O filme me chamou atenção por ser relacionado com meu atual curso (pra quem não sabe… Turismo). Contando com um toque de humor e um pouco de melancolia, o filme nos apresenta o Grande Hotel Budapest com a calmaria de sua decadência, atraindo alguns turistas e, um deles, um escritor que acaba se interessando por um senhor que ocupa um lobby pequeno. Fascinado e em busca de conhecer tal figura reservada, ele acaba descobrindo uma grande história,  que conta sobre uma dupla engenhosa e engraçada.

Gustave costumava ser bastante atencioso com alguns clientes (digamos que ele tinha preferencia especial por  senhoras idosas e viúvas), o Hotel era cinco estrelas, então não é necessário dizer que tais senhoras era ricas. Além de apreciar poemas, e ser um tanto peculiar quanto sua personalidade, Zero era o novo Lobby Boy do hotel,  e os dois tinham diferenças distintas. Mas o Senhor Gustave resolveu ensinar ao rapaz os segredos de um bom Lobby Boy.

A história começa a ficar mais interessante quando uma das clientes do senhor Gustave morre de forma um tanto suspeita… E se você estiver se perguntando qual a graça numa história que envolve mortes de velhinhas, então eu vos digo! É porque vocês não conhecem o senhor Gustave! 😉

Eu confesso que conseguir me emocionar em algumas partes do filme, queconsegue ser divertidíssimo e ao mesmo tempo encantador. Vai ficar sem fazer nada nesse fim de semana? Que tal então conferir esse filme?