o rei do norte acaba se casando com ela para lhe salvar da desonra. *Robb passa a acolher a família da esposa e os mantém em sua corte, o que irrita muito sua mãe Cat; Jeyne é deixada em Correrio e Robb marcha rumo ao norte, parando apenas para comparecer ao casamento de seu tio Edmure Tully com uma das meninas Frey, acordo firmado agora, como reparação a quebra do tratado anterior, no entanto Rei Robb, sua mãe e toda sua comitiva não alcançam o objetivo de retornar para casa, já que durante as festividades do casamento no “Castelo das Gêmeas”, eles foram traídos através de uma artimanha elaborada pelas casas: Frey, Bolton e Lannister.

Ao ficar sabendo da marcha liderada por Rei Robb Stark, Theon se desespera e pede que “Fedor” que vá e consiga reforço com os demais “Homens de Ferro” que estão na região, no entanto, “Fedor” se direciona a “Forte Pavor”, castelo pertencente à Casa Bolton e retorna com centenas de soldados para tomar Winterfell em nome e Roose Bolton. *Fedor na verdade era Ramsay Bolton disfarçado, o filho bastardo de Lorde Roose Bolton; ele queria conhecer seu inimigo melhor antes de atacar e tomar a sede Stark para seu pai, que já estava planejando junto aos Frey’s a derrota Stark junto ao “Casamento Vermelho”.

Ao contrário do apresentado na série, Theon tem nos livros o apoio incondicional de seus homens e todos lutam e morrem por sua causa. *Na série Theon é traído pelos seus homens e é entregue aos cuidodos dos Boltons.

CURIOSIDADE 5: Após ser derrotado, Theon simplesmente some nos livros e muitos acreditam que esteja morte; no entanto na narrativa do quinto livro “A Dança dos Dragões”, ele retorna sobre um novo nome: Fedor. *esse novo personagem surge como um mistério a ser desvendado por nos fãs, e logo percebemos que se trata de Theon Greyjoy; a série optou por nos mostrar as torturas realizadas por Ramsay, bem como a quebra de sua pisque, nos dando a oportunidade de conhecermos melhor Ramsay Snow, bastardo de Roose Bolton. Theon e feito prisioneiro e passa a ser submetido a constantes sessões de tortura, diretamente realizadas por Ramsay: as técnicas de esfolamento vivo são antigas e passadas de geração em geração dentro da casa Bolton, sendo assim a pele de Theon foi esfolada devagar e intensamente; vários dedos das mãos e dos pés foram arrancados; os dentes foram arrancados sem seguida e fica implícito que seu “membro” fora decepado também no processo. *na série esse fato é confirmado devido à cena do envio de uma caixa ao Rei Balon junto a uma carta que diz que a caixa, contem o “brinquedo favorito de Theon”. *não irei me prolongar no personagem Ramsay, pois é necessário um texto exclusivo para o mesmo.

Em paralelo a isso, Rei Balon Greyjoy morre misteriosamente ao cair de uma das pontes suspensas da Ilha de Pyke, apenas um dia antes da chegada de seu irmão exilado Euron Greyjoy “Olho de Corvo” dando a entender que possivelmente ele estivesse aguardando a morte do irmão, para enfim retornar para casa.

CURIOSIDADE 6: É importante ressaltar, que os demais irmãos de Lorde Balon não se davam bem entre si, tanto que Euron chegou a estuprar a “esposa de sal” do irmão Victarion durante o termino da Rebelião Greyjoy contra a coroa de Rei Robert, a jovem acabou por engravidar do mesmo; esse ato foi considerado uma desonra e Victarion acabou por matar a jovem em um ato de fúria; como punição, Lorde Balon exilou o irmão Euron para os mares e o proibiu de pisar novamente em qualquer uma das “Ilhas de Ferro”. *Euron viu no exílio uma oportunidade para navegar por mares nunca navegados e partiu com seus leais para viver suas aventuras, aguardando pacientemente o momento certo de seu retorno.

Aeron “Cabelo Molhado” convoca a primeira “Assembléia de Homens Livres” depois de centenas de anos, na esperança de seu irmão Victarion Greyjoy seja eleito como “Senhor da Cadeira de Pedra do Mar”, porem, Euron “Olho de Corvo” acaba sendo escolhido dentre os demais lideres das Ilhas de Ferro, boa parte devido a seu discurso inflamado onde exauta que o símbolo de sua casa é uma Kraken (a gigantesca lula do mar, temida por seus tentáculos fortes, que ao agarrar algo nunca abandona até que esteja totalmente morto) e prega a retomada do “Costume Antigo”, bem como informa que em seu poder consta um berrante feito de chifre de dragão capaz de dominar e controlar Dragões vivos. *o sacerdote Aeron “Cabelo Molhado” desaparece, prometendo levantar o povo contra Euron. *em breve um texto sobre o perfil de Euron Greyjoy, assim como a diferente narrativa que possui entre livro e série.

Enquanto isso Theon, agora chamado apenas de “Fedor”, permanece prisioneiro de Ramsay Snow, porem, assim como na série ele é utilizado para negociar a rendição dos “Nascidos do Ferro” junto ao “Fosso Cailin” sob a promessa de passagem segura, mas sabemos que Ramsay não é do tipo que cumpriria essa promessa e mata todos os guerreiros assim que se rendem.

Ao retornar Theon/Fedor fica sabendo do casamento de Ramsay, agora um Bolton reconhecido, com Arya Stark, e acaba forçado a participar de seu estupro; no entanto ao ficar diante da menina, reconhece que a garota ali é na verdade Jeyne Poole. *assim como o povo nortenho, Theon guarda a informação para si e acaba por desenvolver uma relação linear para com a moça durante sua moradia ali.

CURIOSIDADE 7: na série vemos que a narrativa de Jeyne Poole é absorvida por Sansa Stark, no entanto ate o quinto livro da saga, a jovem Sansa se encontra na segurança do castelo “Ninho da Águia”.

Devido ao trauma das constantes torturas, Theon/Fedor acaba ficando muito magro e de aparência envelhecida: seus cabelos estão brancos e sua boa quase sem dentes; quase que irreconhecível.

Algum tempo depois Theon/Fedor acaba relutantemente participando de um plano liderado por Mance Rayder junto ao povo nortenho afim de libertar  Arya/Jeyne.

o.O isso mesmo Mance esta vivo minha gente kkk ele foi salvo de uma forma misteriosa pela Sacerdotisa Vermelha Melissandre, durante sua morte na fogueira. *Mais detalhes sobre os segredos de Melissandre, bem como no link a baixo:

http://www.coxinhanerd.com.br/game-of-thrones-melisandre/?fbclid=IwAR1zx83_l4Xp4u915ovI2_0KqvtcnuvDz5r6l7LT3e9_ZEHaO9vdx4OBp_g

Com a aproximação do exercito unificado de Stannis, Nortenhos e Selvagens, Theon/Fedor liberta Arya/Jeyne e ambos pulam sobre os muros de Winterfell sobre neve fofa, muito similar a fuga de Sansa Stark e Theon na série.

Em desesperada fuga, ambos acabam nas mãos de Mors Umber que acaba por enviá-los para junto do exercito de Stannis; Lá Theon/Fedor acaba reencontrando a irmã Asha/Yara que não o reconhece inicialmente devido a seu estado deplorável.

CURIOSIDADE 8: Asha/Yara havia retornado à Bosque Profundo, porem acabou sendo capturada em um ataque repentino do Rei Stannis, ela é mantida junto do exército de Stannis quando ele marcha para o Cerco de Winterfell; ao perceber que o irmão esta ali ela tenta resgatá-lo, no entanto, Rei Stannis alega que os nortenhos querem Theon morto e o nortenhos terão Theon morto. *Asha/Yara sugere que Stannis o decapite perante uma árvore coração, como Ned Stark teria feito e assim termina sua narrativa dos livros. o/ existem teorias de que Asha/Yara propõe a decapitação como parte de um plano maior, para salvar o irmão em um ultimo momento, porem, como a narrativa deles termina assim no quinto livro da saga, cabe a nós fãs especularmos ate o lançamento do sexto livro de Got, já intitulado como “Ventos de Inverno”.

A partir daqui veremos o desenrolar da trama através dos acontecimentos da sexta e sétima temporadas da série da Hbo: vimos ate aqui, que poucas são as diferenças de enredo entre os livros e adaptação televisiva, talvez a diferença mais gritante, seja o fato de Sansa Stark ter absorvido a narrativa de Jeyne Poole, o que ao meu ver, acabou pro trazer uma carga dramática para o enredo muito maior, já que a personagem Sansa Stark é muito mais conhecida do que a de Jeyne Poole dentro da trama.

Na série nos a conhecemos como amiga de Sansa durante o banquete ao Rei Robert em Winterfell. *segue imagem a baixo.

Assim como nos livros a série tratou de trabalhar bastante o impacto psicológico que a tortura realizada por Ramsay causou em Theon/Fedor: ter a mente atormentada e quebrada de tal forma que o fez uma “cãozinho” tão fiel quanto um dos animais que Ramsay mantém em seus canis.

No entanto na série essa obediência é quebrada através do convívio com Sansa Stark o que acaba por estimular sua participação durante sua fuga de Winterfell.

Mas tarde dentro da trama da série Theon/Fedor encontra sua irmã e juntos partem para Essos ao encontro de Daenerys e fecham uma aliança: os Greyjoy fornecem barcos a “Rainha Dragão” enquanto ela, após a reconquista de Westeros, permitiria que as Ilhas de Ferro fossem independentes.

Mas a frente da trama vemos que Theon ganha um pouco mais de confiança em si mesmo, porem, ao saírem em missão a Dorne para unir os soldados liderados por Ellaria Sand ao exercito de Daeneryes, eles acabam atacados por seu tio Euron Greyjoy, onde ele captura Yara: Theon apavorado foge rumo a “Pedra do Dragão” em busca de socorro.

Lá, ao invés de Daenerys, ele encontra com Jon Snow, que tem uma conversa muito aberta e franca com o mesmo.

Motivado, Theon Greyjoy reuni os “Homens de Ferro” remanescentes e “luta” para conquistar sua confiança, dando a entender que na próxima e ultima temporada veremos todos unidos em resgate a Yara.

É perceptivo, pelo menos no enredo da série da HBO, que Theon Greyjoy se sente desconfortável em muitos momentos, principalmente diante de decisões de violência extrema, provavelmente devido ao fato dele ter crescido dentro das premissas da Casa Stark, no entanto mesmo passando por todos os traumas físicos e mentais, causados diretamente por Ramsay, ele acaba resgatando um pouco de si e adaptando a forma de vida das “Ilhas de Ferro”.

Espero que tenha gostado do textão o/ bjos e ate a próxima… fui!

APROVEITE PARA CONHECER NOSSO CANAL DO YOUTUBE:

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ:

GAME OF THRONES | A extinção da casa Casterly e a casa Lannister!

  OS REIS DO ROCHEDO E AEGON, O CONQUISTADOR A Casa Casterly é uma casa extinta, mais ou menos, seis mil anos atrás, no enredo de GOT, tendo sua origem diretamente ligada aos “Primeiros Homens”, povo esse que governaram as “terras” do continente, até a chegada...

Compartilhe:

Quem escreveu?

Marcela Simões

Devoradora de livros, Hq’s, mangás, filmes, séries, animes - enfim, tudo que envolva fantasia me atrai, mas não me limito a esse tipo de enredo; bem eclética, amo quando mergulho em algum tema e só o abandono depois de ter conseguido toda e qualquer informação possível. Puxar assunto? Fale de Game of Thrones ou Harry Potter que o papo vai longe!

Receba todas as notícias do mundo nerd em primeira mão!

Receba todas as notícias do mundo nerd em primeira mão!

Inscreva-se na newsletter do Coxinha!

Por favor, cheque seu email para confirmar a inscrição!