Se você ainda não assistiu a minissérie Dr. Horrible’s Sing-Along Blog, acredite, está perdendo um grande tempo. Para quem não conhece a obra, trata-se de uma minissérie musical de três partes, criada pelo gênio Joss Whedon e produzida em 2008. Dr. Horrible ganhou vários prêmios, incluindo um Emmy na categoria de Arte Criativa. Só isso já deveria ser o suficiente para te convencer a assistir essa maravilha, não é mesmo?

Nota da revisão: Se você curte dicas de séries, filmes e livros, clique aqui na barra lateral do blog que tem várias recomendações super legais, em diversos estilos diferentes também. Para completar, temos ainda tem o canal no Youtube com dicas bem legais de todos os tipos, clique aqui para se inscrever e divirta-se muito com a gente, toda segunda, quarta e sexta.  Agora, confira alguns motivos que deveriam te levar a assistir Dr. Horrible’s Sin-Along Blog.

ATORES MARAVILHOSOS

Você tem Neil Patrick Harris (o lindo e maravilhoso Barney Stinson de HIMYM), Nathan Fillion (Firefly), Felicia Day (Supernatural e Buffy), e Simon Helberg (Big BangTheory). Tudo isso para te dizer que é garantido: A obra não é fraca não!

Dr. Horrible’s Sing-Along Blog

Dr. Horrible’s Sing-Along Blog

Neil interpreta, incrivelmente bem, o adorável e estranho Billy – que possui a identidade secreta do vilão Dr. Horrible; Nathan é um herói narcisista – Captain Hammer – tão chato que dá até raiva; Felicia faz uma Penny tão convincente e adorável, que acaba se tornando o interesse amoroso do Dr. Horrible e do Captain Hammer; e Simon interpreta o úmido e nada confiante amigo do Dr. Horrible.

O ENREDO É DINÂMICO E ENVOLVENTE

Dr. Horrible’s Sing-Along Blog

Dr. Horrible é um aspirante a vilão que, na realidade, é um cara doce e inseguro com uma meta principal: entrar na famosa Evil League of Evil – e depois, obviamente, dominar o mundo! Mas como Billy, ele é desajeitado e não consegue se comunicar direito (sem gaguejar e murmurar) diante de sua crush Penny. A história começa bem levinha, dando a impressão de que tudo vai acabar bem. Mas não! Com o passar da história, a trama vai ficando cada vez mais obscura e triste (para o seu anti-herói, pelo menos), e é de partir o coração, porque as coisas poderiam ter sido diferentes e definitivamente melhores para ele.

MÚSICAS CATIVANTES

Dr. Horrible’s Sing-Along Blog

A minissérie é um musical, então é obvio que haveria músicas marcantes, não é?

Se você não gosta ou nunca assistiu esse tipo de filme (ou série), Dr. Horrible é o melhor para você dar o primeiro passo e quebrar a barreira do preconceito contra musicais! As músicas refletem a caminhada do anti-herói para o mal e para as trevas. As canções conseguem narrar sua trajetória muito melhor do que meras palavras. Elas são poéticas, na verdade. E não saem da cabeça – estou cantado uma das músicas agora, inclusive: Brand New Day (uma ótima música para cantar para quem odiamos)!

TEXTO MARCANTE

Dr. Horrible’s Sing-Along Blog

Os diálogos marcam as características dos personagens: Dr. Horrible, o homem cansado por causa dos males deste mundo; Penny, a mulher que permanece inocente até o fim; e Capitão Hammer, o “herói” arrogante e convencido. A trama é entrelaçada com muito humor, o que deixa a história mais leve o tempo todo.

MEXE COM SEUS SENTIMENTOS

A minissérie pode ser classificada mais como comédia no início e tragédia no final. A trama traz muitas emoções e, provavelmente, você vai chorar – estou acreditando aqui que você não tem um coração de pedra!

Devido ao grande sucesso, os fãs clamaram por uma sequência de Dr.Horrible. Joss Whedon inicialmente anunciou que isso aconteceria em 2013. Mas, por causa dos seus outros compromissos (dirigindo Os Vingadores e tudo mais), a sequência foi adiada para 2016 ou mais tarde. 🙁

Confira a minissérie legendada e completa, abaixo!

Agora me conta, já tinha vistou ou ouvido falar nessa minissérie? Comente aqui embaixo!