Um dos maiores destaques em 2015 no universo cinematográfico foi, claro, Star Wars – O Despertar da Força. Depois de dez anos, a franquia, agora tocada pela Disney, arrecadou muito, bateu recordes, levou legiões aos cinemas do mundo todo e, ainda, desperta nosso interesse diariamente – quase como um vício sem cura. Recebi alguns dados estatísticos sobre a grande estreia do último ano e, juntando com algumas outras que peguei na internet, podemos ver o quanto a franquia Star Wars é arrasadora!

O Despertar da Força acompanha a jornada de Rey (Daisy Ridley), que acaba encontrando um droide, BB-8, com informações do paradeiro de Luke Skywalker que está desaparecido. Ela é acompanhada por Finn (John Boyega), um stormtrooper desertor da Primeira Ordem, uma organização que quer reaver o Império Galáctico e luta contra Resistência, comandada por Leia Organa. O filme estreou em 17 de dezembro de 2015 no Brasil e foi aclamado pela crítica e público. Tornou-se a maior estréia da história, com $529 milhões de dólares arrecadados no primeiro fim de semana. Em apenas 12 dias, chegou a um bilhão de dólares arrecadados ao redor do mundo, o filme mais rápido da história a chegar a este valor.

Aqui no Brasil não foi nada diferente, aliás, aqui em nossa cidade maravilhosa. O Rio de Janeiro teve o cinema com maior público disparado no Brasil nas três primeiras semanas de exibição de Star Wars – O Despertar da Força, de 17 de dezembro a 3 de janeiro. Foi o UCI New York City Center, com 57.815 espectadores – dessas, 18.830 assistiram ao filme na sala IMAX. O longa é o mais visto no país, com um público total de 5.013.658.

Recordista também em empresas pela Europa, Star Wars – O Despertar da Força começa a surgir como um grande postulante ao Clube do Bilhão 2015, composto por Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros (US$1,66 bilhão), Velozes & Furiosos 7 (US$1,51 bilhão), Vingadores: Era de Ultron (US$1,4 bilhão) e Minions (US$1,15 bilhão).

2016 tem muitas grandes estreis, inclusive mais um grande filme da franquia Star Wars! Parece que teremos mais recordes sendo quebrados e mais alegrias para nós, fãs, não é mesmo? 🙂