Animes | Um tutorial de como entender Evangelion!

-por , em 04/02 -
Animes | Um tutorial de como entender Evangelion!

“Está pronto para maratona?” É curioso como alguns animês e mangás entram para um patamar tão elevado na história das animações, Evangelion é uma das obras que mais se destacam e que geraram uma extrema legião de fãs ao redor do mundo mas pra você que não faz ideia do que estou falando que tal conhecer agora essa obra de Hideaki Ano? Vamos lá.

Antes de tratar exatamente da obra de Evangelion irei apresentar o autor Hideaki Anno. Nascido em 22 de Maio de 1960 na cidade de Ube no estado de Yamaguchi, começou sua carreira como animador para o anime Macross enquanto ainda estava na faculdade de Osaka, após produzir por alguns anos foi convidado pelo senhor Hayao Miyazaki, simplesmente  o homem do Estúdio Ghibli, foi convocado para ajudar na animação do filme e assim ganhou um bom reconhecimento. Após alguns anos se juntou a Gainax como co-fundador, e então começou a produção de vários longas de sua carreira.

 

Entretanto anos mais tarde o mercado começou a ficar tão aquecido neste ramo que começou a sobrecarregar os animadores e desenhistas, inclusive Anno, por uma demanda do estúdio e também do ramo os artistas começaram a ficar extremamente sobrecarregados, com o trabalho e a pressão levaram alguns a um stress e Hideaki à depressão por um período. Durante esse tratamento o mangaká começou a ter uma ideia que seria o Evangelion.

 

Em 1995, a Gainax começa a produzir e também é o ano de  lançamento de Neon Genesis Evangelion, com o tempo de maturação enquanto Anno se recuperava eles juntaram as ideias e assim aconteceu uma das maiores obras.

 

Tratando da obra, Evangelion conta a história de Shinji Ikari, um garoto que vive em Tokyo-3 uma cidade que fora construída após um evento catastrófico chamado Segundo Impacto, um dia um monstro gigante chamado Anjo, seu pai então Gendo Ikari que é líder de uma organização militar especializada em lidar com este tipo de ameaça (NERV) convoca sua major Misato Katsuragi para buscá-lo para que pilote um mecha chamado de Evangelion, ou EVA. Shinji de início rejeita mas após ver que usariam uma piloto debilitado acaba por aceitar e assim começa a história. Sei que os maiores fãs da obra provavelmente ficariam bravos de uma sinopse rápida, entretanto de minha parte considero que qualquer maior informação de enredo em si pode ser um problema para experiência de alguém ao anime.

 

O anime conta com 26 episódios da linha principal da história e mais dois filmes. A gama de personagens carismáticos e subtramas é um dos pontos chaves e que com certeza chama atenção a todos. Por exemplo o porque da Nerv ser o principal fronte contra as ameaças desconhecidas, o mistérios dos Evas(mechas) e porque eles exigem uma sincronia com piloto, porque de Shinji e Gendo estarem 10 anos sem se ver no início da série entre outros mistérios que envolvem desde relações interpessoais até táticas de guerrilha para que derrotem os anjos.

 

A gama até que pequena de personagens para um anime conhecido é um dos pontos que são atrativos extremamente cativantes, a major Misato, o elegante e conquistador Kaji, a irritante Asuka, a enigmática e waifu Rei, até mesmo os anjos tem uma ótima história e tem sua importância em meio ao desenrolar da trama. A inteligência e genialidade de Hideaki se mostra em cada linha de diálogo, até mesmo no nome dos episódios é possível observar um toque sutil do mestre.

 

Outro ponto que com certeza ficará na sua cabeça é a música de abertura, a canção intitulada de “Zankoku na Tenshi no Teeze” ou na nossa boa língua portuguesa: “Como Um Anjo Cruel”, é algo que todos nós nunca esqueceremos, coloque seus fones de ouvido e escutem agora.

Só uma curiosidade, assim como tudo que faz sucesso, existiram várias e várias paródias dessa música e também da abertura em si, entretanto alguém se deu ao trabalho de criar uma abertura para o contexto político que estávamos tendo no Brasil há pouquíssimo tempo atrás e o resultado vocês podem ver agora:

Com personagens marcantes, trilhas apesar de alguns reclamarem também é um ponto agradável quando se está desenvolvendo a história, uma animação extremamente satisfatória até hoje, Neon Genesis se torna uma obra indispensável para qualquer otaku ou apreciador das animações japonesas. Há ainda continuações da série como Evangelion 2.0 que contam outras histórias do próprio universo da série, ou até mesmo Evangelion 1.1 que é um remake da série que apenas aprimora a qualidade dos traços para atualização para os espectadores mais críticos.

 

Mas e você meu caro leitor, conhece Evangelion? Assistiu e gostou? Achou o melhor do mundo? Deixe suas opiniões aqui nos comentários. E você que ainda não viu que tal dar uma chance para o anime?

 

Leia mais sobre Séries

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você