Você sabia que esses filmes foram baseados em HQs?

-por , em 11/08 -
Você sabia que esses filmes foram baseados em HQs?

Alguns quadrinhos demoram muito para virar filme, a maioria, para ser bem sincera, nem vira. Mas os que chamam mais atenção com relação à adaptação são aqueles de grandes empresas como a DC e a Marvel, os demais, acabam fazendo sucesso e passando despercebidos. Apostamos que alguns desses filmes aqui, você nem tem noção de que são adaptações (muito bem feitas, por sinal) de revistinhas em quadrinhos de alguns bons anos atrás. Leia o post inteiro e depois, comente lá embaixo, sobre os que você realmente não sabia que eram adaptações. Divirta-se!

O MASKARA

A maioria das pessoas lembra do Maskara na pele de Jim Carrey, na década de 1990, todo brincalhão e cheio de charme para as menininhas bonitas. A história, originalmente publicada pela editora Dark Horse, é realmente sobre um homem que descobre uma máscara que o transforma em outro alguém super poderoso, com identidade e personalidade própria. Uma das principais diferenças entre o filme e o quadrinho é a origem da máscara. No filme, é dito que o item raro tem origem viking e, no quadrinho, ela provém de um ritual vudu. Desta forma, a personalidade do Maskara na HQ é muito mais sombria e violenta, ele chega até a matar bandidos de forma bem cruel por pura diversão.

Tamara Drewe

TAMARA DREWE

Filmes de mulheres fortes que passam por alguma grande mudança na vida são bem comuns, acho que, por causa disso, não refletimos muito sobre a origem do roteiro. Este aqui é um filme do diretor Stephen Frears, baseado em tirinhas de jornal criadas por Posy Simmonds, que, posteriormente, foram compiladas em uma graphic novel. O longa foi protagonizado por Gemma Arteton (foto acima) e conta a história de Tamara, uma jovem jornalista que recebeu de herança a casa que sempre viveu durante a infância e agora tenta vendê-la.

cowboys e aliens

COWBOYS & ALIENS

Contrariando a regra de quase toda HQ que conhecemos, a graphic novel de Scott Mitchell Rosenberg foi feita para chamar a atenção de Hollywood e virar filme. O mais interessante de tudo é que se for comparar as duas mídias, dá para perceber que, tirando o título e a premissa inicial, o filme de Jon Fraveau nada tem em comum com a HQ.

Marcas da violência

MARCAS DA VIOLÊNCIA

O filme é extremamente prestigiado e não explicita, em momento algum, ser uma adaptação de quadrinhos, ao menos em um primeiro momento. Ambos contam a história de um homem cujo passado volta para assombrá-lo, mas o filme diverge do material-base em diversos pontos. O quadrinho se preocupa em contar detalhes sobre o passado criminoso do protagonista, fazendo com que tudo tenha um tom digno de um romance policial. O filme, por outro lado, se preocupa em ser ambíguo e explorar os caminhos que foram imaginados pelo diretor David Cronenberg. Filme e HQ podem até partilhar do mesmo nome e premissa, mas você não poderia imaginar resultados tão diferentes.

RIPD

R.I.P.D.

O filme estreou como grande produção estrelada por Ryan Reynold e Jeff Bridges, mas antes, tudo não passava de uma HQ escrita por Peter Lenkov e desenhada por Lucas Marangon. Apesar da premissa básica ser praticamente a mesma nas duas mídias, o filme diminui um tom em relação ao quadrinho, sendo muito mais sério e seguindo um estilinho MIB que todos conhecemos.

mib

M.I.B. – HOMENS DE PRETO

Por falar em MIB… Antes de ser uma trilogia mega famosa de blockbusters, MIB era uma série de quadrinhos que ia de editora em editora até ser comprada pela Marvel nos anos 1990. Assim como no filme, a HQ é sobre o Agente K e o Agente J, dois membros de uma organização secreta que cuida de assuntos sobre vida extraterrestre na Terra, tendo que lutar para impedir uma invasão, vez ou outra. Diferente do filme, a organização não trata apenas de ameaças alienígenas, e sim de qualquer atividade considerada paranormal e perigosa, como demônios, zumbis e lobisomem. A HQ possui um humor bem menos acentuado que os filmes e o Agente J não tem muito a ver com nosso querido Will Smith não…

Estrada para a perdição

ESTRADA PARA A PERDIÇÃO

Não é muito notório que o filme ganhador de Oscar dirigido por Sam Mendes é na verdade baseado em uma graphic novel de Max Allan Collins do mesmo nome. Uma história sombria de um homem em busca de sua vingança. Tom Hanks troca sua persona de “mocinho” para viver o mafioso executor Sullivan. Após sua família ser brutalmente assassinada pelos seus próprios empregados, Sullivan faz planos para se vingar enquanto tenta tirar seu único filho que restou da estrada perigosa em que sua vida se tornou. É uma atmosfera incrível e de fato merecedora de Oscar. Paul Newman e Tom Hanks estão fabulosos, apesar das mudanças consideráveis feitas por Mendes no filme referentes ao material base.

Heróis muito loucos

HERÓIS MUITO LOUCOS

A comédia dirigida por Kinka Usher, cujo nome original é Mistery Men, é baseada em uma HQ indiana chamada “The Flaming Carrot” que contava a história de um super-herói com cabeça de cenoura… é isso ai mesmo, cabeça de cenoura. O título original foi considerado “inadaptável” pelo estúdio e ao invés disso o filme foi feito com apenas alguns personagens da HQ, ainda assim obedecendo ao objetivo de servir como uma paródia sobre super-heróis.

Ghost World

GHOST WORLD – APRENDENDO A VIVER

Antes de ser a irresistível Viúva Negra nos filmes da Marvel Studios, Scarlett Johansson estrelou outro filme baseado em HQ: Ghost World – Aprendendo a Viver. O longa foi dirigido por Terry Zwigoff e é baseado na HQ escrita por  Daniel Clowes, que conta a história de duas amigas que acabaram de sair do ensino médio e começam a enfrentar as incertezas da vida.

hOWARD O PATO

HOWARD, O PATO

O Pato mais famoso da Marvel foi vítima de uma das piores adaptações de todos os tempos. O filme dirigido por Willard Huyck não fez jus em nada ao personagem dos quadrinhos criado por Steve Gerber, sendo um fracasso em bilheteria e ganhador do Framboesa de Ouro em 1986.

Fonte: Screencrush

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você