Entrevista Ah Ta Bom

-por , em 30/01 -
Bom dia pessoal, espero que todos tenham tido um maravilhoso final de semana! De volta à rotina semanal, hoje é dia da coluna [Ser Blogueiro é…], um local onde bogueiros experientes e não-experientes contam um pouquinho sobre como foi o começo da arte de blogar em suas vidas e dão algumas dicas, afinal, compartilhar e trocar experiências é a alma do negócio.
 
Hoje entrevistarei o Raphael Ferreira, autor do blog Ah Ta Bom, que está no ar há mais ou menos 07 meses. Raphael sempre foi um frequentador de blogs e a idéia de fazer coisas que muitas vezes podem ser muito simples mas que são capazes de entreter uma audiência, depois começar a ganhar dinheiro com isso e viver desse mesmo negócio, sempre o agradou. Ele sabe que muitos blogs começam e acabam sem ver nenhum dinheiro, mas o que falta para esse pessoal, em sua opinião, é a inspiração e o comprometimento.
Raphael, por exemplo, largou tudo em Belo Horizonte, trabalho, namorada, amigos, apartamento, tudo! E voltou para o interior, para morar um tempo com sua mãe e poder se dedicar exclusivamente a desenvolver e criar conteúdo para o blog, se dedicar de verdade a ele e “fazer as coisas acontecerem”, sem ter que se preocupar com contas chegando todo mês (aquele drama clássico de quem mora sozinho). Raphael diz que seu blog Ah Ta Bom ainda está começando e que ele não está rico, mas a sua loucura de largar tudo e se dedicar a essa idéia tem dado muito certo, ele está imprimindo um crescimento gradativo, criando um público cativo e as projeções para o futuro são as melhores possíveis – muito melhor do que o planejado.
Raphael diz que até o momento, tudo tem valido a pena em sua rotina como blogueiro, as amizades que tem feito em virtude do blog com blogueiros e não blogueiros. Ele diz que é muito legal fazer uma twitcam as 2h da manhã de um terça feira e juntar umas 20 pessoas que só querem vê-lo e interagir. Raphael sabe que ainda é pouca gente, mas para ele, isso vale muito. É gratificante! E tem certeza que, com o tempo, esse número tende a melhorar.
“Para um homem feio, de um blog iniciante, em uma twitcam que não vai ter peitos, é gratificante sim” (Raphael Ferreira)
 
Mas como todo mundo sabe, nem tudo são flores e a vida não é um mar de rosas, sempre existe gente invejosa, que quer queimar o seu filme e falar mal de você porque não admite que você cresça. Como se a internet não fosse grande o bastante para todo mundo. Então, Raphael diz (sem citar nomes) que outros blogueiros iniciantes que ele imaginou que fossem amigos, e que eram parceiros do blog, que pouco ou nada sabiam de sua vida, já se acharam no direito de falar mal dele pelas costas. Coisa bem infantil mesmo, e conta que teve um caso de um blogueiro já estabelecido, dono de um blog médio-grande, que, de certa forma, o queimou com outros blogueiros maiores, a troco de nada, sem razão nenhuma.
A única certeza que Raphael tem é de que a sua decisão maluca de largar tudo para se dedicar ao blog foi uma decisão acertada (ele recomenda que não arrisquem tanto, ele teve sorte), que está no caminho certo, fazendo as coisas certas, sem precisar puxar saco de ninguém e principalmente, sem precisar passar por cima de ninguém. Já tem um tempinho que Raphael se dedica e por isso, ele adotou com o tempo, uma rotina diária de 8 posts – de segunda a sexta. O blog já tem um padrão de posts, com pequenas variações eventuais, mas seguindo uma rotina. O público assíduo, já sabe como funciona.
A relação que Raphael tem e que quer continuar tendo com o público do blog é a de socializar no dia a dia, trocar idéias, receber sugestões, feedback mesmo. Ele gosta de saber sempre se as pessoas estão gostando do conteúdo, o que querem ver no blog, o que gostam e o que não gostam. Sempre na tentativa de diversificar o conteúdo de um modo que ele possa agradar a maior quantidade possível de pessoas e manter o público cativo que vem conquistando naturalmente.
Raphael diz que os posts, na maioria das vezes, são montados no dia de postar, ele acorda e sai montando tudo. Claro, muito material ele já tem separado e adiantado, faltando só montar mesmo. Mais para frente, quando ele conseguir se programar melhor, pretende ter pelo menos uns dois dias de vantagem em relação aos posts do blog, ou seja, montar o conteúdo pelo menos uns dois dias antes, para ter tempo para se dedicar a posts mais elaborados como os Ontem e Hoje, que infelizmente ele não tem tido tempo de fazer mas que vai voltar em breve, com certeza.
Sobre o futuro, Raphael diz que planeja continuar crescendo, ficar rico com o blog (“não precisa nem ser muuuuuuito rico”), mas que o blog lhe proporcione uma vida confortável e que ele possa continuar se dedicando sempre e colhendo os frutos disso.
Obrigada Raphael pela entrevista, desejo que o Ah Ta Bom continue crescendo e muito, e que você realize de verdade todos os seus sonhos e desejos profissionais, nunca esquecendo que dedicação é realmente a alma do negócio. Agora com relação a ser muito rico com o blog, só não esqueça dos amigos, kkkkkk… ^^
Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você