O funk carioca tem história ao longo dos anos, me lembro ainda na década de 90, quando MC Marcinho ou MC Cidinho e Doca já faziam grande sucesso com seus funk melodys. Depois entramos em uma onda mais profunda, meio cheio de charme demais ou meio cheio de coisas picantes demais. E agora, novamente, estamos voltando para a era dos funk melody, muito charme delicado, muita batida dançante e letras mais leves para exportação. Mas, depois desse tempo todo de funk em nossas vidas, quem ainda não ama pelo menos uma musicasinha?

 

Eu citei acima que na década de 90, tudo começou na história do funk, mas na verdade, foi quando o funk começou para mim. O funk começou mesmo na década de 70, quando os bailes do Rio passaram a ser influenciados pelo novo ritmo que vinha da Florida, o Miami Bass. Os primeiros funks cariocas não eram tão originais assim, eles eram apenas versões de músicas americanas que já bombavam nos grandes top top musicais.

 

A dupla Claudinho e Bochecha foi uma das primeiras a levar o funk para a classe mais elevada do Rio de Janeiro, com aparições em programas de TV e incríveis participações em eventos fechados. Depois disso, todo mundo no Brasil começou a curtir e dançar ao som do funk. Hoje, a ritmo não é mais adorado por classes privilegiadas exclusivas ou somente por favelas, todos amam funk, todos comentam sobre funk e todos querem explicar a história do funk. Como o pessoal do Canal Ixi deu merda do youtube que criou alguns vídeos bem engraçados para explicar a origem simples e bem humorada dos funks. Fiquem com os vídeos:

 

 

 

 

O canal deles tem muitos vídeos bem engraçados e por mais que já sejam populares e façam muito sucesso no youtube, é sempre bom divulgar novamente para que, os desinformados, possam ver e compartilhar também. 😉 Espero que tenham curtido.

 

Perfil Coxinha

Coxinha Nerd

Dug dug tac dum dum… Dug dug tac dum dum… Dug dug tac dum dum dum…
A favor dos nerds e contra a tirania dos Kibes.
Facebook | Twitter

Compartilhe: