Escolha uma Página

TUDO SOBRE A ORIGEM DO “ASSUSTADOR” TIO GREYJOY!

Euron Greyjoy é segundo filho de Lorde Quellon Greyjoy e, assim como grande parte dos Greyjoy’s, manteve as características físicas tradicionais de seu povo navegador: magro, forte e de olhos azuis – água muito claro; a pele é manchada e desgastada, no entanto, de um pálido único e elegante; seus cabelos são escuro quase negro e de barba mau cuidada, muito devido à maresia da Ilha de Pyke.

CURIOSIDADE 1: Lorde Quellon era um homem bastante pacifico; ele teve três “Esposas de Pedra” ao longo de sua vida e nove filhos, dos quais apenas quatro se mantiveram vivos ate a idade adulta: Balon, Euron, Victarion e Aeron, todos filhos de sua segunda esposa Sunderly. *Como vimos anteriormente, a família Greyjoy descende diretamente do Primeiro Rei das Ilhas de Ferro intitulado como “O Cinzento” e é a casa que mais vezes estiveram na regência das Ilhas de Ferro, através da escolha popular conhecida como a “Assembleia dos Homens Livres”. *PARA ENTENDER MELHOR COMO AS ILHAS DE FERRO, SUAS TRADIÇÕES E POVO SURGIRAM, CLIQUE AQUI!

Euron Greyjoy sempre foi debochado e fanfarão, no entanto, mesmo tão jovem já demonstrava um temperamento irritadiço e febril, não aceitando nenhum tipo de contrariedade a seus desejos: é taxado de violento e tempestuoso, muitas vezes comparado a um oceano em tormenta e devido a isso, muito respeitado entre os demais “Senhores de Navio”; grande parte de seus homens o seguiam por uma profunda devoção a suas habilidades marítimas, no entanto, secretamente o seguiam por concordar com sua opinião de que o “Costume Antigo” de “Pagar o preço do Ferro”, deveria retornar. *NO LINK A CIMA É POSSÍVEL COMPREENDER A FUNDO ESSES TERMOS.

Euron, no entanto, perdia muitos aliados devido a sua posição desrespeitosa para com as demais pessoas das ilhas: soberbo e com delírios de grandeza, constantemente se sentia superior a qualquer um, o que acabava favorecendo seu irmão mais velho Balon, que era aparentemente mais firme, direto e mais aberto a reconhecer talentos a sua volta.

O jovem Euron Greyjoy ficou conhecido popularmente nas ilhas como o “Olho de Corvo” devido ao tapa-olho que usava sobre o olho esquerdo.

CURIOSIDADE 2: pouco se sabe a respeito do motivo para Euron usar o seu tapa-olho, alguns fãs acreditam que ele tenha se machucado quando muito jovem, porem nada de concreto é descrito na obra das “Crônicas de Gelo e Fogo”; de acordo com o personagem Theon Greyjoy, o tapa-olho do tio, esconde um “Olho Negro e Coberto de Malícia” que guarda toda a maldade do tio e o olho direito, azul-claro, é descrito como “olho sorridente” aquele bem humorado e alegre; ele ainda acrescenta, que Euron tem lábios azulados de um tom pálido quase cinza, devido ao fato de ingerir constantemente a bebida alucinógena conhecida como “Sombra da Tarde”. *bebida essa ingerida por Daenerys Targareyn em sua visita a “Casa dos Imortais”. MAIS DETALHES, CLIQUE AQUI!

Euron é, digamos que, um pirata raiz; violento e desejoso de poder como nunca visto ate então; no entanto, era constantemente controlado pelo pai, para que não ferisse as regras da Coroa Targaryen da época. *Euron também era muito charmoso e tinha muitas “esposas de sal” e não mantinha nenhum sinal de apreço emocional por nenhuma delas, chegando a ser violento com as mesmas em muitas ocasiões. *Nunca teve nenhuma “Esposa de Pedra”, pois acredita, que um relacionamento assim, o limitaria as aventuras no mar, bem como lhe traria responsabilidades familiares que não desejava.

Durante toda a sua juventude a saúde de seu pai, Lorde Quellon, estava muito prejudicada e na época em que se iniciou a “rebelião” liderada por Robert Baratheon, Jon Aryn e Eddard Stark contra a coroa Targaryen, Lorde Quellon optou por permanecer discretamente em silencio; somente após a morte do príncipe Rhaegar Targaryen na chamada “Batalha do Tridente” em meio a “Rebelião de Robert”, que seus filhos o convenceram a se juntar aos rebeldes na guerra.*sua entrada tardia na revolta foi motivada pelo desejo de participarem da divisão dos espólios após a confirmação da vitoria por parte dos revolto citados a cima.

Lorde Quellon liderou 50 navios de guerra em um ataque contra a Campina, mantendo boa parte da Frota de Ferro em casa para guardar suas ilhas de um possível avanço da Casa Lannister, já que na época, os Lannisters ainda não havia se manifestado abertamente sobre qual lado estariam na recente guerra.

CURIOSIDADE 3: Lorde Quellon morreu no mar, durante a “Batalha do Vago”, perto das Ilhas Escudo, finalizando cedo a participação das Ilhas de Ferro na derrocada da Casa Targaryen, sendo assim, Robert Baratheon e os demais lordes não lhes entregou nenhuma riqueza grandiosa apos o final da rebelião, alegando que quase não fizeram nada durante os eventos. *o/ importante ressaltar aqui que após sua morte, seus guerreiros ficaram desmotivados e não conseguiram muitas vitorias. Com a morte de Lorde Quellon, o título de chefe da Casa Greyjoy e Senhor das Ilhas de Ferro passou para seu filho mais velho, Balon Greyjoy mediante votação na “Assembléia dos Homens Livres” o que deixou seu irmão Euron muito contrariado, porém, permaneceu anos, lado a lado com seus irmãos nos eventos que levaram a rebelião contra o novo Rei Robert Baratheon. *MAIS DETALHES CLIQUE AQUI!

Sabemos que essa Rebelião Greyjoy, que buscava a independência do Continente de Westeros, não correu como o auto intitulado Rei Balon Greyjoy planejou: o mesmo teve que dobrar o joelho para o “Verdadeiro Rei”: Robert Baratheon.

Balon Greyjoy jurou novamente fidelidade ao “Trono de Ferro”, aceitando as novas regras impostas pela coroa, bem como o envio de seu único filho homem ainda vivo: Theon, para ser criado sobre a tutela Stark e assim manter o titulo de Lorde Protetor das Ilhas de Ferro. *Essa derrota isolou ainda mais as “Ilhas de Ferro” e aumentou o ressentimento dos nascidos do ferro contra os povos do resto do continente, bem como a rivalidade entre os irmãos Greyjoy’s que se tornou insuportável. *QUER CONHECER MELHOR O PERSONAGEM THEON GREYJOY? CLIQUE AQUI!

CURIOSIDADE 4: É importante ressaltar, que os herdeiros de Lorde Quellon nunca se deram bem, nem mesmo na infância; Euron sempre foi considerado selvagem, conhecido por seus perversos jogos físicos e por promover uma guerra psicológica ao seu redor; devido a imprevisibilidade em seu convívio com os irmãos, Euron desenvolveu uma rivalidade e um desprezo incontrolável pelos mesmos e não foi surpresa para ninguém, que após a derrota para a “Coroa Baratheon”, que ao retornar para as “Ilhas de Ferro”, Euron, em um momento de descontrole total, estuprou a “esposa de sal” do irmão mas novo Victarion, que acabou por engravidar do mesmo; esse ato foi considerado uma desonra a Victarion, que matou a jovem; Victorion em seguida espancou o irmão Euron e somente o manteve vivo por acreditar que a morte de um parente lhe causaria uma maldição. *após esse ocorrido, Victarion se tornou ainda mais amargo e nunca mais tomou nenhuma outra mulher como esposa.

Como punição, Lorde Balon exilou o irmão Euron para os mares e o proibiu de pisar novamente em qualquer uma das “Ilhas de Ferro” enquanto Balon fosse vivo. *e assim Euron foi embora junto a seu gigantesco navio, jurando ódio eterno pelo irmão mais velho, bem como prometeu retornar as Ilhas no futuro de forma gloriosa; partiu com seus leais para viver suas aventuras, deixando para trás várias crianças bastardas, com as quais não se importava nem um pouco.

Euron Greyjoy viu no exílio uma oportunidade para navegar por mares nunca navegados por nenhum outro “Nascido do Ferro” e muitas são as anedotas que percorrem o “Mundo Conhecido”. *Digo anedotas, porque nenhuma até hoje foi 100% confirmada na obra de Martin, dando a entender que os fatos foram aumentados no popular “boca-a-boca”.

Capitão habilidoso, astuto, sagaz, guerreiro e manipulador, Euron se mostrava implacável quando contrariado; devido a essa natureza temperamental, teve problemas em conduzir os seus agregados por um tempo. *Um bom exemplo disso é uma das mais populares anedotas sobre sua pessoa: a narrativa que levou seu navio a ter recebido o nome de “Silencio”.

Segundo a “lenda”, quando Euron partiu em aventuras pela primeira vez, ele se dedicou a uma busca frenética pelo povo aquático que deu origem aos “Nascidos de Ferro”; disposto a desposar uma “sereia” e assim, tomar para si os seus poderes nereides; em algum momento em meio ao mar, ele se viu diante de um “canto divino” que o atraiu para as águas; em um ato suicida, tentou se jogar no oceano azul.

Seus homens o amarraram junto ao mastro até que sua loucura passa-se por completo; quando voltou a consciência, Euron percebeu que tudo não havia passado de uma forte ilusão causada pela bebida azulada “Sombra da Tarde”; envergonhado e ciente de que seus homens zombavam dele, Euron foi tomado pela fúria: cortou a língua de cada um de seus tripulantes, garantindo assim, que ninguém nunca levantaria voz em zombaria a ele. *tornando assim, o medo, como sua principal fonte de poder.

CURIOSIDADE 5: em contra ponto a essa anedota, alguns alegam que os tripulantes do navio, oferecerem suas línguas para serem cortadas, como um símbolo de sua lealdade ao capitão Euron Greyjoy, após terem tido provas de que o mesmo, era de fato a encarnação do poderoso “Deus Afogado” que é cultuado pelos “Nascidos de Ferro”.

O navio “Silêncio” é um típico navio de guerra, forte e muito veloz: feito de madeira muito escura e tem uma pintura assustadoramente vermelha, que muitos dizem ser apenas um disfarce para as milhares de manchas de sangue existente nele; de velas muito negras, ele possui uma pintura de um brasão pessoal escolhido pelo próprio Euron *um olho vermelho com uma pupila negra sob uma coroa de ferro negra sustentada por dois corvos; possui também uma figura encaixada com cuidado na proa em forma de mulher.

CURIOSIDADE 6: o autor Martin, dezenas de vezes já disse que se inspirou em contos Viking’s para compor o enredo dos Greyjoy; uma dessas inspirações esta no navio de guerra “Silencio” que como na cultura Viking, possui uma carranca de mulher nua presa a frente da embarcação: segundo as lendas Viking’s, ter uma figura feminina com os seios a mostra para o oceano, acalmaria as tormentas dos ondas bem como os deuses para os quais são dirigidos as suas preces, visto que o seio da mulher faz uma alusão a maternidade e conforto; o navio “Silencio” possui uma donzela de ferro negro, com pernas longas, cintura fina, seios fartos, olhos em madrepérola e sem boca. *muitos acreditam que a figura seja semelhante a mulher de sua alucinação citada a cima e que por isso ela não tem boca, fazendo assim, uma ligação ao motivo para seu navio se chamar “Silencio”.

Desde o seu banimento, Euron Greyjoy e sua tripulação “Silenciosa” navegaram por todos os mares conhecidos: saques violentos passaram a ser sua marca pessoal e diferentemente de outros capitães, Euron entregava tudo a seus leais, não ficando com nada para si. *essa estratégia o fez ser amado por seus tripulantes e até mesmo reverenciado como um “Rei dos Mares”.

Em muitos contos é relatado que Euron e seus tripulantes enfrentaram monstros marinhos gigantescos e sobrevivendo de forma heróica para relatar os fatos ao mundo.

Como conseqüência natural, por seus atos de bravura, o próprio “Deus Afogado” em forma de “Lula Gigante” visitou Euron e seus leais para honrar seu capitão com os poderes de controlar as marés, fazendo dele a personificação física do “Deus” em carne e osso.

Dessa forma Euron passou a ser reverenciado por seus leais como um “Deus Vivo”. *Em breve uma teoria sobre isso aqui no site o/ aguardem!

Mas voltemos aos fatos citados nos livros: Euron Greyjoy alega ter conhecido os segredos da misteriosa “Cidade Livre de Asshai”, onde motivado pelo que descobriu, se aventurou pelo temível “Mar Fumegante”, chegando a visitar as ruínas de Valíria, sendo o primeiro a retornar com vida da região: seus compartimentos de carga retornaram repletos de riquezas inestimáveis da antiga dinastia Dragão. *Euron também capturou e manteve como reféns vários bruxos de Qarth, que podem tê-lo treinado magia antiga, bem como sacerdotes de muitas religiões que o acompanham ao longo de suas aventuras.

Dentre essas valiosas riquezas se encontra um gigantesco berrante feito de chifre de dragão e um ovo petrificado, porem Euron diz que acabou por atirar o ovo de dragão no oceano, durante um rompante de mau humor.

Quando Euron finalmente retornou as Ilhas de Ferro, coincidentemente no mesmo dia do anuncio da morte de Lorde Balon, muitos acreditam que ele próprio tenha sido o responsável por sua morte repentina.

O que acabou confirmado pela série na famosa cena do encontro dos irmãos na ponte suspensa de Pyke.

A partir daqui, o enredo entre livros e série finalmente se misturam, sendo assim, no próximo post iremos conhecer quais suas principais diferenças, as novidades que a série revelou até o momento e o que esperar do personagem na 8ª e última temporada de Got que tem previsão de estreia em Abril de 2019…

Bjos o/ e até o próximo post!

APROVEITE PARA CONHECER NOSSO CANAL DO YOUTUBE:

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ:

GAME OF THRONES | HBO anuncia nova coleção da série!

  A HBO disponibilizará na HBO GO uma nova coleção especial de GAME OF THRONES, que permitirá que os usuários revivam a série por meio de comentários exclusivos de seus criadores, David Benioff e D.B. Weiss. A dupla de showrunners e parte do elenco compartilharão...

GAME OF THRONES | US$ 240 milhões de investimentos finais!

MILHÕÕÕÕÕES! Muito se falou sobre audiência, alcance de nível épico e tudo mais sobre a trajetória e o grande final da série Game of Thrones mas, ainda não havíamos recebido informações sobre investimentos. Os showrunners da série comentaram algumas vezes sobre as...