10 coisas incríveis sobre Einstein!

-por , em 18/03 -
10 coisas incríveis sobre Einstein!

Gênio como só ele, Albert Einstein, não era uma cara fácil. Existem várias lendas que cercam essa personalidade, e muitas delas são de fato verdades. Você sabia que o cérebro do físico era extremamente desenvolvido, com maiores pontes cerebrais, que ligam os lados esquerdo e direito? Conheça mais 10 coisas que você não sabia sobre o gênio e que o Macaco Velho mostrou para nós. Depois, nos comentários, diga qual das curiosidades você já conhecia e qual adorou descobrir aqui com a gente. 😉

VISITA AO BRASIL O mais famoso físico da história já esteve no Brasil. Einstein visitou as terras tupiniquins em 1925, numa comitiva de cientistas recebida com toda pompa. Por aqui, visitou pontos turísticos, como Pão de Açúcar, Jardim Botânico e Corcovado, conheceu o presidente e, claro, participou de conferências. Na verdade, Einstein não planejava vir ao Brasil, mas graças aos esforços da comunidade judaica, ele resolveu incluir nosso país em seu roteiro. Não sabemos muito ao certo se ele curtiu a visita, mas podemos confirmar que ele detestou a Argentina. #chupahermanos!

CHULÉ O físico não gostava de usar meias. Na verdade, tirava os sapatos em conferências, eventos ou reuniões, pois preferia ficar descalço. O chulé era brabo!

PRESIDENTE DE ISRAEL Einstein era judeu, por isso, detestava os nazistas e toda sua ideologia fascista. Muito embora fosse alemão, naturalizou-se nos Estados Unidos, devido à perseguição aos judeus durante a II Guerra Mundial. Por conta de sua genialidade e origem religiosa, ele foi convidado a ser o segundo presidente de Israel, em 1952. O físico recusou o convite, alegando não estar à altura do cargo, além de confessar que não sabia lidar muito bem com pessoas.

CABELO MANEIRO O físico tinha noção de seu engraçado corte de cabelo, até o preparava antes de ser fotografado e usava a imagem para ajudar seu mito a se propagar. Era um ato consciente, dando ao seu visual um aspecto de gênio maluco.

PAIXÃO POR VELEJAR Quando Einstein frequentou a faculdade no Instituto Politécnico de Zurique, na Suíça, ele se apaixonou por vela. Ele costumava pegar um barco e ficar horas com seu caderno de anotações em punho, relaxando e pensando.

NADAR Apesar de gostar de velejar, Einstein não sabia nadar.

VEGETARIANO Alguns afirmam que ele era vegetariano, pois se enganaram. Einstein amava comer carne e morangos, não necessariamente juntos.

PILHAS DE CARTAS Um dos passatempos de Einstein era montar castelos de cartas. Sua habilidade e concentração eram tantos, que ele conseguia montar 14 andares ainda aos 6 anos de idade.

VIOLINO Levou algum tempo até que o cientista gostasse de tocar violino. Sua mãe o incentivou desde cedo, mas sua paixão por música apenas foi despertada quando ele ouviu Mozart pela primeira vez. Desde então, Einstein tocou violino por longos anos, como uma forma de terapia para seu stress mental.

CÉREBRO PESQUISADO Após sua morte, Einstein teve seu cérebro removido para estudos científicos. Foram feitas 14 fotos que ficaram perdidas na história, até que, recentemente, pesquisadores puderam analisá-las com atenção. Os pesquisadores descobriram que o cérebro de Einstein tinha um córtex pré-frontal extraordinário, o que pode ter contribuído para as suas excepcionais capacidades cognitivas. O cientista também tinha elevada densidade de neurônios em algumas regiões do cérebro, bem como de células gliais, que proporcionam suporte e nutrição aos neurônios. Mas não pense que ele era cabeçudo. Seu cérebro tinha peso e medida de uma pessoa normal.

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você