Último episódio da 8ª temporada de Doctor Who e só nos restando o especial de Natal! E já?! O tempo passou muito rápido e já veio o fim da 8ª temporada. Como já sabíamos, Death in Heaven seria a continuação de Dark Water, em que nos foi revelado que Missy, na verdade, é o Master regenerado em mulher e que ela pretendia montar um exército de Cybermen com os mortos. Acho meio assustador essas atualizações que o Cybermen são capazes de fazer, e assim, dominar o mundo. Mas com o episódio, percebemos que a intenção dela, não era somente essa… Vamos discorrer sobre o episódio, que eu acho que fica um pouco melhor.

Assim que os Cybermen saíram do prédio do 3W, aconteceu um fenômeno meio estranho. Todas as pessoas, ao invés de se assustarem com eles, começaram a tirar selfies e tudo mais (sim, os seres humanos são estranhos), e é claro que Missy, com todo o seu sarcasmo, queria tirar uma selfie dela, como o seu amigo Doctor e os seus “cyberqueridos” ao fundo. Eis que aparece Osgood (a assistente de Kate Swetart e que apareceu no episódio do The Day of the Doctor em que ela aparecia com o cachecol do 4º Doctor) e agora, com a Bow tie (And Bow ties are cool) do 11º, falando que tiraria a foto para Missy e rendendo… Claro, assessorada por Kate e os agentes da UNIT.

doctor who season finale

Como já se sabe, a UNIT sempre age quando se tem uma intervenção alienígena na Terra, e venhamos e convenhamos, que intervenção, não?! Afinal de contas, o Master e os Cybermen, não é qualquer intervenção… Nisso em que a Missy foi rendida, todos os 91 Cybermen subiram ao Céu (ficou meio bíblico, mas não), se juntaram todos e explodiram… Com as suas partículas, elas formaram uma grande nuvem, que choveria em cima dos cemitérios, e converteriam todos os mortos em Cybermen.

E foi o que aconteceu, nos cemitérios, necrotérios e hospitais… Todos virando Cybermen… Mostrou o “Heaven” de Missy, onde estava Danny e o assistente dela explicando para o Sr. Pink o que aconteceria… Todos virariam Cybermen, os mortos, pois, existindo essa consciência que pós-morte, isto seria fácil ser convertido para Cybermen. Meio aterrorador isso, e realmente foi o que aconteceu… Os mortos viraram Cybermen, porém… Porém daqui a pouco falamos.

Quem lembra do final de Dark Water, viu que Clara estava com um Cyberman e sim, ela poderia ter sido morta, mas ela começa a jogar, falando que era o Doctor, disfarçada de Clara Oswald, e conseguiu prolongar um pouco sua vida, ou melhor, ela não morreu… Ela foi contando a história inteira do Doctor, tentando convencer os três Cybermen de que ela, realmente, era o Doctor, mas, apareceu um quarto, o Danny, que ainda estava com a consciência de quem ele é, tirou a Clara dessa enrascada e a levou para o cemitério.

Enquanto isso, Kate levou Doctor e Missy para uma base aérea, meio estranho sair voando com uma nuvem de partículas de Cybermen, mas tudo bem, e, enquanto Missy foi presa, Doctor virou o presidente do mundo. O mundo estaria sob o comando do Doctor… Missy estava com Osgood, enquanto esta analisava alguns artefatos de Missy, mas, não se esperava que a Time Lady conseguiria se soltar, matar os soldados que estavam lá, e infelizmente, a nossa querida cientista.

doctor who missy

Cybermen começaram a querer derrubar o avião, Doctor viu que Missy se soltou e, seguida por Kate, foi checar e tudo mais, Missy abriu um compartimento do avião e Kate foi sugada, ela mesma, teletransportada e o Doctor, só não se acidentou porque ele conseguiu ativar a TARDIS para resgatá-lo. E ele foi para o cemitério, com Clara, já que estava ligou para ele, enquanto ainda estavam no avião, e Missy revelou que fora ela que tinha dado o telefone da TARDIS para ela, unindo o incontrolável com a controladora, uma boa dupla para se juntar.

matt smith

E o Doctor vai para o cemitério, pois Clara está com Danny, já quase completamente convertido em um Cybermen, ele ainda não estava com o inibidor de emoções ligado, ele queria que ela desligasse, pois ele não queria mais sofrer, e eu admito, foi uma parte pesadíssima do episódio. Como sempre, se colocou em questão a bondade de Doctor, se ele é um bom ou um mau ser. Claro que Danny não o pintou com bons olhos. Afinal, ele o enxergava como uma espécie de general.

Missy acabou chegando no cemitério, e sim, me fez lembrar de Mary Poppins e o guarda-chuva, e ela acabou cantando “Happy Birthday, Mr. President” para o Doctor, dando o bracelete que controlava todos os Cybermen. Ela disse que o Doctor precisava de um exército, e que estava fazendo tudo isso para ter o amigo de volta. E toda a questão de que se o Doctor é ou não um bom homem, se ele é um general, o que ele é… E ele concluiu, ele é um idiota, com uma cabine azul e uma chave sônica. Ele não queria o exército de Cybermen, porque este exército deveria ser comandado por aquele que, mesmo em meio de todos os controlados, se destoava de todos, e este, era Danny Pink.

danny and clara oswald

E ele conseguiu isso, por causa do amor, que é uma promessa, e ver o Danny abraçando Clara, mesmo depois de convertido, foi muito bonito. Ele passou a controlar todos os Cybermen, no intuito deles queimarem a cybernuvem. E foi o que foi feito. Danny salvou a Terra por conta do amor que ele sentia pela Clara. Kate sobreviveu à queda, porque seu pai, Alistair Gordon Lethbridge a salva, como Cybermen, claro, e depois, se junta aos demais, explodindo no céu. Foi muito bonito isso, também. Além dele livrar o pesado na consciência de Doctor em matar Missy, sim, ele mata a  Mistress!

peter capaldi

Depois de um tempo, Danny, podendo voltar para cá, escolhe mandar o menininho que o ajudara e que ele matara na guerra, mas o bracelete que era de Missy e ele usara para controlar os Cybermen, fica aqui, com a Clara. E o episódio termina com a despedida de Clara e Doctor, e ele falando que encontrara Gallifrey, pois Missy dissera as coordenadas, e Doctor diz que vai para casa… Dando a impressão de que tudo vai terminar por aí. Uma despedida pesada e triste, com um abraço, claro que uma exceção aberta pelo Doctor, porque não se deve confiar em um abraço. Pois é apenas uma maneira de se esconder o rosto. O que faz jus à sua teoria, ambos estavam mentindo!

Terminou, Doctor voltando para Gallifrey, de repente podendo virar rei ou rainha, e Clara aqui na Terra, sozinha… Ele viajando com a TARDIS, olhos fechados… E acaba… Quer dizer, acabaria se não fosse o Papai Noel que aparecesse do nada, batendo na porta da cabine e falando que nada estava bem… E que ele viera dar o que o Doctor mais deseja… E assim… Esperemos até o especial de Natal para saber o que é…

Só para finalizar, este episódio foi profundo, no sentido de sentimentos envolvidos, a questão da sensibilidade de Danny, ou como o Doctor falou, a dor que é um dom, os sentimentos, em si. A loucura de Missy e ela querendo o seu amigo de volta, mesmo usando de métodos um tanto quanto distorcidos. Fora um bom episódio, mas não para uma season finale. Faltou alguma coisa que Moffat sempre colocara e dessa vez não apareceu… Além dessa sensação pesadíssima de fim que ele deixou… Será que isso será desfeito no especial de Natal?! Aguardemos então, e enquanto isso, nos conte o que achou… Até o Natal, pessoas!!

Compartilhe: