Sabe aqueles dias que você acorda meio assim assim, cheio de preguiça e vontade de ficar na cama? E de repente você começa a repassar em sua mente tudo aquilo que terá que fazer assim que decidir levantar e seu corpo passa a insistir cada vez mais para continuar ali quentinho, no conforto de seus lençóis. O que te motiva verdadeiramente a levantar? Qual ponto de seus pensamentos faz com que suas pernas tomem forças para sair do tradicional “ponto morto”?

 

Pense um pouquinho antes de continuar a leitura e meio caminho já terá sido andado. Tente focar nos pontos que lhe deixam com preguiça para que em uma próxima oportunidade, você não repita mais os mesmos atos… Evitando que a preguiça tome conta de seu corpo novamente, isso é maturidade!

 

Um dos maiores locais de preguiça é exatamente onde devemos demonstrar mais força e determinação: no ambiente de trabalho! Pois é, contraditório, mas verdadeiro! A maioria dos brasileiros (só para não me meter nos países alheios), costuma ficar com preguiça gigantesca (principalmente segunda-feira) de trabalhar. As redes sociais não ajudam a melhorar não, estudos já disseram que quanto mais postamos palavras como “preguiça”, “sono”, “cansado”, “segunda-feira”, mais depressivos seus amigos virtuais ficam quando leem. Está vendo? Preguiça pega! E dependendo da quantidade adquirida, pode até matar!

 

casal preguiça

 

Você já leu sobre os 10 motivos pelos quais não deve ter preguiça no ambiente de trabalho? Se ainda não teve essa oportunidade, leia aqui:

 

1. Você se acostuma: quando você deixa para depois uma vez, você acaba perdendo o bloqueio em fazer isso, se torna algo comum e você vai fazer mais e mais.

 

2. As pessoas querem seu lugar: mesmo que você seja o funcionário menos qualificado na empresa, tem diversos currículos chegando a todo o momento na organização, uma hora você pode ser demitido.

 

3. Você se recusa a crescer: se você sempre deixa para depois, acaba perdendo algo que seria importante ao seu crescimento pessoal.

 

4. Você não dá motivos para confiarem em você: sempre que seu superior quer alguém para desempenhar uma tarefa que ele precisa muito, o último nome será o seu.

 

5. Você erra demais: se você deixa tudo para depois, terá que fazer tudo muito rápido e em cima da hora, a consequência disso é clara: o erro em excesso.

 

que preguiça

 

6. Você fica desorganizado: com o serviço atrasado, se surgirem novos serviços você pode se perder na hora de saber o que deve fazer, consequentemente será prejudicado em sua organização.

 

7. Sua carreira fica carimbada: se você por acaso mudar de emprego ou precisar mudar, sua carreira já tem o carimbo de preguiçoso e desinteressado, você com certeza deve saber que para encontrar outro emprego, se não for o seu primeiro, o empregador do novo trabalho vai ligar para saber como você atuava e lá vão informar o que você realmente fazia, portanto, procure se esforçar e mostrar que é competente para qualquer ação.

 

8. Você mesmo se desmotiva: as consequências de deixar tarefas para depois podem resultar num trabalho inacabado, assim você acaba desmotivado por não ter conseguido, ou seja, deixar para depois prejudica você próprio.

 

9. Você atrapalha seus colegas de trabalho: se seu serviço acumulou por não ter feiro na hora que deveria fazer, provavelmente vai chamar por ajuda de seus colegas de trabalho, que já tem as tarefas deles, assim você faz com que ninguém tenha rendimento.

 

10. Você prejudica a empresa:sua empresa depende de resultados e resultados rápidos, se você que faz parte da empresa não está “funcionando bem” a empresa também não terá o resultado esperado.

 

Fonte: Administradores

 

Perfil Coxinha

Coxinha Nerd

Ainnn que preguiça!
A favor dos nerds e contra a tirania dos Kibes.
Facebook | Twitter