Li uma matéria hoje que me deixou chocada, é sobre a utilização do Facebook para vigilância de inimigos, mas como é possível se a política do Facebook é tão boazinha no quesito segurança da sua informação pessoal? [sim, isso é sarcasmo… vamos à matéria] Os talibãs estão se aproveitando das redes sociais para espionar os inimigos – de acordo com uma reportagem do site News.com. A reportagem cita um relatório do governo australiano que informa que membros da guerrilha estão se passando por belas mulheres no Facebook para fazer contato com soldados e obter informações confidenciais.

 

“O Talibã tem usado fotos de mulheres atraentes em perfis,criando amizades com soldados”, diz o relatório. “Muitos militares não percebem que são perfis falsos”. O texto prossegue dizendo que 58% dos militares em ação no Afeganistão não possuem treinamento para mídias sociais, e acabam publicando posts com informações detalhadas de localização, por exemplo.

 

What??????????? Precisei parar a matéria aqui rapidamente só para falar sobre a falta de treinamento dos soldados para as mídias sociais. Era só o que me faltava. Matéria básica para todos os soldados: mídias sociais. Ai papai, na época da segunda guerra, os soldados eram levados para determinados locais sem nem ao menos saber para onde estavam indo. Já vi em vários documentários que até mesmo a parte de correspondência era super limitada e restrita aos comandos mais elevados e os soldados mais “aspira” tinham cartas lidas pelos outros oficiais, como meio de monitoramento de tudo o que acontecia. E hoje em dia eles tem acesso ao Facebook em plena guerra? Que mundo contraditório é esse? Eles estão lá liquidando outras culturas, mas na hora do intervalo eles brincam de postar no Facebook?

 

O governo daquele país está ainda mais preocupado com esse tipo de vazamento após um soldado afegão ter matado três australianos no sudeste do Afeganistão no começo do mês, no que parece ter sido uma onda de ataques com dados internos. O exército americano aprendeu sobre como os talibãs podem usar as redes sociais da pior maneira, em 2007. Soldados postaram no Facebook fotos de helicópteros em bases americanas no Afeganistão. O problema é que as imagens continham dados GPS. Os guerrilheiros usaram essas informações para ataques com morteiros, destruindo quatro Apaches.

 

“Muitas pessoas que usam rede sociais são crédulas demais”, diz o relatório australiano. Os soldados aprovam pedidos de amizade de estranhos, acreditando que as configurações de privacidade os protegem. “Estes ajustes, que não removem todos os dados e podem ser mudados a qualquer momento, criam uma falsa sensação de segurança”, diz o texto.

 

Quando diziam que a partir do descobrimento de novas tecnologias a raça humana seria destruída pela própria evolução, todos acreditavam que seria por alguma revolução de robôs. Estou começando a achar que seremos dizimados pela existência de simples redes sociais, o que acham?? Tem crimes demais acontecendo no mundo devido a existência de redes sociais, compartilhamento de informações secretas, invasão e computadores, imagens reveladoras e sigilosas… O que vocês tem a dizer a respeito desse assunto? Compartilhem aqui comigo sua opinião.