Um musical estrelado por Ryan Gosling e Emma Stone, e dirigido por Damien Chazelle (Whiplash-2014). A história se passa em Los Angeles, onde Mia, uma garçonete que trabalha numa cafeteria e Sebastian, um pianista de jazz. Ambos têm sonhos na cidade das estrelas. Mia quer ser atriz e Sebastian quer abrir um bar que toque jazz. Seus sonhos começam a dar certo mas geram problemas no relacionamento.
Contado a história vamos algumas curiosidades sobre o grande sucesso de 2017.

– Cantando na chuva foi visto todos os dias durante as duas semanas de filmagem como foi revelado por Ryan Gosling durante o festival internacional de cinema.

– A cena de dança no Griffith park foi um dos mais complicados, pois durou seis minutos sem qualquer tipo de corte além de reproduzir a cena dá música e fazer a dança eles estavam preocupados para não anoitecer.

– As cenas de dança e canto foram a maioria sem cortes todos os atores tinha que estar dispostos a dançar desde o início até o fim sem cometer nenhum erro e assim parar e começar tudo de novo.

– O ator e pianista John Legend que aparece no filme teve que aprender a tocar o piano com guitarrista Keith, ele preferiu fazer as próprias cenas se sentindo assim mais confortável. Tudo foi feito sem pressão nenhuma porque não é o filme sobre o guitarrista e sim sobre sonhos

– Ryan teve que aprender a tocar piano em 2 meses, ele estudava 4 horas por dia durante os meses e foi um dos alunos mais dedicados conseguindo assim aprender em muito pouco tempo, tanto que John ficou impressionado com tamanha rapidez.

– Emma e Ryan tiveram que fazer aulas de dança por 3 meses. Uma das responsáveis pelas coreografias do filme foi Mandy Moore que pra quem não conhece foi responsável pela coreografias “So You think you Can dance”, um talent show americano, só que de danças.

E por último, sobre os trabalhos anteriores de Ryan e Emma que atuaram também nos filmes Caça aos Gangteres (2013) e Amor a toda prova(2011) é a primeira vez que trabalham com musical.
Você pode conferir essa química perfeita nos cinemas.