Fui ao cinema assistir Planeta dos Macacos : O Confronto, e de cara eu digo – Fico muito feliz que existam profissionais da sétima arte que respeitem o espectador e o fã de ficção científica. Assistir a esse filme foi uma experiência maravilhosa, por diversos fatores – cinema vazio, escolher o melhor lugar e acordei de bom humor. Na minha opinião, muitos espectadores ficarão felizes com o que está sendo apresentado nesse filme, por exemplo, os tão falados efeitos especiais – tenho que confessar que, antes de ir ao cinema, estava com receio do filme ser somente EFs, mas acabei me surpreendendo e acho que até os que não ligam muito para esse detalhe, irão se surpreender também.

É tão real e fascinante presenciar a vida de uma sociedade tribal brincando de evoluir! A Weta Digital, entra em 2014 mais uma vez inovando o mercado de EFs, os Símios estão vivos, pelos, cicatrizes, dentes, movimentos e atuação, interagem o filme inteiro com atores em um realismo assustador. Nota dez para todos os Macacos, a forma de falar, como se cada palavra saísse como um rosnado, são extremamente selvagens nas atitudes, e a expressão corporal é tão boa que no primeiro ato, eles praticamente não “falam”. Os seres humanos estão devastados e isso é incrível de ver, aliás, e o que é Gary Oldman tendo como primeira “fala” seu jargão mais famoso “Eeeeveryoone!”!

plantea dos macacos

Bom, sem mais delongas, vou falar sobre o filme. Passados dez invernos dos acontecimentos de Planeta dos Macacos Origem, raça humana, foi devastada pela Gripe dos Símios deixando poucos humanos vivos, regredindo a sobreviventes em aldeias que lutam por sua subsistência. Diferentes dos Símios, que evoluiram cada vez mais sua sociedade tribal, deixando em pé de igualdade social, tendo os homens resquícios de tecnologia bélica, e os Símios quantidade. Fascinante, ver a trama se entrelaçando e fazendo sentido, nos surpreendendo por mais de uma vez.

Em resumo, os sentimentos se unem em um só: Felicidade. Passei um dia inteiro falando sobre o filme e não podendo dar spoiler para não estragar a experiência das pessoas que ainda não viram! Recomendo, de verdade, o filme, por que quando você chegar ao ponto de se sentir mal, por essa nossa arrogância de “raça superior” e chegar a conclusão que na verdade #somosTodosMacacos, já valeu o ingresso!