Escolha uma Página

QUAL O PROBLEMA COM ESSES GIBIS?

Todo mundo tem algum conteúdo que ama mas, depois de algum tempo, acaba “estragando”. Talvez não no sentido de ficar ruim, mas da experiência parar de funcionar como deveria. Isso aconteceu comigo com os gibis da Marvel. Então vamos tentar entender como que isso aconteceu e porque não é um fenômeno exclusivo de minha pessoa.

CINEMA | OS MAIORES PLOT TWISTS DA HISTÓRIA!

CINEMA | VOCÊ SABIA QUE OS FILMES RUINS, SÃO BONS?

Um certo dia resolvi me atualizar em gibis, pois queria ler os quadrinhos do Homem-Aranha, Miles Morales nesse caso. Então eu fui até a loja de quadrinhos aqui perto de casa e comprei a edição número um da nova versão de O Espetacular Homem-Aranha.

A revista era daquelas que vem duas histórias juntas. Então eu primeiro li a do Peter Parker, que se passa depois da saga em que o Octopus entrance na mente do Peter. Essa saga eu já conhecia por ter lido alguns resumos sobre ela, para poder começar a ler os gibis atuais do Aranha, pois me disseram que só isso bastava. Depois do gibi do Peter veio o do Miles, que tem um início espetacular, sem trocadilhos com o título da revista, e traz um universo muito bacana para ser explorado.

Mas com o andar da carruagem, com os capítulos passando, eu fui começando a ficar confuso. E acabei não entendendo como o Miles e o Peter estavam no mesmo universo. Fui pesquisar e fui jogado diretamente para as Guerras Secretas. Li a saga completa e achei incrível. A história é excelente, os personagens são profundos e tudo evolui de uma forma incrível. Mesmo não sabendo como estavam metade dos protagonistas, eu consegui me divertir e entender 79% da trama. Alguns detalhes aqui e ali eu perdi por não ter lido outras sagas, mas não atrapalhou no todo.

Enfim, após ter lido Guerras Secretas eu achei que estava pronto, achei que ia entender tudo. Mas não! Novamente, eu estava errado. Eu precisava ler, também o gibi do Homem-Aranha Superior para entender de verdade a vida de Miles. Só que, ao mesmo tempo, eu queria saber mais da história do Peter Parker. Então tinha que ler a do Superior, Saga do clone e ainda as o volume anterior de O Espetacular Homem-Aranha. E quando digo um volume, não é um gibi só. É o volume de lançamento, ou seja, o período em que aquele gibi foi lançado. Quase como uma outra temporada. Deu para entender meu problema? Eu pego o gibi número 1 para ler, mas preciso ter lido 500 outros antes.

Acabei desistindo. Continuei a ler apenas as HQs do Doutor Estranho, que seguiam meio que em separado. Ela seguia sua história própria e você só precisava saber o básico do personagem pra entender tudo certinho. Até porque ela explica muita coisa da origem do Doutor até o uso de seus poderes. Essa eu continuo lendo, mas aí também já me perdi quando o Loki virou o Doutor Estranho ou algo assim. Para quem quer ler algo e se perder o mínimo possível, fica aí a dica de Doutor Estranho. Vale muito a pena.

Bem, após toda essa confusão com. Marvel eu desanimei de ler quadrinhos. Mas a vontade ainda estava lá. Foi aí que lembrei que tinha as primeiras edições de Liga da Justiça dos Novos 52 no armário. Li e aprovei. Então baixei um aplicativo para poder ler o restante das edições. E, cara, parabéns para a DC Comics. Porque mesmo com alguns pedaços meio ruins, ele funciona por si só. Foi só através dele que conheci o Shazam, que tem um dos gibis mais divertidos e carismáticos que já li na vida.

A Liga da Justiça dos Novos 52 era boa sozinha, concluía a maior parte de suas sagas sozinha e ainda mostrava fragmentos de sagas de outros heróis. Mas esses fragmentos estavam indicados certinho onde você poderia ler a saga inteira. Como, por exemplo, a treta que eles tiveram com o Orm, irmão do Aquaman. Todo a briga se resolve nos quadrinhos da Liga, mas você pode ler as edições X e Y do gibi do próprio Aquaman para ver mais alguns detalhes. Isso para mim foi incrível, poder acompanhar sagas inteiras comprando apenas 1 linha de gibis. E, caso quisesse ver o que tal personagem estava fazendo durante aquele momento eu poderia comprar o gibi dele. Mas não era obrigatório, tanto que eu não comprei e não perdi nada da trama.

Acho que oque favoreceu a DC, ao meu ver, foi ter feito um bom Reboot. Tanto com os Novos 52 quanto com essa linha que estão lançando agora. Para entender essa nova fase basta ler um gibi oneshot de umas 80 páginas, que tem o Kid Flash como protagonista. É um gibi de 80 páginas que faz acontecer a mudança de uma era para outra. Tem como ser melhor que isso para o leitor? Não tem!

O acerto da DC acabou sendo o erro da Marvel. Eles até tentaram fazer esse ‘reboot’ e dar uma zerada nos 500 universos que tinham. O problema é que esse reboot não foi um reboot, e só uma outra saga. Eu amo demais os heróis da Marvel e adoro as histórias que são criadas. Mas se eu preciso ler dezenas de outros gibis para poder começar a acompanhar a vida de um herói, eu prefiro ficar só nos filmes e deixar a escrita para a DC.

Em resumo, se você gosta da Marvel e consegue acompanhar os gibis sem se perder, que ótimo! Mas eu conheço muita gente que não consegue acompanhar direito por ter essa coisa de te levar para outras histórias sem completar as principais. É isso! Leia aquilo que você tem vontade e não oque um cara aleatório da internet disse. Até porque isso aqui é sobre as minhas opiniões e experiências. O máximo que você pode fazer é levar como aprendizado. Fiquem com Odin e… Fui!

ZUMBIS | OS MELHORES FILMES E SÉRIES COM OS MONSTROS!

Inscreva-se em nosso canal do Youtube, postamos vídeos todos os dias de diversos temas como filmes, séries, tecnologia, eventos, viagens e muito papo divertido! Além, claro, das lives que rolam toda semana por lá! Venha fazer parte da nossa galera Coxuda do youtube: youtube.com/coxinhanerd

ENTRE NOS NOSSOS CLUBINHOS  http://bit.ly/nossosclubinhos

APOIE O COXINHA NERD http://coxinhanerd.com.br/apoia-se

COMPRE SUA COXINHA http://desejonerd.com.br

JÁ ASSISTIU NOSSO ÚLTIMO VÍDEO DO CANAL?

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: