Por que o errado é mais gostoso?

-por , em 06/06 -
Por que o errado é mais gostoso?

Só para deixar uma coisa bem clara, ser um idiota não é legal. Portanto, não leia o título deste artigo e o use como justificativa para sair por aí fazendo tudo de errado que houver no mundo. No entanto, de fato, algumas coisas que a sociedade “não permite” podem trazer sensações boas demais para ignorarmos. Na maioria das vezes a adrenalina mexe com a mente das pessoas e elas se tornam compulsivas em fazer besteira, mas não estamos incentivando isso. Estamos apenas mostrando que algumas pequenas transgressões tem justificativas que não podem ser aplaudidas também, mesmo sendo tão minúsculas assim, ok?

Mentir é bom – só quando não machucamos ninguém

A verdade é que gostamos de mentir. Mentir às vezes parece mais fácil que dizer a verdade (nem sempre, mas você entendeu), e, segundo um estudo publicado na revista Psychological Science, pode até aumentar sua criatividade. Todos conhecem aquela sensação gostosa que vem do ato de cometer uma fraude, como passar no sinal vermelho quando é tarde da noite e ninguém está na rua. No entanto, o impulso extra que vem de dizer uma mentira vai embora se isso ferir os sentimentos de alguém. Como somos criaturas muito empáticas, se nossas mentiras machucam diretamente alguém, o contrário ocorre – nos sentimos mal. Por exemplo, às vezes mentimos para tentar proteger um amigo e nos sentimos ótimos com isso, mas se ele descobre a verdade e fica chateado, vamos de um extremo a outro rapidamente.

Fofoca é boa para o ambiente social

Você não adora quando as pessoas falam mal de você sobre as costas? Claro que não. Mas você faz isso com todo mundo, porque é assim que as coisas são. Na verdade, pesquisadores até creem que existem motivos evolucionais para tanto: por um lado, a fofoca pode ter um papel protetor, ajudando as pessoas a distinguir seus amigos de seus inimigos, e, por outro, pode servir para unir as pessoas em um laço social.

Um estudo chegou a conclusão que, na realidade, fofocar é essencial “para uma compreensão real do nosso ambiente social”. No final do dia, há uma razão pela qual é tão bom falar sobre as pessoas que não estão por perto: isso nos permite comparar as nossas vidas a dela, e como a fofoca geralmente incide sobre o ruim, o jogo é manipulado para que possamos sair por cima, o que é ótimo para a nossa autoestima, nosso desenvolvimento social e nossa compreensão dos sinais sociais. Por exemplo, é ótimo saber que sua amiga acabou de terminar um relacionamento se você não está em um faz tempo – faz você se sentir mais “igual” a ela.

Isso não quer dizer que maldizer as pessoas o tempo todo é uma boa ideia. Se você se tornar esse cara, ninguém vai te querer por perto. Mas, além dos benefícios psicológicos, dividir algumas informações pode ser uma ótima maneira de saber o que seus amigos estão fazendo e pode realmente ajudar a construir um relacionamento. O fato de que as pessoas escolheram compartilhar informações sensíveis com você forma um laço de confiança, enquanto se recusar a fazer fofoca pode ser percebido como um sinal de que você é “de fora” ou não pertence a um grupo.

fofoca

Segurar gases faz mal para a saúde

Acontece que segurar gases não é apenas uma distração – é realmente ruim para a sua saúde. O gás lutando para escapar de seu corpo não vai dizer: “Ah, agora não é um bom momento para você [como durante aquela reunião com seu chefe]? Vou esperar, então”. Ele é um maldito teimoso, e vai cavar através do seu interior até encontrar uma maneira de escapar do seu traseiro. Sendo assim, a pressão dos flatos reprimidos pode criar divertículos (manchas elásticas) em seus intestinos, que podem infeccionar. Sabe quando você estica um balão para enfraquecê-lo antes de inflá-lo? Toda vez que você resiste a liberação do vento fedido para o bem dos outros, você está fazendo isso com seu intestino.

Uma vez que o odor dos gases em si também distrai, o que você faz se for, digamos, um piloto de avião, que trabalha com um copiloto em um espaço apertado em altas altitudes onde peidar é mais provável devido a menor pressão do ar? Se você tentar segurar, a distração pode prejudicar a sua capacidade de pilotar o avião, mas se você soltar, o odor irá distrair os dois pilotos. E agora, José? Felizmente, cientistas encontraram uma solução inteligente: a instalação de pacotes de carvão ativado nos assentos, que absorvem o peido e permitem que o piloto voe o avião sem se distrair por qualquer odor ou barulhos sinalizadores de que ele não vai conseguir segurar este. Graças a Deus existem pessoas trabalhando nisso.

Abandonar seus amigos online te faz mais feliz

Todo mundo já sonhou pelo menos uma vez em abandonar a vida social online: apagar todas as contas em redes sociais, desligar o celular, jogar o notebook pela janela, queimar o carregador que praticamente faz parte do seu corpo agora. Seria impossível. Mas você seria mais feliz. Cientistas monitoraram o uso do Facebook de diversos participantes e descobriram que quanto mais eles usavam o site, mais triste e ansiosos ficavam. Os pesquisadores não sabem direito por quê, mas sugerem que é porque você fica se comparando aos outros o tempo todo. E, uma vez que a comparação social é uma grande parte da socialização, cada vez que você olha para o seu feed de notícias, compara a sua própria (ruim) imagem a melhor versão totalmente artificial que os seus amigos criaram especialmente para o Facebook. Não é porque eles estão sendo desonestos, e não porque é impossível ter amizades significativas online, mas porque esse é o ponto do site: você pode escolher como os outros te veem. É difícil manter-se totalmente genuíno, porque você sabe que qualquer coisa que você postar será visível para 95% de todas as pessoas que você já conheceu em sua vida.

Mas, mesmo sabendo que o Facebook é ruim para você, é impossível sair. Ninguém sai. Você e todos os outros estão sob uma enorme pressão para continuar nas redes sociais, porque elas são incrivelmente populares e você não pode ser a única pessoa do mundo a não estar lá. Ou seja, é ruim, te faz mal, você sabe disso, mas não, você não vai abandonar esse hábito. [Hyperscience]

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você