GAME OF THRONES | Tudo sobre a vida de Aegon I Targaryen!

A TRINDADE QUE CONQUISTOU WESTEROS

Aegon nasceu na ilha de “Pedra do Dragão” sendo o segundo filho de Aerion Targaryen e da Valaena Velaryon.

*Valaena Velaryon foi escolhida como esposa devido a Aerion não ter tido irmãs; a própria Valaena tinha sangue meio Targaryen devido a outros casamentos entre as famílias gerações antes; Ambos eram tradicionais e de comum acordo desejam ter mais filhos para que a linhagem deles permanecesse pura.

Ele tinha duas irmãs, uma mais velha Visenya e Rhaenys a caçula, que nasceu poucos anos depois dele.

Enquanto sua irmã mais velha Visenya se dedicava única e exclusivamente aos estudos, Aegon e Rhaenys eram mais aventureiros; juntos explorarão todos os cantos da ilha de “Pedra do Dragão” desenvolvendo um carinho muito grande um pelo outro; no entanto essa liberdade não impedia que seu pai o mantivesse em constante treino de combate.

Ele é descrito como sendo um homem de cabelos louros claros e olhos roxos chamas *que eu o/ interpreto como sendo um roxo muito intenso e vivas*; ele tinha uma aparência que impunha respeito: de ombro largo e alto; ele era autoritário, porém, carismático e benevolente, não era adepto de brutalidade, apenas a buscava em casos de necessidade extrema.

Aegon cresceu sabendo que iria se casar com sua irmã Visenya e nunca questionou essa decisão do pai, pois era um costume valíriano muito antigo para preservar a linhagem de sangue das famílias.

Em sua juventude ele decidiu que dominaria Balerion, o dragão mais velho da ilha e com incrível rapidez o conquistou, sendo ele o primeiro em muitas gerações a conseguir a obediência de tal fera. *posteriormente sua irmã mais velha Visenya conseguiu domar Vhagar provando assim, ser digna de ser a esposa do irmão; Rhaenys foi a ultima a conseguir dominar um dragão, Mexares, no entanto foi considerada a melhor, devido a sua idade ser menor que dos dois irmãos mais velhos quando voou sobre o dorso de Mexares.

CURIOSIDADE 1: Balerion, o Terror Negro, foi o maior dragão que já existiu em Westeros, sua mordida era capaz de engolir um mamute inteiro de uma única vez; seus dentes eram de um negro profundo e polido, afiados como espadas de aço valíriano, seu fogo era negro como suas escamas e sua envergadura era tão grande que podia cobrir uma cidade inteira com sua sombra #MEDO; Balerion foi o único dos cinco dragões que Aenar Targaryen trouxe com ele quando fugiu de Valíria para Pedra do Dragão a continuar vivo por muitas e muitas gerações; ele tornou-se conhecido como “Terror Negro” durante a Guerra da Conquista, quando Aegon montou para a vitória e conquistou Westeros; se tornou famoso pela Queima de Harrenhal e também por sua participação na batalha que ficou conhecida como a “Campo de Fogo”, a única vez na história que os três lendários dragões Targaryen voaram para o céu ao mesmo tempo. * Balerion viveu muitos seculos antes que Aegon o dominasse e morreu mais de um século depois da “conquista”; George R. R. Martin afirmou em entrevistas que Balerion morreu de velhice, não em combate. Sua ultima montaria foi o príncipe Viserys I quinto rei Targueryen no poder.

Balerion o terror negro morreu com aproximadamente 72 metros de comprimento, ou, para facilitar a imaginação, três vezes o tamanho de uma baleia azul *google me disse q a baleia azul tem aproximadamente 30 m então 2 baleias e um pouquinho kkkk * imaginem o bater de asas desse mostro e o fogo saindo esse bocão ai o.O

Não existem detalhes sobre a dominação de Aegon sobre Balerion, porem, o animal só permitia que ele se aproximasse.

Anos depois Aegon enfim se casou com Visenya, formalizando assim, a união tão desejada pelos pais; algum tempo depois, quando seus pais já haviam falecido, Aegon tomou Rhaenys como sua segunda esposa.

CURIOSIDADE 2: alguns fofoqueiros de plantão, dizem que seu primeiro casamento com Visenya foi por puro dever, já o segundo casamento com a Rhaenys foi de fato por amor; não é dito qual o símbolo primário da antiga Casa Targaryen, porem, é de conhecimento geral que após a sua segunda união, Aegon solicitou que mudassem suas bandeiras para um único dragão, mas que esse tivesse três cabeças; simbolizando assim, que os três irmãos são uma unidade.

Aegon queria muito mais para sua família do que a pequena ilha onde cresceu; e eventualmente, voltou seus olhos para Westeros, contrariando assim sua corte, que desejava uma invasão em Essos.

CURIOSIDADE3: Aegon decidiu fazer uma mesa enorme onde constasse o continente de Westeros, onde os reinos estivessem dispostos juntos sem barreiras ou fronteiras, dessa forma ele visualizava seu objetivo com maior clareza. *esse mapa ficou posteriormente conhecido como “A Mesa Pintada” tendo entre quinze metros de comprimento e sete metros de largura. *Essa mesa pode ser vista a partir da segunda temporada nas reuniões de Stannis e seus vassalos, assim como com Daenerys nessa sétima temporada.

Ao partir com suas irmãs e seus dragões, assim como muitos de seus guerreiros através de navios, Aegon desembarcou em uma região localizada na costa leste de Westeros, bem de frente à “Baía da Água Negra”; local esse estratégico, pois fica em uma região central de fácil alcance para os territórios desejados; juntos os irmãos Targaryen estabeleceram sua cede com um pequeno forte de madeira no topo da colina e a chamou de Porto Real.

CURIOSIDADE 4: após alcançar o objetivo de conquista proclamou que Porto Real passaria a ser a capital dos reinos; a cidade cresceu rapidamente e em menos de 400 anos de existência já possui cerca de um milhão de pessoas.

*imagime se vira tudo zumbi de gelo nessa oitava temporada? #MEDO.

Aegon liderou o exército Targaryen em varias vitórias seguidas; conquistando ou subjugando seus oponentes dos demais sete reinos.

Em batalha, era constantemente visto usando uma camisa de escamas negras quase sem proteções adicionais; consigo sempre presente, estava sua espada de aço valíriano chamada Blackfyre. *espada essa que deu nome a casa ramificada dos Targueryen que muitos acham que ainda existe e mantêm base no continente de Essos aguardando para retornar ao poder *mas essa é um historia muito longa e existem teorias que se aprofundam nos fatos e não cabe comentar aqui nesse post… Fica pra um próximo o/

Aegon era uma pessoa solitária e seu único amigo de verdade era Orys *seu irmão bastardo.

CURIOSIDADE 5: durante o período de conquista, Orys comandou a invasão da região de Ponta Tempestade; derrotou e matou Argilac “O Arrogante” sendo esse, o ultimo rei de Ponta Tempestade; depois de subjugar seus vassalos, Orys tomou Argalia Durrandon, filha de Argilac como sua esposa; pegou o símbolo da casa dela e o tomou para si: um cervo amarelo num fundo preto e criou uma nova casa sob o sobrenome Baratheon, tendo como símbolo um cervo negro sob um fundo amarelo, porem, manteve o lema original da casa: “Nossa é a Fúria” . *a inversão de cores é comum a casa novas ramificadas; a Casa Baratheon tornou-se a primeira casa protetora de uma região a prestar vassalagem da casa Targueryen; o veado coroado passou a ostentar os estandartes dos Baratheons somente depois da queda da Casa Targaryen, seguida da coroação de Robert como rei dos “Sete Reinos”, fato esse que só ocorreu devido à linhagem Baratheon ter ligação sanguínea com os antigos “Sangues de Dragão”.

As antigas canções dizem que Aegon após a vitoria e unificação dos reinos, pegou as dezenas de milhares de espadas dos derrotados e com o fogo de Balerion forjou o “Trono de Ferro”, sendo esse, um emaranhado de lâminas; extremamente duro e desconfortável, o que muitos acreditam ser proposital, afinal, um “Rei” nunca deve se sentir confortável nesse cargo.

CURIOSIDADE 8: posteriormente a esses fatos, a Casa Toland mudou seu emblema para um dragão mordendo sua própria cauda, fazendo alusão e “chacota” sobre Aegon; também as cores da casa para dourado e verde, as cores dos retalhos de seu bravo bobo; esse gesto foi uma forma da Casa Toland homenagear o “bobo” por dar sua vida em nome da defesa de Dorne.

Enquanto isso o Lord Orys Baratheon tentava se manter na região do Espinhaço, o que se mostrou um desastre: os astuciosos dorneses fizeram um ataque noturno, lançando pedras, flechas e lanças de cima, usando os corpos dos soldados do exército invasor para bloquear a travessia em ambas as saídas e Orys, junto com muitos de seus vassalos e cavaleiros, acabou por ser capturado pela Casa Wyls*o Lorde responsável pelo grande feito foi o “Amante de Viúvas” *o seu nome próprio não foi citado na obra.

CURIOSIDADE 9: Os Targaryens, mais tarde, receberam uma oferta de resgate por Orys, juntamente com todos os seus cavaleiros e vassalos capturados durante o ocorrido no espinhaço, os dornesses pediram o peso de cada capturado em ouro e Aegon cedeu; os homens foram libertados apenas depois de terem suas mãos de espada cortadas para que eles não fossem capazes de usá-los novamente contra Dorne, depois disso Orys ficou conhecido como “Orys Uma Mão” e a coroa dornesa ficou infinitamente mais rica kkk já que os soldados eram grandes e pesados. #dorneseso/

Se por terra estava complicado, a resposta era atacar por ar e então partiram sobre “Toca do Inferno” com Rhaenys e seu dragão Meraxes.

Os dorneses evacuaram seus castelos próximos a “toca” e a Princesa Meria Nymerios Martell alertou Rhaenys que Dorne não se submeteria ao Conquistador de forma alguma e pediu sua retirada do espaço aéreo dornes.

Tomada pela fúria Rhaenys atacou e acabou tendo seu dragão atingido por uma balista; alguns dizem que ela caiu da sua montaria e morreu ao encontrar o chão, embora haja quem dia que caiu junto com Meraxes e os dois morreram juntos.

Apesar da incerteza da morte de Rhaenys, a história recorda oficialmente que ela morreu em Dorne e que seu corpo nunca foi encontrado para ser devolvido a Porto Real, o que causou imensa tristeza em Aegon e sua irmã Visenya.

CURIOSIDADE 10: Alguns alegam que a princesa Meria Nymeros Martell sabia do temperamento forte de Rhaenys e usou isso a seu favor para causar sua morte, assim como também sabia do profundo amor que Aegon nutria pela irmã-esposa, fazendo com que ele não raciocinasse com coerência durante os dois anos posteriores, conhecidos com “A ira do Dragão”, período esse que os irmãos Targaryans destruíram Dorne em busca de vingança; ambos queimaram cada castelo e fortaleza, com exceção de Lançassolar e a Cidade Sombria.

Decidindo que a conquista de Dorne seria muito custosa, Aegon o Conquistador optou por deixar os Martell como príncipes soberanos e protetores da regiãosendo a Casa Martell a única protetora a se manter independente do continente e a única casa dos Sete Reinos a manter a coroa sobre suas mãos.

Anos mais tarde a princesa Deria Nymerios Martell *neta de Meria Nymerios Martell foi enviada pelo pai e príncipe Nymor ate Porto Real para negociar a paz, ela trouxe o crânio do dragão de Rhaenys, Meraxes para descasar junto a seu verdadeiro lar, porem a rainha Visenya e o então Mao do rei Orys Baratheon interpretaram esse gesto com hostilidade, sugerindo ate mesmo que a princesa dornesa fosse dada a um bordel como punição pela afronta; o rei Aegon estava pronto para recusar a oferta quando a princesa Deria lhe apresentou uma carta de seu pai, ao finalizar a leitura Aegon apertou tão forte o papel que suas mãos começaram a sangrar, ele queimou a carta e imediatamente foi ao encontro de Balerion; sobrevoou porto real por horas e quando ele voltou na manhã seguinte, ele concordou com a paz e assinou um tratado entre ambos os reinos.

Os reinos encerraram de uma vez por todas a “Guerra pela Conquista de Westeros”.

CURIOSIDADE 11: aqui duas coisas importantes devem ser ditas; 1ª ninguém sabe o que constava nessa carta, Aegon nunca revelou seu conteúdo nem mesmo para a irmã-esposa Vysenia *se alguém tiver teorias conta pra mim ai nos comentário ok; 2º o tratado se baseava em uma troca de casamentos, ou seja, a coroa deveria providenciar um casamento onde um Martell casar com um Targaryen importante e viveria em Porto Real, assim como um Targaryen importante deveria se casar com um Martell e viver em Lançassolar; anos mais tarde Daeron Targaryen II “O Bom” casou-se com Myriah Nymerios Martell, efetivando assim a paz e trazendo enfim Dorne para o controle dos Sete Reinos; dessa união, mais tarde se formaria a ramificação para a família de Danny, dessa forma, com a mistura de raças, podemos afirmar que Viserys estava errado ao dizer que era do sangue puro dos antigos valírianos, visto que uma de suas antepassadas tinha descendência Roinar-Andala.

Durante a invasão, Aegon se converteu à Fé dos Sete, ganhando o apoio da religião, e estabeleceu como data inicial do seu reino o dia em que o Alto Septão o ungiu em Vilavelha.

O governo do continente conquistado permanecia mais nas mãos da irmã Visenya, Aegon só se envolvia em situações de extrema necessidade.

Aegon permaneceu fiel as suas irmãs, nunca se envolvendo com mais ninguém, mesmo depois da morte de Rhaenys, com quem teve seu primeiro filho Aenys I *um jovem bom e justo.

Anos mais tarde, Visenya engravidou e lhe deu seu segundo filho: Maegor I *era o oposto de seu meio irmão Aenys I, era um guerreiro altamente preparado e um tirano brutal, ganhando rapidamente o nome “Maegor o Cruel”

Aegon governou durante 37 anos e sua regência foi eternizada na historia com uma regência de unificação dos povos, prosperidade e fartura, sempre usando a diplomacia ao invés de força *sangue e fogo eram utilizados apenas em casos extremos.

Seu dragão Balerion serviu a coroa Targaryen ate sua morte por velhice. Aegon foi um rei leal a seus ideais, justo e diplomático, fazendo de seu nome o mais popular de Westeros.

o/ o próximo post será sobre a ultima irmã Rhaenys… bjos fui!

APROVEITE PARA CONHECER NOSSO CANAL DO YOUTUBE:

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ:

GAME OF THRONES | “Família, dever e honra” – a Casa Tully!

ORIGEM, CORAGEM E SUBIDA AO PODER! A Casa Tully é uma antiga e muito nobre casa da região chamada de “Terras Fluviais”, do continente de Westeros. Sua origem vem do período de invasão Ândala, no entanto sua raiz esta no povo chamado de “Os Primeiros Homens” durante o...

Compartilhe:

Quem escreveu?

Marcela Simões

Devoradora de livros, Hq’s, mangás, filmes, séries, animes - enfim, tudo que envolva fantasia me atrai, mas não me limito a esse tipo de enredo; bem eclética, amo quando mergulho em algum tema e só o abandono depois de ter conseguido toda e qualquer informação possível. Puxar assunto? Fale de Game of Thrones ou Harry Potter que o papo vai longe!

Receba todas as notícias do mundo nerd em primeira mão!

Receba todas as notícias do mundo nerd em primeira mão!

Inscreva-se na newsletter do Coxinha!

Por favor, cheque seu email para confirmar a inscrição!