O paintball (bolas de tinta, numa tradução literal) é um esporte que se iniciou na década de 60 e se tornou extremamente popular por possibilitar que armas se tornassem, de certa forma, brinquedos. Nele, times são formados e os jogadores, todos trajando vestimentas especiais para proteção, lutam uns contra os outros para atingir um objetivo determinado antes do começo da partida. Durante o jogo, cada pessoa é munida de uma arma especial carregada com bolinhas rígidas de tinta, chamadas de marcadores, que, ao serem disparadas, atingem seus alvos com força o suficiente para estourar, sujando-os com a cor do seu grupo.

A brincadeira é bem divertida e, se bem organizada, pode simular um campo de batalha com um clima bem legal, mas tem suas desvantagens

~ Provavelmente, as roupas que você usar por baixo das proteções ficarão manchadas de tinta;

~ Os tiros doem muito e podem deixar suas vítimas com hematomas, pois as bolinhas precisam ser lançadas com força para estourarem ao atingirem o alvo e também precisam ser rígidas o bastante para não estourarem no cano da arma, com a pressão do disparo;

~ As armas do jogo não são lá tão realistas e tiram um pouco do clima de guerra;

~ As proteções necessárias dificultam um pouco o movimento, além de poderem ser um incômodo.

Contudo, essas desvantagens podem ser dribladas! Sabe como?

Pouco depois da invenção do paintball, na década de 70, para ser mais exata, um outro esporte similar ao primeiro foi criado lá na terra do sol nascente. Ele se chamava Airsoft e, basicamente funcionava da mesma maneira que o paintball, mas as armas usadas eram mais realistas e não usavam bolinhas de tinta e sim, de plástico. Essa variação até que ficou bem popular e se alastrou pelo mundo, onde se poderia ver diversos eventos e competições com esses novos “brinquedos” acontecendo e até o Brasil se interessou mas… Pouco depois da virada do século, o airsoft perdeu um pouco o brilho aqui no nosso país, caindo no esquecimento parcial, pois a lei sempre proibiu o comércio de qualquer tipo de arma.

Eu me lembro bem, quando ainda era pequena, que peguei o finzinho dessa época de febre. Nunca tive uma airsoft, claro, mas eu via nas lojinhas de artigo chineses as “arminhas” serem comercializadas. Era arriscado para as lojas terem esses produtos, pois se algum oficial os visse nas prateleiras, poderia apreender tudo e ainda levar o dono do estabelecimento preso, mas elas os vendiam mesmo assim. E, olha, essas lojas só foram parar quando a polícia estreitou o cerco em uma época em que houveram surtos de crimes a mão armada, grande parte usando exemplares de airsoft. Para variar, o espírito BR estragou a reputação do brinquedo.

slide4

Hoje, no entanto, apesar de se ser pouco divulgado, a lei criou condições (link no final do post) que permitem a venda e o uso deairsofts, trazendo o esporte a uma nova vida no Brasil. Existem, agora, diversas associações de amantes do jogo, lojas especializadas, locais próprios para a prática do mesmo e até mesmo aulas de tiro! Eu tenho muita vontade de montar um time com um grupo de amigos e fazer uma jogatina, mais do que tenho para paintball, porque dizem que os tiros doem muito menos, já que não precisam estourar em você! Tanto que em um jogo, não se precisa de toda aquela proteção que a guerra com tinta precisaria, só dos óculos, para que projéteis não acertem seu olho! Fora que a estética e a desenvoltura das partidas é muito melhor, porque, primeiramente, você pode usar roupas temáticas, como um uniforma militar. O segundo ponto é que, por visarem o realismo, você tem a chance de brincar em um cenário mais caprichado e com um uma AK-47 nas mãos, por exemplo, ou uma MP5 ou até mesmo um rifle sniper, se a sua área está no camping! É uma variedade muito maior e cada arma tem a sua pressão, precisão e comodidade no uso. Por fim, o terceiro ponto positivo é que você pode ter a arma para você! Mas claro, toda diversão exige cuidado e responsabilidade, então, quem quiser uma deve seguir à risca toda e qualquer legislação para o uso de airsofts, entendido? (Ù_Ú)

19sept09-team2

Mas Larissa, como uma arma de airsoft funciona?

Até onde eu compreendo, uma arma de airsoft, ao contrário de antigamente, quando era plástica e bem menos duradoura, é um equipamento todo de metal que funciona gerando pressão dentro de si para atirar um projétil de plástico redondo e bem rígido chamado de “BB”. O mecanismo de pressão é feito de forma que a arma jamais possa quer modificada para o uso com projéteis verdadeiros e toda BB tem 6mm de diâmetro, mas pode ter a gramatura variada, de acordo com a necessidade, ou seja, o tipo de arma usado. Mas sinceramente, eu tenho um pouco de dificuldade em explicar o funcionamento exato dela, então, segue um excerto explicativo que achei em um site que comercializa produtos de airsoft para cumprir a missão por mim, pois, convenhamos, eles entendem do assunto!

As armas de airsoft são enquadradas como ARMAS DE PRESSÃO, de acordo com os decretos e portarias do Exército Brasileiro (R-105 e Portaria Nº 02 COLOG, de 26 fevereiro de 2010).

Basicamente há três tipos de armas: elétricas, a gás e à mola.

As mais comuns, e as que são mais indicada para aqueles que desejam ingressar no esporte são as armas elétricas, também conhecidas como “AEG – automatic eletric gun (armas elétricas automáticas)”. São armas que utilizam uma bateria, um motor e um sistema de engrenagens e pistão para comprimir uma mola e expelir o projétil. O diagrama abaixo exemplifica o funcionamento interno destas armas.

AEG

 

90% das armas dessa categoria são armas longas, tais quais submetralhadoras, rifles, fuzis, etc., mas também existem pistolas elétricas.

O segundo tipo são as armas que utilizam gás. Em sua maioria são pistolas com um sistema que imita o recuo das armas de fogo. São as chamadas de GBB – gás blowback. E, por fim, temos as armas que utilizam a compressão manual da mola para comprimir o ar e expelir os projéteis.”

Fonte: QG Airsoft

Bem bacana né? Eu sinceramente espero que criem  eventos e competições aqui no Brasil, ou pelo menos alguns campos de airsoft, assim como os de paintball, porque não existe nenhum oficial por aqui. Quem quer praticar o esporte, tem que procurar um local ideal, como uma chácara de família, ou alugar um. Quem sabe futuramente desenvolvam a ideia?

Eu vou ficando por aqui, mas, desta vez, deixo para vocês alguns videos. Aproveitem e até a próxima ;D

Link útil: Leis do Airsoft

Compartilhe: