É pessoas… Penúltimo episódio de Doctor Who, e eu só tenho uma coisa para dizer a vocês! Fiquei arrasada!!! Doeu muito… E estou vendo que semana que vem vai doer ainda mais… Porque, como seu sempre costumo dizer, showrunners não são de Deus, e, em se tratando de Moffat ainda, pior… Ele nos faz sofrer, e aposto que agora ele está lá com uma pipoquinha vendo nosso sofrimento! Foi um episódio tenso e com acontecimentos bombásticos. O ritmo dele, pode até não ter sido frenético, e realmente não foi, mas as informações e acontecimentos que tiramos dele hoje, foram de arrepiar qualquer um… Vamos aos acontecimentos, então!

O episódio já começa chocando a gente, simplesmente pelo fato do Danny morrer… Isso, pessoas, Danny morre assim, com nem 5 minutos decorridos. A Clara liga pra ele, com um monte de post-it pendurados, falando que o ama, que precisava falar algo muito sério para ele, mas, do nada, o silêncio… O desespero de não ser respondida, e a senhora que achou o celular de Danny quando ele caiu… E o Sr. Pink morreu… Segue as cenas do funeral e das condolências…

Morte de Danny

E a apatia e rejeição de Clara pelo o que aconteceu. Ela conversando com a sua avó, falando que o acontecimento foi entediante. Que foi um fato corriqueiro, mas uma pessoa devia a ela, ah devia… E era o Doctor… Ela falava tudo isso com a sua avó enquanto esperava que o Doctor atendesse o telefonema… E ele atendeu… Nossa, foi estranho Clara falar que estava tudo bem e o Doctor falar que ela era somente uma humana… Mas, como sempre, ela foi para a TARDIS.

E o que se seguiu, foi estranho, porque ela estava procurando alguma coisa. Foi pegando as várias cópias da chave da TARDIS, sete ao todo, inclusive uma que estava escondida no pescoço de Doctor e pediu para o Time Lord o levar em um vulcão, queria ver lava, mas na verdade, ela só queria isso para destruir as chaves da TARDIS, pois o Doctor falara uma vez que só lava seria capaz de destruir as chaves da nossa querida cabine azul (e achei isso tão Senhor dos Aneis), e a moça começou a ameaçar o Doctor, jogando as chaves na lava, a cada não que ele dizia, para ele voltar e salvar Danny.

Clara

Para nossa sorte, no pescoço de Doctor tinha um adesivo que induz a pessoa a um estado de sonho, então, as chaves estavam no chão da TARDIS, porque o adesivo grudou na mão da Clara. E quando ela acorda do transe e percebe o que aconteceu, ela pergunta ao Doctor o que eles vão fazer, ele fala um “Go to Hell”, e ela acha justo, ele a mandar para o inferno, já que ela o traiu. Mas ele quis dizer o inferno em que Danny está, ou qual for o lugar que seja que as pessoas vão depois que morrem. E semelhante ao que se fez no episódio Listen,  Doctor colocou Clara na matriz da TARDIS para achar Danny, e eles conseguiram.

Enquanto isso, Danny estava sendo recepcionado por aquele assistente de Missy, afinal de contas, ele morreu, e estava mostrando a ele como era a vida após a morte, que eles ajudavam essas pessoas, e tudo mais. Danny recebera a visita de um menino que ele matara na guerra, mas o menino fugiu dele, quando ele tentou conversar. Ele estava ainda tentando entender o que era tudo aquilo e enquanto isso, Clara e Doctor aterrizaram bem onde ele estava, não exatamente na mesma sala, mas no mesmo lugar.

Clara e Doctor estavam na 3W, local que recepcionavam os mortos e os ajudavam a entender o que era este processo de “after life” ou vida após a morte. Eles foram recepcionados por Missy, que até então estava fingindo ser um androide, e acabou até beijando o Doctor. Daí, eles foram apresentados para o Doctor Chang, que foi explicando o que seriam aqueles “aquários” com esqueletos. O líquido, “Dark Water”, funcionava como se fosse um raio-x, e que seriam melhor os mortos ficarem lá. Meio suspeito, mas tudo bem.

Chang foi explicando de pesquisar que o fundador do 3W fez com relação às vozes que ele captava em aparelhos eletrônicos, e ele descobriu que os mortos ainda ficam ligados de alguma maneira ao corpo, tanto que Danny ainda sentia muito frio. Tanto Clara quanto Doctor iam prestando muita atenção ao que se era falado, e como Clara estava perto de um aparelho eletrônico, ela e Danny começaram a se ouvir. Admito, isso foi tenso e triste. Porque o Doctor pediu pra certificar se a voz era mesmo o Danny e ele não passou no teste estipulado por Clara. Ele começou a chorar… Desesperadamente… Ah… Todas essas emoções!

Danny Delete

Enquanto isso, Missy, estava esvaziando os tanques, nos lugares dos esqueletos apareceram, sim, Cybermen, e se já não fosse esse choque, ela ainda revela quem ela é… Não, ela não é um androide, e como ela disse, o nome dela tem um significado muito interessante. Missy, diminutivo de Mistress, porque agora, ela não poderia mais se chamada de Master, já que é uma designação masculina! Opa, espera!!! Mind Blown… Missy é o Master!!! Lembram-se da sua última aparição na 4ª temporada? As 4 batidas, os Grandes de Gallifrey, outro Time Lord, agora Time Lady!!! Pois é!!! Ele, ou melhor, ela voltou…

Missy Master

Enquanto isso, Danny está sendo induzido a virar um Cyberman, por conta do sofrimento pela Clara, mas parece que o menininho irá ajudá-lo, mas… Deixemos isso para o próximo episódio!!! Pessoas, o Master agora é mulher!!!! Será que isso é uma dica de que o Doctor pode regenerar como mulher também?! E como assim?! Master e Cybermen?! Danny vai virar um?! Clara vai morrer?! O que vai acontecer entre Missy e Doctor?! Alguém se habilita a falar?! Meu Deus… Vai ser uma semana agoniante… E que sobrevivamos até lá, até mais!!! 😉

 

 

Compartilhe: