O oitavo episódio da nona temporada de Doctor WhoThe Zygon Inversion, foi um daqueles que nos arranca palpitações, raiva e lágrimas, no final. Doctor sendo Doctor, Clara inspiradora como sempre, Osgood sendo muito fofa e, a Kate sendo imprevisível, né? Bom, como a moda dessa nona temporada são as longas histórias, com episódios de To be continued… terminamos de ver, neste oitavo episódio, sobre a revolta Zygon no Planeta Terra!

Achei o episódio perfeito no quesito roteiro! Sair um pouquinho do centro Clara-Doctor me deixa bem feliz, até porque, o Doctor só tem conseguido ser melancólico ao lado de sua atual companion! Mas, ao lado de Osgood, vimos um Doctor perseverante, determinado, querendo mostrar seus conhecimentos e arriscar estratégias ousadas – não temos visto muito disso nos últimos tempos! O sorriso de um Peter Capaldi, prestes a fazer uma loucura, me lembra o ponto em que me apaixonei pelo Doctor zoeiro de Matt Smith e David Tennant! 🙂 Acho que é um ótimo ponto de encontro de todos eles!

Como já imaginávamos, claro, o episódio começa com uma Clara adormecida dentro da cápsula Zygon, mas não completamente derrotada! Clara é uma das companions mais fortes e determinadas que já vi – nem me venham com mimimi, eu não curto a Clara, mas preciso concordar que ela é forte! 🙂 A bichinha não se abala, mesmo quando metade da população de Londres está abalada! Anos de Doctor e ataques alienígenas ajudou muito né? A Clara-Zygon, ou melhor, a Zygella – melhor Doctor de todos os tempos esse Doctor Disco – como toda boa Zygon, é meio fraquinha nos raciocínios, por isso, foi facilmente ludibriada por Clara por alguns minutos… Mas… Nem tudo são flores…

Doctor and Osgood

Muito bem guiada por sua força de vontade, Clara consegue avisar o Doctor que está viva e atuante na mente de Zygella! Osgood e o Doctor partem em busca do ninho dos Zygons, da descoberta do plano, da frente de batalha para evitar que a guerra role de fato! E não é que, mais uma vez, Osgood e Doctor formam um belo par? Será que um dia a veremos como companion ou, pelo menos, em alguma aventura fora de Londres? – Pelo menos sabemos que o convite foi feito! 🙂

A partir daí, posso dizer que, entre mortes, correrias, discussões e descobertas, a parte mais impactante do episódio foi, de fato, a descoberta de que “A caixa de Osgood” na verdade, são duas caixas, com dois botões cada. A Vermelha tinha uma opção boa e uma opção ruim para a humanidade, já a caixa azul, a mesma coisa para o povo Zygon! E o que rolou?

Osgood Box

Verdades ou consequências? Numa brincadeira sem fim, Doctor Disco faz uma daquelas suas declarações sobre guerra, destruição, culpa, destruir seu próprio povo, morte, arrependimento, tristeza, Clara salvadora, paz, Terra, união de povos, diplomacia e muito mais que só o Doctor sabe fazer! Ele fez a Clara chorar, Zygella repensar, Kate se arrepender, Osgood se orgulhar e eu me debulhar em lágrimas aqui em casa! Foi emocionante demais! 🙂

Encerrado o momento de guerra, paz entre os povos e tudo mais, temos duas surpresas: a primeira é que, claro, o óculos sônico, além de substituir a chave de fenda sônica tradicional de Doctor Who, ainda serve como aquele aparelhinho de MIB para apagar memórias de Kate – será que faz mal isso, a longo prazo? Veremos… A segunda surpresa é que, Osgood, que estava solitária em sua vida de “não sei se é humana ou Zygon”, passou a ser duas novamente! Zygella ficou tão tão mudada que mudou, definitivamente, para o corpo de Osgood! Nos dando mais gostinho de quero mais para os próximos episódios e temporadas! Quem curtiu?

Doctor Who s09e08

E, para finalizar o episódio glorioso, Doctor, com seu sorriso mais sincero, mais divertido e apaixonado, convida Osgood a viajar com ele na Tardis! Conhecer o universo, outros planetas, o futuro e o passado, aos seus pés! E ela recusa… Deixando-o sozinho com Clara, novamente, em mais um momento de melancolia pré-viagem… 🙁 Como será que a Clara deixará esse seriado? Alguém já arrisca um palpite? Comente aqui embaixo 🙂

Compartilhe: