Doctor Who em… O que eu posso dizer?!

-por , em 28/09 -
Doctor Who em… O que eu posso dizer?!

Gente, o que eu posso dizer sobre esta nona temporada de Doctor Who que mal começou e eu já considero tanto?!?! Pois é… Todos sabem que o The Witch’s Familiar seria a continuação de The Magician’s Apprentice (que foi sensacional) e eu agradeço muito à série pelo segundo episódio ter sido tão bom assim, e o melhor, deixou milhares e milhares de questões na minha pequena cabecinha!!! Claro que teríamos a resolução de muita coisa que ficou suspensa no primeiro episódio, mas, gente… Sensacional… O episódio girou em torno de uma conversa, e acredito que, por conta disso, foi porque ficou tão bom assim, ok… Vou parar de falar tanto e comentemos sobre o episódio!

A brilhante continuação

Como eu disse, o episódio continuou muito em um tom de diálogo, teve ação, é claro, mas, ficou muito em conversas. Clara com Missy e principalmente, Doctor e Davros… E gente, isso fez um episódio super reflexivo, não sei se posso dizer, sentimental e por incrível que pareça, humano, apesar da conversa se desenrolar entre dois aliens, pois foram demonstrados sentimentos muito humanos por cada um das partes, o Doctor, como sempre, e que foi frisado muito no primeiro episódio pelo próprio Davros, a compaixão que Doctor sempre demonstra e a humildade, arrependimento, talvez, de Davros, naquela clássica reflexão que muita gente tem quando está morrendo… Enfim… Conversemos mais sobre isso, adiante…

Primeiramente falando…

Primeiro: A MELHOR COISA QUE FIZERAM FORAM REGENERAR O MASTER COMO MISSY!!! Antes de falar qualquer coisa, Missy, brilhantemente interpretada pela Michelle Gomez, está roubando a cena… E, espero que ela ainda tenha muito espaço, não só nessa temporada, mas nas que estão por vir, porque, gente, sério… Ela está simplesmente, sensacional… Imagina ela com a River, se é que a River vai voltar a sempre aparecer constantemente como nas temporadas 5, 6 e 7, seria uma interação muito interessante… Mas, viagens à parte, a cena do episódio começa justamente com a Missy e a Clara… De ponta cabeça…

Doctor who s09e02

E sim, vivas!!! Ok… Clara, que está de ponta cabeça (inclusive o episódio começa com a vista de de Clara, de ponta cabeça), acorda e vê Missy fazendo uma pequena lança, e inclusive, é essa lança que promove a conversa entre as duas, ao perguntar o que era essa lança, Missy diz que ela pode ter que caçar, se de repente, elas demorarem muito lá, por que demorariam?! Missy foi contar uma história sobre o Doctor em que ele estava com um manipulador de vórtex e perseguido por, mais ou menos, 50 androides invisíveis, eles lançam raios, e Doctor só teria 4 nanosegundos para sobreviver…

O manipulador estava descarregado, como o Doctor sobreviveu, então? Missy pediu para Clara deduzir, afinal, ela o conhece e ainda bem que Clara conseguiu… Ele usou a energia dos disparos para carregar o manipulador e por isso, ele sobreviveu, inclusive, conceito este que foi usado pela própria Missy para sobreviver, não só no disparo do Cyberman, no final da 8ª temporada, mas também, nos disparos dos Daleks, que fez com que ela e Clara sobrevivesse (e a dedução poupou Clara de virar churrasquinho!).

O mais legal no começo da história de Missy é que, ela falou que iria contar uma história sobre o Doctor (não especificou a regeneração), ela disse que poderia ser até representado pelo Doctor do Capaldão, porque ela sempre enxerga só o Doctor, mas no começo, antes de especificar que poderia ser representado pelo 12th, apareceu, em uma cena preta e branca, o perfil do 4th Doctor, de Tom Baker e o do 1th Doctor, William Hartnell! Referência à série clássica, muito muito bom!!!

O que foi de interessante nesta interessante conversa entre as  duas, é a conclusão de o porquê o Doctor sempre vence, porque ele simplesmente assume que sim, ele vai vencer… Coisa que ele perdeu, afinal, ele até fez a sua confissão, mas, na falta desta postura do Doctor, o que aconteceria?! Elas aconteceriam (aí admito, por um tempo pensei que a Missy estava do lado do Doctor e da Clara). Sendo assim, voltaram para a base de Davros, e lá, elas iriam acontecer….

“Segundamente” falando

“Vamos de bate-bate?” Doctor no ‘carrinho’ de Davros falando… Sim, Doctor conseguiu, de alguma maneira, pegar o a parte meio dalek que sustentava Davros (que não tem nada da cintura para baixo) e foi ter com os daleks, que tentaram matá-lo, mas não conseguiram. Afinal, ele estava protegido pela carapaça de Davros. Claro, ele queria saber de Clara e queria ela viva, não sei se ele ainda tinha a esperança de encontrar a moça viva, exigindo que, aquilo que acontecera no primeiro episódio fosse só um truque ou, como a Missy disse, neste momento, ela e Clara estavam no esgoto abaixo deles, falando: olha o Doctor complemente sem esperança… Isso foi meio doído de ouvir… E quando o Dalek afirmou que Clara não estava viva, Doctor se distraiu e…

Doctor who daleks

Starff atacou, envolveu Doctor com as suas várias serpentes e o nosso querido Time Lord foi levado para Davros, onde se travou um dos diálogos mais profundos em Doctor Who… A conversa que girou em torno de sensações e sentimentos… Altas reflexões de ambas as partes, de maneira fantástica, nos mostrou um Doctor muito mais sensível do que ele costuma parecer e Davros que, parecia estar completamente arrependido, rendido e humilde, antes do seu derradeiro momento… Eu achei esta conversa entre os dois, muito emocionante, ver, mais uma vez a compaixão nos olhos do nosso Doctor… Aí eu concordo com a Missy, independente de qual é, é sempre o Doctor… Mas… Aguardem o desfecho…

O esgoto dos Daleks

Pessoas, com a Missy disse, a palavra na língua dos Daleks para esgoto, tem o mesmo sentido que cemitério, então… Na verdade, Clara e Missy estavam no cemitério dos Daleks, que não morrem, afinal, eles foram criados, geneticamente falando, para não perecer e, na medida que eles vão envelhecendo, eles vão se despedaçando e se juntando em uma grande massa, que virou o esgoto… É terrível imaginar um fim assim para qualquer ser vivo, mesmo sendo um Dalek…

E, entre a espessa parede de Daleks velhos, tem sensores que Missy fez com que Clara foi detectada para, matar um Dalek, pegar a sua carapaça de metal, colocar Clara dentro (que não tem como não lembrar de Oswin, primeira aparição de Jenna em Doctor Who) no que parecia um plano para elas conseguirem se inserir entre os Daleks e salvar o Doctor… Ah, e antes ela fez um treinamento Dalek com a Clara… Constatando que Clara não conseguiria se identificar caso ela falasse que ela é a Clara, sempre sairia “Eu sou um Dalek” e nem expressar sentimentos, pois, qualquer sentimento que ela falasse, era reproduzido como “Exterminate”.

E o final de tudo isso?

Lembra da humildade de Davros perante à morte? Era tudo encenação!!! Foi interessantíssimo ele perguntando ao Doctor se ele havia agido certo, ao tentar proteger seu povo a todo custo, que inclusive, ambos tinham o mesmo senso de proteção… Parabenizou o Doctor por ter conseguido salvar Gallifrey (será que eu fui a única que pensou: “Quando a esmola é demais, o santo desconfia”?) e que queria ver o Doctor mais uma vez com seus próprios olhos (desligou o olho azul que ele tem no topo da cabeça e abriu os seus verdadeiros),  o que comoveu o Doctor… Era noite, Davros já sentia seu fim e lamentou por querer ver a luz do sol mais uma vez… Foi aí que Doctor teve uma brilhante ideia…

Doctor Who Davros

Já que Davros queria ver o sol, ele iria emprestar um pouco da sua energia de regeneração para mantê-lo vivo e Davros poder ver o sol mais uma vez… Ele chegou perto das tubulações que o alimentava com a energia dos daleks, e que o mantinha vivo, para mandar energia para ele, mas, Starff, lá disfarçado, o prendeu e Doctor acabou mandando energia de regeneração demais, fazendo que todos os daleks, de certo modo, ficassem mais fortes… E isso foi um acidente?! Claro que não!!! Não contavam com a astúcia do Doctor para fazer com que, até o esgoto recebesse a energia e os daleks raivosos e velhos destruíssem os que os abandonaram lá embaixo… Acredito que é o fim de Skaro…

E lembra a Clara, dentro do Dalek? Missy simplesmente fala para o Doctor que foi aquele Dalek que matou Clara (juro, não entendi!!!) e ela deu aquela parte que parece uma batedeira, a arma dos Daleks, para Doctor atirar… Até que o Dalek pede compaixão, conceito este que os Daleks não possuem, aí ele desconfia que tem algo de errado e pede para a latinha ambulante abrir a carcaça e Clara sai de lá… Doctor só fala para Missy fugir… Ela sai andando e diz que esse negócio de fugir é com o Doctor e não com ela…

E a cena do Doctor prestes a atirar em Davros ainda criança?

Depois de “ativar o esgosto”, Doctor reintegrou a TARDIS que só estava com as partículas dispersas depois da “explosão”, e juntou com os seus óculos sônicos, ele e a Clara entraram e saíram do meio da destruição de Skaro… Bom, Missy falou de um tipo de profecia, de um Dalek híbrido, um ser que seria muito forte e tudo mais, e, através de Clara, Doctor viu um Dalek pedindo compaixão, e pensando nisso que ele voltou ao Davros ainda pequeno e disse que voltou para salvar a sua amiga do único jeito que ele conhecia. Falou “exterminate” e apontou para… As minas de mão e levou Davros para casa…

Doctor who glasses

Agora me pergunto: Se Davros criou os Daleks e o Doctor se perguntou quem criou Davros, seria porque, na primeira vez que Doctor se viu a frente se eu arqui-inimigo, ele não teria salvado e, por não tido contato com a compaixão, o pequeno Davros ficou daquele jeito e criou tudo o que criou? E agora, com o Doctor salvando, já era os Daleks e toda a parte ruim de seu, agora, antigo inimigo?! Era mesmo a Clara, o Dalek híbrido?! Ou eram os Daleks que agora poderiam regenerar, depois do que Doctor fez? Afinal, qual é a da Missy?!?! E ela realmente tem ou teve ou ainda tem uma filha em Gallifrey?!? A chave sônica já era?! E outra… Quando o Doctor salva o pequeno Davros e o menino pergunta de que lado que o Doctor está, ele responde que, ele não acredita que isso importe, contato que exista compaixão, sempre compaixão, e estende sua mão para levar o menino para casa…

Doctor who hands

Mas, neste momento, aparece, claramente, um anel no dedo que costumamos usar a aliança, coisa que eu nunca reparei em nenhum dos Doctors na série atual e nem mesmo nele… O que será que representa esse anel, ou sou meio maluca por ter reparado nisso?! O que vocês tem a me dizer?! Neura, tem algum motivo?! Alguém tem algo a falar?! Tirando que se levantou a questão de Gallifrey e o porquê dele te fugido de lá… Então, o que vocês tem a dizer?! Espero seus comentários!!! Até a próxima!!!

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você