UM DOS PROCESSOS MAIS BIZARROS POR CONTA DE UMA FRANQUIA DE FILMES!

Imaginem vocês como diretores de cinema e produtoras gigantes que sempre lançam diversos filmes milionários por ano. Agora realizem vocês levarem um processo para casa por conta de um desses filmes. É mais ou menos isso que a Warner está passando. E por um motivo muito bizarro.

Como sempre, o processo judicial bizarro saiu direto dos Estados Unidos! De acordo com o site Business Inside, a Warner deverá provar que fantasmas, assombrações e outras forças sobrenaturais existem para se livrar de um processo de mais um desses loucos da vida.

O site fala que o processo foi aberto por Gerald Brittle, autor do livro Demonologistas, que alega ter um acordo de exclusividade com Ed e Lorraine Warren, dupla de caça-fantasmas que inspirou os filmes da franquia A Invocação do Mal, e que esse acordo foi assinado em 1978 e que, desde o lançamento do primeiro filme, a Warner vem infringido esse acordo.

O problema todo é que a Warner respondeu às primeiras acusações falando que o filme não era baseado em no livro de Brittler, mas em fatos históricos. E foi aí que Brittler e seus advogados começaram a agir.

Caso a Warner não prove que fantasmas existem, eles podem pagar até US$900 milhões (equivalente a pouco mais de R$2,8 bilhões), que é mais que todos os filmes da franquia arrecadaram ao redor do mundo (US$886 milhões).

Realmente existem processo e processos bizarros ao redor do globo, mas nos conte, o que você acha que isso tudo vai dar? Em pizza ou a Warner vai dar com os burros n’água?

Leia mais sobre Filmes