Escolha uma Página

SAUDADES HEATH!

Já se passaram onze anos desde que o mundo teve de se despedir de Heath Ledger. O intérprete do Coringa da trilogia Cavaleiro das Trevas recebeu um Oscar por sua atuação, assim como diversos outros prêmios. Infelizmente, em sua maioria, ele não estava presente para reecebê-los.

A maneira como Ledger se doou para o papel foi intensa, resultando em uma das melhores interpretações do vilão de Batman. O envolvimento foi tanto, que Heath acabou comentendo suicídio em janeiro de 2008, após passar meses frequentando instituições psiquiátricas para entender o Coringa. 

O mundo ainda não encontrou seu novo Coringa desde a morte do australiano. Entretanto, uma nova lenda parece ter surgido nos cinemas e está chegando em outubro. 

Joaquin Phoenix 

Desde sua morte, poucas interpretações foram criadas. A última ficou a cargo de Jared Letto, em Esquadrão Suicida. Os fãs certamente não gostaram do que viram, principalmente após comparações com o Coringa de Ledger. Esse ano, Joaquin Phoenix irá encarnar o personagem em um filme solo nos cinemas. Desde que as primeiras aparições do filme foram exibidas, todos os comentários clamam por uma indicação ao Oscar para o ator. 

Coringa chega aos cinemas na primeira semana de outubro, mas muitos já tiveram o privilégio de assistir. No Festival de Veneza, por exemplo, o longa foi aplaudido de pé por 8 minutos. Joaquin foi ovacionado e muitos estão tratando a produção como a melhor da DC dos últimos tempos. 

Mas a final, quais serão as diferenças entre o Coringa de Heath Ledger e o palhaço insano de Joaquin Phoenix? 

O Coringa

É impossível não comparar os personagens. Desde que feita de forma saudável, a comparação traz para os fãs diferentes versões de uma mesma figura, cada qual com uma característica especial do ator. E essa individualidade é o que, de acordo com o diretor Todd Phillips, diferencia Heath Ledger de Phoenix. 

“Eu não acho que o objetivo desse Coringa era ver o mundo pegar fogo. Este Coringa tinha um objetivo inteiramente diferente. No começo do filme ele está sentando se forçando a sorrir, então temos um cara procurando por sua identidade. Ele se torna, por engano, um símbolo e tudo o que ele queria era adulação. Ele nunca quis que o mundo queimasse. Quanto aos anteriores, mas isso é uma coisa diferente. Mas para o nosso cara, esse não era o objetivo”, comentou. 

O personagem

 De acordo com Phillips, o Coringa de Heath Ledger tinha um propósito mais doentio. Ele queria se vingar do mundo e de Bruce Wayne, razão pela qual trazia uma aparência mais bizarra e insana. A atuação do australiano, envolvendo visitas a Instituições Psiquiátricas, evidenciam isso. O objetivo em Cavaleiro das Trevas era fazer mal. 

Embora mentalmente perturbado, o Arthur de Phoenix quer trazer felicidade. De sua forma torta, tudo o que ele quer é fazer a população de Gotham City sorrir genuinamente. Ele acredita ter sido enviado para Terra com a missão de trazer sorrisos e alegria para o mundo. O que não esperava, porém, era que algumas atitudes ruins entrassem em seu caminho. Ele se tornou um símbolo, sem querer fazê-lo. 

Phoenix já explicou, inclusive, que sua loucura não deve ser identificada por psiquiatras do mundo real. Para isso, o ator acompanhou interpretações antigas do personagem, incluindo a de Heath. 

Coringa chega aos cinemas em 4 de outubro.