Olá Coxinhos, tudo bem? Vamos continuar então nossas histórias do cãozinho mais fofo do mundo! Na última semana tivemos muitos eventos em torno da vida do Luke. Antes de mais nada, quando o peguei (dia 02 de setembro), ele estava com apenas 39 dias e tinha tomado só a primeira dose do vermífugo e ainda não tinha tomado nenhuma vacina, ou seja, um perigo levá-lo para qualquer canto né? Pois é, mas já tínhamos uma viagem agendada para o dia 07 de setembro e o Luke entrou nessa de cabeça, mas vamos por partes.

 

No dia 06 de setembro tivemos a primeira consulta no veterinário e estava agendada a primeira dose da vacina. Aproveitei para conversar com a veterinária sobre outros detalhes, como o remédio para vermes que a dona anterior do Luke me informou que havia aplicado dia 27 de setembro. Bom, demos a primeira vacina e cortamos pela primeira vez suas unhas. E preciso dizer, tudo o que o Luke tem de atentado quando está brincando, ele tem de educado quando toma banho ou está no médico. Foi a coisa mais tranquilinha do mundo. Deixamos agendado então o retorno para a segunda dose da vacina para o dia 1º de outubro e já compramos o remedinho de vermes que foi aplicado ontem nele! [depois comento sobre isso]

 

Bom, a nossa viagem era para a região dos lagos e no dia da consulta a minha cunhada ligou dizendo que existe um mosquito específico lá que passa doença para cães e que era melhor eu ver isso. Conversei com a veterinária e ela me explicou do que se tratava, fica aqui a explicação para os que não sabem:

 

Várias espécies de mosquitos podem transmitir a dirofilariose aos cães, ou verme do coração, principalmente os da família Culicidae (Díptera) em regiões de lagos ou áreas litorâneas. O verme Dirofilaria immitis se aloja no músculo cardíaco e artérias pulmonares de cães e gatos podendo desenvolver um ciclo auto-limitante nos seres humanos. Os animais que residem nessas regiões podem fazer tratamentos preventivos contra esta doença através de remédios orais ou vacinas específicas.

 

Como o Luke é muito novinho e está sendo medicado pela primeira vez, a veterinária disse que não adiantaria o remédio contra esta doença, então, tomamos muito cuidado com ele na viagem e fomos com toda a coragem que tínhamos. [Continua amanhã…]