Entrevista Mulherzinhas

-por , em 28/11 -
Olááá Coxinhos! Como foi o final de semana de vocês? Nada como começar bem a semana entrevistando a querida Ana, autora do blog @Mulherzinhas na coluna [Ser Blogueiro é…].
Como nasceu o blog Mulherzinhas?
Tudo começou, como a maioria dos blogs, de uma brincadeira entre Ana e duas amigas – uma delas, sua irmã. Na época, o Mulherzinhas Cafa (blogspot.com) trataria de assuntos diversos que cada uma delas escolhesse escrever. Sem muita organização e obrigatoriedade, já que se tratava de um blog para diversão das meninas. Em maio de 2009 elas resolveram se ‘jogar’ em redes sociais – como o Twitter – e desde então, foram lançadas oficialmente como blogueiras.
 
Na época elas se mantinham no anonimato e não costumavam assinar os posts e muito menos mostrar seus rostos. Em julho de 2009, o problema! As duas outras blogueiras desistiram do Mulherzinhas Cafas e Ana se viu sozinha, em dúvida se continuaria ou não com o blog. Os fatores que a incentivaram a continuar foram:
1 – Os leitores e seguidores do blog no Twitter;
2 – Os amigos blogueiros – muitos insistiam que o blog tinha seu potencial e a grande maioria aconselhava que o Mulherzinhas precisava de seu próprio domínio.
Depois de um papo com o Felipe Neto, Ana resolveu assumir seu papel de blogueira e colocou fotos pessoais no Twitter do blog. Neste momento nascia o Mulherzinhas, sem o Cafas e apenas com a Ana blogando. Em janeiro de 2010 o blog foi transferido para o Hostnet com a plataforma WordPress, nascendo assim o Mulherzinhas.com.
Você sabe porque o nome Mulherzinhas? O nome nasceu após a leitura de uma entrevista de Fernanda Takai. Fernanda falava sobre ser mulherzinha e a relação com a escritora Clarice Lispector. Em seu livro, Nunca subestime uma mulherzinha, Fernanda reuniu contos e crônicas que descrevem momentos de sua vida e momentos que poderiam ter acontecido, sempre lembrando que são histórias que poderiam acontecer na vida de qualquer uma de nós… Tudo isso mostrando o lado mais feminino e intrigante de Clarice Lispector.
Ana diz: “Atualmente é possível ser blogueiro(a) profissionalmente, mas como toda profissão, é necessário dedicação e investimento (de tempo, de dinheiro, de saúde, hehehe). Muita gente quer criar um blog e já começar ganhando dinheiro, não sabendo como um grande blogueiro (problogger) vive. 
 
Sobre a panelinha de blogueiros, existe ou não? Sempre existem pessoas que se ‘fecham’ em grupos, e também pessoas que estão abertas a novas amizades e parcerias, então existe a panelinha sim, mas também muita gente bacana nesse meio.”
 
O legal da entrevista é perceber que para Ana, o blog Mulherzinhas ainda é um grande divertimento, principalmente devido à sua interação com os leitores, sempre leve e divertido. “Nas redes sociais como o Facebook e o Twitter, os leitores se aproximam da gente e é por aí que conhecemos quem lê nossos posts.”
 
CoxinhaNerd: Gostaria de agradecer à Ana pela adorável entrevista. O alto astral da blogueira e os textos super realistas e de bem com a vida nos faz acreditar que ser mulher hoje em dia é tão intenso quanto ser uma escritora que divide águas de uma sociedade como Clarice Lispector. Não precisamos ir muito longe para dizer o que pensamos, basta um computador e a vontade de aprender e compartilhar! Pronto! Ser blogueiro é…fazer o que gostamos e compartilhar com aqueles que pensam como nós. Ser Blogueiro é…enfrentar dificuldades e criar seu espaço no mundo! Sendo ouvido por 100 ou 100 mil pessoas, o importante é que alguém lhe ouça e que você saiba de alguma forma, que suas palavras fazem a diferença! ^^ Obrigada Ana, amei sua entrevista para a Coxinha Nerd. 
Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você