Mickey Mouse, Pato Donald, Zé Carioca, Tio Patinhas, Pateta e Minnie Mouse nas clássicas HQs e Almanaques Disney chegam à leitura digital, graças à parceria inédita do Social Comics, plataforma de streaming de quadrinhos com um conceito similar à Netflix, com a Editora Abril, que disponibilizará novas edições dos títulos infanto-juvenis a cada mês, começando com 60 quadrinhos e 12 Almanaques Disney.

As tirinhas da Disney, que surgiram há mais de 85 anos nos Estados Unidos, chegaram ao Brasil na revista infantil O Tico-Tico e ganharam o formato oficial de revistas de quadrinhos em 1950, quando Pato Donald foi lançado pela Editora Abril. Desde então, abriram espaço para a criação autoral de quadrinistas brasileiros com histórias inéditas e o uso de elementos da cultura nacional. “É uma honra proporcionar aos fãs a oportunidade de reviver edições clássicas dos personagens mais amados da Disney, e às crianças oferecer o primeiro contato com essas histórias já no mundo digital”, afirma Marcelo Bouhid, diretor de marketing do Social Comics.

Além das publicações desta editora, os assinantes também podem conferir quase 2000 histórias em quadrinhos no formato digital. Para ter acesso a todo acervo, basta assinar o Social Comics por R$ 19,90 por mês. A plataforma digital, lançada em 2015 e pertencente ao Omelete Group, tem o objetivo de fomentar a indústria nacional de Histórias em Quadrinhos utilizando o mesmo conceito do Netflix, mas para HQs. Os usuários podem testá-la por 14 dias gratuitamente.

O Social Comics é uma plataforma de streaming de quadrinhos com um conceito similar à Netflix, que por um valor mensal de R$ 19,90 disponibiliza quase 2.000 histórias em quadrinhos no formato digital. A empresa nasceu em 2015 com obras antigas e inéditas de autores independentes, além de exemplares das maiores editoras do gênero do país, como a Devir, a JBC, a HQM (que tem os direitos da Valiant no Brasil), a Mythos, a Editora Nemo, a Aleph e a Mauricio de Sousa de Produções, além da Dark Horse Comics, uma das principais editoras dos Estados Unidos. Em novembro de 2015 o Social Comics recebeu um investimento de R$ 2 milhões do Grupo Omelete, que planeja a internacionalização da plataforma para a América Latina e para os Estados Unidos.

LEIA TAMBÉM:

O QUE ESTREIA NO CINEMA EM JULHO

O QUE ENTRA NO CATÁLOGO DA NETFLIX EM JULHO

ESSAS SÉRIES PRECISAM DE UM REBOOT?

LEIA A TRILOGIA SHIVA

Compartilhe: