Inclusão, definitivamente é a palavra que define o Eurovision Song Contest. Cada música neste concurso é original, além dos participantes em si serem uma mistura de estilos e influências.

O festival teve sua origem em 1956, e agora se estende por 40 nações, incluindo até mesmo os não europeus. é amplamente assistido, sendo destaque de audiência. Ocasionalmente seus particpantes se tornam ícones.

O festival lançou muitos participantes, entre eles temos a banda sueca ABBA, que venceu o Eurovision de 1974. Celine Dion também foi destaque no festival em 1988 quando reivindicou a vitória da Suíça.

Na Europa existe uma tradição de Vigília para o evento e o produtor do filme, Will Ferrell falou sobre sua experiência e ideia de criação:

“Assistimos a esse espetáculo maluco por três horas… Há um nível de acampamento isso é diferente de tudo o que temos aqui nos EUA. Na Europa, todo mundo tem uma festa de vigília no Eurovision. Alguns as pessoas estão assistindo legitimamente enquanto outras estão tirando sarro disso. Mas todos sintonizam e precisam saber quem ganhou. Eu imediatamente pensei que isso seria um ótimo cenário para um filme: é um ótimo playground para comédia”.

Ainda não viu o filme?

Então corre que é uma pedida incrível!

Aqui está a trilha sonora e aqui o que achamos!

Além de Will Ferrell Rachel McAdams, o elenco ainda conta com Demi Lovato, Pierce Brosnan Dan Stevens.

O filme acompanha aspirantes a músicos Lars Erickssong e Sigrit Ericksdottir, que têm a grande oportunidade de suas vidas de representar seu país na maior competição musical do mundo, o The Eurovision Song Contest, que acontece na Europa desde 1956. É a hora de provar que vale a pena lutar por seus sonhos.

Eurovision ainda não tem data de estreia na Netflix.

LEIA MAIS SOBRE FILMES