Nada melhor para sair da BAD do que ler um livro super engraçado e, ao mesmo tempo, com alguma mensagem profunda em suas linhas. Alucianadamente Feliz é o mais novo lançamento da Editora Intrínseca, um livro de capa fofinha e alegre que trabalha, de forma super irreverente, temas que são tabus nos dias atuais como: problemas mentais e preconceito racial.

Conheça, comigo, o livro da autora Jenny Lawson – que, por sinal, sofre de diversos distúrbios mentais – e descubra os motivos para ler o livro e, consequentemente, ver o mundo de outra forma. Lembrando que, sempre postamos dicas de livros bem legais lá no Instagram, para acompanhar, siga o perfil da @coxinhanerd ou siga a hashtag #CoxinhaBooks!

O livro é um relato, quase autobiográfico, de como a autora enfrenta seus problemas, tentando nunca perder a alegria de viver, mesmo nas situações mais horríveis. A história começa quando a autora recebe a notícia da morte de um amigo e tenta superar a situação vivendo as situações mais inusitadas e cômicas possíveis.

É por meio das situações mais inusitadas que a autora consegue encarar seus transtornos de forma direta e franca. Ela nos passa isso, através da história do livro e, nos faz refletir sobre como a sociedade lida com os distúrbios mentais e com aqueles que sofrem deles.

Alucinadamente Feliz

A autora acredita que ninguém deveria ter vergonha de assumir uma crise de ansiedade, ninguém deveria menosprezar o sofrimento alheio – principalmente por ele ser psicológico e não físico. É justamente por abraçar esse lado mais sombrio da vida que se torna possível experimentar, com igual intensidade, não só a dor, mas a alegria.

Esse é um livro que, certamente, te fará se sentir mais humano e te fará pensar em se aceitar.

Gostou da dica de livro? Compre ele aqui!