QUER MAIS CURIOSIDADES @?

Como vimos no post anterior: Nymeria veio com seu povo para Westeros da região Roinar em Essos e tomou posse de “Lançassolar” sede da Casa Martell, sendo essa uma das casas mais respeitadas em Dorne e estrategicamente escolhida devido a seu rotineiro histórico de valentes guerreiros.

Com essa aliança firmada através do casamento, surgia uma nova e reformulada casa a: “Nymerios Martell”.

CURIOSIDADE 1: poucos sabem que o nome real da casa protetora de Dorne é “Nymerios Martell”, ate na série ela foi apenas citada como “Martell”, porem, Martin já corrigiu esse erro verbalmente em entrevistas.

Após se casar com Mors Martell, Nymeria se lembrou de uma promessa antiga que tinha feito a si mesma ao fugir de Essos, onde jurou que nunca mais seu povo ou seus domínios seriam tomados novamente, nascia assim o lema: “Insubmissos, Não Curvados, Não Quebrados”.

Nymeria e Mors tiveram seus símbolos unificados e passou a ser estampado em seus estandartes e armaduras “O sol e a Lança” como símbolo de uma nova era para Dorne. *o Sol símbolo maior dos roinares e a lança símbolo ancestral dos guerreiros Martell.

Muitos dos roinares que chegaram a Dorne com a Princesa Nymeria se casaram com o povo ândalo para selar de vez a aliança entre os povos, no entanto, alguns mais tradicionais optaram por permanecerem puros e se mudaram, com a permissão da Princesa para a as regiões próximas aos rios Vaith e o Scourge que juntos formam a região dominada por aguas rasas e lamacentas do afluente Sangueverde: esses cidadãos passaram a serem conhecidos no país dornes como “Os Órfãos do Sangue Verde”, pois se auto proclamam “Os órfãos da Mãe Roine”; as antigas canções contam que eles pegaram os cascos queimados das embarcações de Nymeria e a partir deles fizeram suas jangadas, das quais vivem por toda vida de margem a margem dos rios; são nômades, sem terras para chamarem de sua e sem muito envolvimento com os acontecimentos no restante do país dornes e vivem basicamente de pesca e coleta de frutas. *Segundo o povo dornes, eles são considerados os melhores curandeiros do continente e suas mulheres são as melhores parteiras, pois possuem técnicas que facilitam situações de risco para ambos: mãe e filho.

o/ teoria: seria uma orfã do sangue verde a mulher que vemos dentro da quarto de Lyanna durantes as visões de Bran na Torre da Alegria? *o histórico de gestações complexas teria os levado ate uma região onde poderiam encontrar um parteira adequada. #triste que não deu certo.

Após essa aliança via casamento, Nymeria e Mors decidiram que Dorne não deveria mais permanecer tão dividida como estava: anos de guerra se seguiram contra os chamados Reis Dorneses

*a busca pela soberania dornesa fez com que muitos reis menores se subjugassem e um após o outro, os reis dorneses se curvaram a casa que não se curva pra ninguém.

Restava assim, um único e grande inimigo, Yorick “O Sanguerral” herdeiro da Casa Yronwood, quinto do seu nome, Senhor de “Peloferro”, “Protetor do Caminho de Pedra”, “Cavaleiro dos Poços”, “Rei da Marca Vermelha”, “Rei do Cinturão Verde” e “Rei dos Dorneses e seus vassalos”.

*era assim que ele se auto-intitulava *nome tão longo como o de Danny kkk.

Foram quase dez anos de confronto intenso sem nenhum dos lados vacilarem: quando enfim Mors Martell caiu pela espada de Yorick Yronwood, na “Terceira Batalha do Caminho do Espinhaço” em meia as Guerras Nymericas.

A Princesa Nymeria assumiu sozinha o comando dos exércitos e foi pra ela, que depois de mais dois anos de confronto, Yorick enfim dobrou os joelhos.

Depois disso foi ela quem governou Dorne por completo, fazendo de Lançassolar a capital de direito assim como seu falecido marido Mors sonhava.

CURIOSIDADE 2: Nymeria teve quatro filhas com Mors e dizem que ela o amava de verdade; ela se casou novamente porem, apenas Mors teve o efetivo titulo de Príncipe de Dorne durante a sua regência.

Yorick e mais cinco auto intitulados reis de menos importância, foram mandados para a Muralha como punição por irem contra a soberania Martell, com isso Nymeria demonstrou misericórdia e almejando a paz em Dorne, com essa atitude de não executá-los, ela conseguiu a submissão verdadeira de todas as casas vassalas ainda existentes.

Após sua coroação como “Princesa Suprema de Dorne”, Nymeria ainda se casou, mais duas vezes e governou absoluta por 27 anos.

CURIOSIDADE 3: o nome do seu segundo marido não consegui em lugar algum *se alguém souber me conta kkkk; e o terceiro casamento foi com Davos Dayne, herdeiro de Vorian Dayne, um dos reis enviados a muralha como punição, com ele Nymeria teve um menino. *pelas tradições de Westeros o filho homem deveria assumir o reino, porem, Nymeria antes de falecer decretou a lei dornesa onde o primeiro filho, independente de gênero sexual deveria assumir a coroa.

Quando Nymeria faleceu, sua filha mais velha assumiu o reino, dando continuidade à era de prosperidade sobre Dorne.

Devo lhes dizer que mesmo a princesa Nymeria sendo lembrada como a “Princesa Guerreira”, isto é meio que equivocado; na verdade Nymeria não se envolvia pessoalmente em todos os combates, mesmo sabendo lutar habilmente, ela era mais estrategista; coordenando a distancia seus guerreiros para se moverem corretamente em campo aberto; em raros momentos ela partia para o corpo a corpo, como por exemplo, diante da morte do marido Mors; Nymeria também era especialista em estratégias de defesa.

CURIOSIDADE 4: muitas mulheres roinares eram de fato ‘mulheres guerreiras’ e sim faziam parte dos exércitos sem distinção de gênero; em dorne homens e mulheres têm os mesmos direitos e deverese portanto, devem aprender desde de jovens a se defender caso alguma guerra surja e o exercito necessite de sua força.

Os descendentes de Nymeria e Mors governam Dorne por centenas de anos, fazendo da Casa Nymeros Martell um reino próspero.

CURIOSIDADE 5: há união dos dois povos fez com que os Martell abandonassem muitos de seus velhos costumes Ândalos em favor dos Roinares, o principal deles é que começaram a nomear seus governantes como “Príncipes e Princesas” ao invés de Reis e Rainhas, e suas terras e títulos eram herdados pelo filho ou filha mais velho, independente do gênero.

A Capital Lançassolar que originalmente foi construída com lama e palha, colorida em tons de marrom, foi erguida na extremidade mais oriental de uma pequena protuberância de pedra e areia próximo ao mar; com os anos, foi crescendo e sendo substituída pelas tão famosas características arquitetônicas dos roinares fazendo de sua fortaleza um belíssimo ornamento a paisagem costeira de Dorne.

Como proteção ao “Palácio de Lançassolar” foi construída uma gigantesca muralha. *são chamadas de “Muralhas Sinuosas” construídas há setecentos anos atrás* envolvendo Lançassolar e serpenteando pela cidade como uma longa víbora marrom; sua entrada para o palácio é pelo “Portão Triplo” dirigindo-se diretamente ao “Velho Palácio” e é a única maneira rápida de se chegar a realeza de Dorne.

CURIOSIDADE 6: as “Muralhas Sinuosas” são um monumento tão complexo que se o visitante não adentrarem pelo “Portao Triplo” os mesmo acabam por cruzar quilômetros de vielas estreitas, pátios escondidos e feiras barulhentas, praticamente um labirinto de dificuldades ate o castelo central, criado propositalmente para atrapalhar possíveis invasões.

O castelo de Lançassolar possui três torres principais:

A torre “O Navio de Areia” é grande, quadrada e de cor marrom-escura foi à primeira construção Martell na região e é ate hoje utilizada como defesa contra ataques.

A torre “Do Sol”, que possui uma cúpula de ouro e vidros coloridos que fica sobre a Sala do Trono, um salão grande e redondo, com imensas janelas; seu piso é feito de mármore branco; dentro do salão há dois assentos num tablado alto, quase que idênticos; a única diferença é que um é decorado com a lança Martell e o outro possuem o brilhante sol Roinar que decorava as velas dos navios de Nymeria. Os assentos são destinados ao Príncipe e à Princesa que governam Dorne. *Dorne é o unico reino que possui um acento real duplo, onde o casal regente se senta lado a lado como iguais.

E a torre “Da Lança”, se trata de uma enorme torre de pedra com aproximadamente 45 metros de altura, coroada por uma lança de aço dourado, que lhe acrescentam mais 9 metros na altura, normalmente é usada para reter prisioneiros de origem nobre.

O palácio Nynerico Martell é cercado por uma cidade comercial muito viva e barulhenta chamada de “Cidade Sombria” e é colada às enormes muralhas do castelo, a cidade se estende em pequenas cabanas sem janelas e lojas de barro, estábulos, estalagem, tabernas e bordeis, alguns com muros próprios; tudo unido para formar a cidade em si, ela é menor do que uma vila se comparada às Cidades Livres, mas mesmo assim, seu fluxo comercial é intenso, vivo de canções e de gargalhadas.

Centenas de anos depois o povo dornes estava tao misturado que passou a ser dividido em três etnias típicas:

Os dorneses salgados, que eram os que mentiam viva as tradições e características roinares mais intensas: eram exóticos, grandes e viviam ao longo das costas marítimas; possuem a pele no tom de cobre a dourado e longos cabelos negros nunca cortados durante a vida; conhecedores das navegações e são responsáveis pelo comercio costeiro do país dornes.

Os dorneses pedregosos são os mais parecidos com o demais povo de Westeros: de pela clara e olhos castanhos claros, esverdeados ou azuis, conservando desse forma a linhagem Ândala predominante no continente; tipicamente são vistos com roupas e armaduras tradicionais aos demais 6 seis reinos do continente e vivem nas regiões de mais montanhas próximas a Ponta Tempestade e a Campina, naturalmente, devido a essa localização, são os mais fortemente treinados em combate e portanto, a primeira linha de defesa contra ataques por terra.

E os dorneses arenosos residem nas regiões desérticas de Dorne, geralmente junto a imensos Oásis de palmeiras e terra fértil. Suas características físicas são: pele morena escura a negra, olhos e cabelos negros; costumam enrolar leves tecidos sobre suas cabeças para fugir do calor escaldante; conhecem amplamente como sobreviver em tempos de seca, inteligentes e hábeis, se adaptaram a rotina do deserto e em momentos de guerra são o diferencial entre a morte e a vida do povo dornes.

Os vassalos principais do país dornes são: Jordayne, Santagar, Allyrion, Toland, Yronwood, Wyl, Fowler e Dayne.

A soberania Nymerios Martell durou muitos anos ate ser interrompida pela “Guerra da Conquista” liderada pelos irmãos Targaryen: Visenya, Aegon e Rhaenys *que já contamos um pouco em seus perfis aqui no site* no entanto, diferentemente dos demais reinos, Dorne foi uma resistência real aos Targaryens e deu muito trabalho aos conquistadores, tornando-se ate hoje o único dos sete reinos a não se curvar aos dragões.

Com certeza essa fase dornesa merece um poste especial e em breve estará aqui pra você.

O reinando de Nymeria e Mors foi intenso e marcado por conquistas e deu inicio a estrutura da CASA NYMERIOS MARTELL como vemos hoje no enredo de GOT.

Amei escrever sobre Nymeria e espero que tenha sido imensamente agradável a vocês.

Aguardem em breve a continuação desse enredo dornes… Um grande abraço e ate a próxima o/ fui!

APROVEITE PARA CONHECER NOSSO CANAL DO YOUTUBE:

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: