E o Avantasia? Vocês conhecem?

-por , em 02/07 -
E o Avantasia? Vocês conhecem?

Olá pessoas! Creio que eu não poderia ficar sem comentar sobre uma das minhas grandes paixões, que é o Avantasia. E aí a pergunta: “Mas o que é Avantasia?”. Vem comigo que explico melhor…

 

Pois bem, como alguns fãs do heavy metal (Power metal, e quem sabe, Hard Rock) sabem, Avantasia é um projeto liderado por Tobias Sammet (que também lidera a banda Edguy, que é, na minha modesta opinião, sensacional) e que reúne vários integrantes de diversas bandas para gravar um trabalho, envolvendo os gêneros já citados. O projeto foi criado em 2001, quando Tobias Sammet, escreveu algumas músicas e decidiu dividi-las em dois álbuns, um deles, ele chamou de Metal Opera, e pronto, eis que nasceu Avantasia! Mas é simples desse jeito? Não, não é.

 

ava-tobias-sammet

 

Tobias Sammet’s Metal Opera, foi tido como um dos melhores CDs do gênero do seu ano de lançamento, e também não é por menos, Sammet, não contente em chamar, o que podemos classificar como “Dream Team”, como integrantes de bandas como Helloween, Gamma Ray e Rhapsody (bandas muito influentes de Power metal europeu) para assumirem os instrumentos, também chamou vocalistas do mais alto calão para assumir, juntamente com Tobias, as vozes que dariam vida ao Avantasia. Vozes como Kai Hansen (Gamma Ray), David DeFeis (Virgin Steele), Andre Matos (ex-Angra, ex-Shaman e atual carreira solo), Rob Rock (Warrior), Timo Tolkki (Stratovarius), Sharon Den Adel  (Within Temptation) e Michael Kiske (ex-Helloween, atual Unisonic). E agora temos os integrantes da banda, temos os vocalistas… E é só isso?!

 

Não, muito pelo contrário, tem muito mais! Como eu já disse, o Sr. Sammet, não é uma pessoa que se contenta facilmente e, para justificar o convite de tão ilustres músicos do cenário do metal, o que ele fez? Desenvolveu uma das melhores histórias para ser interpretada por tão ótimos vocais, criando o que chamamos de um disco conceitual, trazendo-nos uma história que mistura ficção, realidade, filosofia e religião. Tobias Sammet, deu a cada vocalista um personagem que teriam que desenvolver, junto com ele, uma história que se passa em 1602 na Abadia de Mainz, na Alemanha.

 

A história nos conta a jornada de um noviço, Gabriel Laymann, que, sendo treinado para lidar com Caça às bruxas, encontra sua meia-irmã, Anna Held, como uma das acusadas, e assim, fica em dúvidas, vai procurar respostas, acaba acessando um livro proibido na biblioteca da Abadia, é descoberto e preso. Na prisão encontra um druida, Lugaid Vandroiy e aí ele é apresentado a uma nova dimensão, mundo de Avantasia (nome este que vem da junção de Avalon e Fantasia), mundo este que corre grande perigo e os dois fazem um acordo, Vandroiy ajuda a resgatar a irmã do noviço, se este o ajudar a salvar Avantasia.

 

Considere então que um ajuda o outro através do livro que Gabriel manipulara anteriormente em mãos, juntamente com a informação de que este livro é parte de sete pedaços de um lacre, que ajudará o seu detentor a alcançar o conhecimento absoluto que reside neste mundo. Quem obter este poder absoluto, poderá fechar o acesso para os demais mundos, afinal, conhecimento é poder.

 

No meio de intrigas, falcatruas, críticas, corridas e jornadas alucinadas, todos esses maravilhosos músicos interpretam esta maravilhosa história que você não pode deixar de conferir nesses dois CDs, Metal Opera e Metal Opera II, que conseguiu nos conquistar, não somente com as melodias muito bem elaboradas, mas também com uma história digna de um filme! Agora a questão é… Estamos em 2013, esses dois CDs foram lançados em 2001 e 2002, e o que fez com que eles perdurassem tanto tempo na memória assim?

 

avantasia

 

Sim, houve a continuação do projeto. Tudo bem que houve um hiato um pouco grande para o lançamento do 3º CD do projeto, Avantasia – The Scarecrow, mas ele veio. E veio com muito o que falar. Pois bem, como citado no começo do texto, Avantasia, nada mais é do que a criação de Tobias Sammet, então, pode-se dizer que tudo que se apresenta, toma a forma que é dada por ele.

 

Fazendo um paralelo com a sua banda, Edguy, percebe-se que esta influenciou muito no que seria o Avantasia. Como assim? Simples, se observar os CDs do Edguy que foram lançados na mesma época que os dois Metal Opera, percebe-se que se tratavam de CDs com um grande teor de heavy metal/Power metal, característica que fora transmitida para o projeto. Porém, se pegarmos o Edguy da época do Scarecrow, podemos ver que já se trata de uma banda que mudou sua cara, assumindo, cada vez mais, uma roupagem Hard Rock, vemos mais uma vez isso se transmitindo para o projeto.

 

The Scarecrow (2008), vem então com toda força do Hard Rock clássico, claro que nunca dispensando alguns elementos do Power Metal, e fazendo-se perceber pelos convidados que participaram desta nova fase do projeto. Contando agora com participações como Eric Singer (batera do Kiss), Bob Catley (Magnum) e Alice Cooper, além de mais alguns outros participantes, podemos perceber a guinada que Sammet dá ao Avantasia. As letras já estão mais introspectivas, levando-nos para uma reflexão psicológica, e fazendo com que o vocalista acertasse mais uma vez na hora de elencar os convidados, atribuindo-os os papeis certos para cada tipo de personalidade que apareceria no enredo desse CD.

 

E Tobias, mais uma vez, não parou por aí, em 2010 ele lançou mais dois CDs que viriam a integrar nossa coleção de CDs do projeto, dessa vez com Angel of Babylon e The Wicked Symphony. Ele continuou a história do Espantalho, compositor que no século XIX assina um tipo de pacto com o demônio, depois de ser rejeitado por seu amor. Com faixas épicas em ambos os títulos, Tobias Sammet, mais uma vez escolhendo muito bem seus convidados, faz desfilar em nossos ouvidos, batalhas épicas entre o bem e o mal, que termina com a redenção do personagem principal.

 

Finalmente, em 2013, o vocalista lança o mais novo integrante do projeto, The Mystery of Time, fazendo Tobias finalizar por vez a sua releitura pessoal de Fausto, e voltando às questões religiosas deixadas pelo já longínquo noviço, Gabriel Laymann. Com um novo personagem, Aaron Blackwell, ele coloca em questão fé x ciência, razão x emoção, e muitas coisas que todos nós nos questionamos, isso não dá para negar. Em suma, Avantasia não é só um projeto, não são somente vários músicos tocando junto, é antes de tudo, um projeto elaborado, muito bem pensado, contendo histórias, reflexões, críticas, que todo mundo um dia já se perguntou.

 

Claro, nunca menosprezando a questão musical, que também é super bem feita, com os melhores instrumentistas e vocalistas que o gênero possui. Tudo isso nos mostra que Tobias Sammet é dos mais novos gênios do cenário, conseguindo compor histórias, músicas e arranjos, além de reunir os maiores monstros da atualidade, e nos prometendo uma carreira promissora, e espero, com muito mais histórias.

 

Você vai gostar também de:

 

northern kings made in brasil playlist daft punk bonecos

 

Perfil Natalia

Natalia Cordeiro

E lembrem-se: Gnosis and Life: Avantasia!
Facebook

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você