Super 8 é um misterioso filme de aventura e ficção científica de J.J. Abrams (é, ele mesmo…o maluco de Lost) que aos pouquinhos revela seus mistérios. Segue sinopse oficial:
A trama se passa no verão de 1979, quando um grupo de seis garotos, em uma cidade industrial de Ohio, testemunha uma catastrófica colisão noturna de um caminhão com um trem de carga. Eles registram tudo com a câmera Super-8* com a qual estavam tentando fazer um filme. Não tarda para que eles comecem a desconfiar que aquilo não foi um acidente, quando misteriosos desaparecimentos começam a acontecer e o exército tenta encobrir a verdade – algo muito mais terrível do que eles poderiam imaginar. O visual do filme promete um retorno aos clássicos oitentistas de Amblin (com direito ao logo clássico da empresa). Kyle Chandler, Elle Fanning, Ron Eldard, NOah Emmerich, Joel Courtney, Riley Griffths, Ryan Lee, Zach Mills e Gabriel Basso estão no elenco. Steven Spielberg produziu o filme para a Paramount.
 
Super-8 ou Super 8 mm é um formato cinematográfico desenvolvido nos anos 60 e lançado no mercado em 65 pel Kodak como um aperfeiçoamento do antigo formato 8 mm, mantendo a mesma bitola. O filme tem 8 milímetros de largura, exatamente o mesmo que o antigo 8 mm, e também tem perfurações de apenas um lado, mas as suas perfurações são menores, permitindo aumento na área de exposição da película, e portanto mais qualidade da imagem. O formato Super-8 ainda reserva uma área, no lado oposto ao das perfurações, onde uma pista magnética permite a gravação sincronizada do som. (Fonte: Wikipédia).
Nota da Coxinha: Sinceramente? Achei o filme legal, mas não me disse muita coisa. Aí as pessoas me perguntam: e o que o filme tem que te dizer? Tem que me prender, tem que me convencer de que os milhões gastos em produção, arte e marketing valeram a pena. Eu sei, não tenho nada a ver com isso, mas cada um com sua mania. A minha é “ESPERAR” demais de algumas produções. Uma coisa é certa, sempre espero me surpreender com Spielberg, apesar de achar que o cara anda perdendo o jeito. Mas mesmo assim, Spielberg é Spielberg. Uma coisa que desanima é saber que o filme é de J.J. Abrams, o cara ainda não me desceu desde Lost…mas fazer o que né? Vida que segue e o cara ta vivo e na ativa, então não posso me impedir de assistir suas produções. O caso é que o filme é legal, divertido em determinados momentos mas com uma história e temática já conhecidos de todos. Conversei com algumas pessoas que realmente adoraram a lição de moral do filme, a história de fundo, enfim…como disse antes, tem gosto para tudo. Acho que vale a pena assistir pelo simples fato de ser um sucesso atual…temos que estar sempre antenados! 🙂
Compartilhe: